Aula 5 do Workshop Online de Escrita para Blogues-© Viaje Comigo Aula 5 do Workshop Online de Escrita para Blogues © Viaje Comigo
Publicado em Maio 18, 2020

Workshop Online de Escrita para Blogues – Aula Nº 5 (última)

Workshop de Escrita

Olá, querido participante do I Workshop Online de Escrita para Blogues (Nível 1) do Viaje Comigo. Aqui estamos para o quinto e último exercício, o derradeiro desafio… já a espreitar o que vai ser o Nível 2 deste workshop. Vou, desde já, dar-te os meus sinceros parabéns. Começámos com mais de uma centena de inscritos e acabámos com pouco mais de três dezenas de participantes. Tu estiveste sempre aí, mesmo a confessares que o tema era difícil, que foi difícil cumprir o limite de caracteres, que foi difícil expôr o que sentias… Ficaste até ao fim! Parabéns!

Escrever - Foto: Pexels Canva - Fountain Pen and Notebook

Escrever – Foto: Pexels Canva – Fountain Pen and Notebook

E todos, sem exceção, se saíram muito bem! Quando nos libertamos, as coisas correm muito mais naturalmente e vocês são o exemplo disso. Do anterior (quarto) exercício, tal como nos outros, saíram dezenas de textos pessoais, da autoria dos participantes do workshop, e que agora estão publicados no Viaje Comigo. E que orgulho tenho nesses vossos textos!

Agora, é tempo de avançarmos para o último desafio do Nível 1. Mas, o Nível 2 já vai ser lançado, logo a seguir… estás preparado?

PROGRAMA DO NÍVEL 1

DO

I WORKSHOP ONLINE DE ESCRITA PARA BLOGUES

DO VIAJE COMIGO

O primeiro nível do I Workshop Online de Escrita para Blogues, do Viaje Comigo, trabalhou várias vertentes, desde o passado, o presente e o que queremos mudar no futuro. Foi, assim, que o programa seguiu quase uma série de vivências dos participantes, que pretendeu soltar a criatividade e ajudá-los a partilharem mais: o que sentimos, o que vivemos, o que provamos, o que desejamos e o que vemos.

Aula nº 1 – Saudade: escrever o que sentimos.
Desbloquear da escrita.

Aula nº 2 – Regresso ao Passado: escrever o que já vivemos.
Continuar a desbloquear a escrita, palavras-chaves e títulos online.

Aula nº 3 – Comida: escrever o que provámos.
Tudo o anterior e trabalhar pormenores e descrição; gastronomia.

Aula nº 4 – Como mudar o mundo: escrever o que aprendemos/queremos.
Mudar o mundo: continuámos a escrever com alma e coração.

Aula nº 5 – Da minha janela: escrever o que vemos e sentimos.
Como passar para o “papel” o que vemos, lá fora?

E QUAL VAI SER O QUINTO (E ÚLTIMO) DESAFIO DO

WORKSHOP ONLINE DE ESCRITA PARA BLOGUES

DO VIAJE COMIGO?

LÊ MAIS ABAIXO:

Vamos continuar o desbloqueio da escrita – por isso, mantenham sempre presentes as dicas da Aula 1 e da Aula 2 – vamos continuar a trabalhar as palavras-chaves e os títulos, adaptados para o online (que expliquei na Aula 2), mas o tema vai ser bastante diferente. Vamos lá puxar pela memória, pelo que nos vai na alma, pelos sentidos e pela criatividade.

Todas as semanas, o processo do workshop é o mesmo e tem 7 PASSOS IMPORTANTES:

1 – Na terça-feira, dia 19 de maio 2020, é lançado o desafio/exercício aqui no site e enviado por e-mail a quem se inscreveu.
1.1 – Este exercício, que está publicado no final deste texto, deverá ser enviado até esta sexta-feira, de manhã (11h00 hora de Portugal), dia 22 de maio de 2020, por e-mail.
1.2 – Deverás colocar no Assunto: Texto da Aula 5 do Workshop de Escrita

2 – Com o exercício, deverás enviar (num documento Word):
2.1 – Texto e título (texto com 2 mil caracteres no máximo e título com 60 caracteres no máximo)
2.3 – As tuas maiores dificuldades: o que te custou mais quando escreveste esse texto.
2.2 – Qual o tema sobre o qual mais gostas de escrever?
2.4 – Escolhe uma palavra desta lista, tal como o fizemos nos exercícios 2, 3 e 4 e deves dizer qual a palavra que escolheste.
2.5 – Assina o texto, como desejas que seja publicado. Tudo no word.

3 – Deves enviar tudo para o e-mail workshops@viajecomigo.com

4 – Sexta-feira, 22 de maio de 2020, às 21h00, começo o direto no canal do YouTube do Viaje Comigo (cliquem aqui), a falar de como podem ultrapassar as dificuldades, com base no que me enviaram. Podes participar com comentários em direto. Se, por alguma varia técnica, não conseguir fazer o direto, enviarei posteriormente um vídeo.

5 – Tens, depois, sábado e domingo para releres e reorganizares de novo o texto, com base nas dicas que vos dei.

6 – Até domingo à noite, dia 24 de maio de 2020, deverás enviar novamente para o e-mail o texto revisto e finalizado; pronto para publicação aqui no Viaje Comigo.

7 – O texto será publicado na segunda-feira no Viaje Comigo, dia 25 de maio de 2020 – como os da aula 1, os da aula 2,os da aula 3 e os da aula 4.

Todas as semanas, dou-vos como sugestão um fundo musical, que seja inspiracional, para escreverem. Por isso, deixo aqui, também, uma música para escreverem o próximo texto:

5º EXERCÍCIO DO WORKSHOP ONLINE DE ESCRITA PARA BLOGUES – NÍVEL 1:

1 – Título “Da minha janela: (…)”
Vamos escrever sobre o que vêem na vossa rua/jardim/etc. Vão espreitar da janela (da porta, sair por alguns minutos, com o distanciamento permitido, dentro do carro…) e vão passar 15 minutos a anotar tudo o que vêem, ouvem, sentem…

1.1 – O título tem de começar com “Da minha janela: (…)” e depois dos dois pontos tu é que decides o que escreves.

Vão para um local onde, de facto, se passe algo… haja alguma vida, agitação, mas caso isso não seja possível… falem do silêncio, dos pássaros, da falta do riso das crianças nas ruas, etc. Exemplos de como caminham as pessoas; caracterizem personagens; como é o seu ar (alegre, despreocupado), como se vestem (desportivo, executivo, etc.)

1.2 – Anota as primeiras ideias que te vêm à cabeça. Escreve. Já têm um texto/rascunho? Relê só mais tarde. Escreve de novo. Relê no dia seguinte. Envia.

2 – Acrescenta SEMPRE muitos detalhes pessoais. MAIS do que NUNCA, as descrições têm de ser (ainda) melhor trabalhadas nesta semana.

3 – Usa uma das palavras do meu desafio Uma palavra nova por dia, durante um mês – leiam aqui*

3 – Não deves escrever mais do que 2000 caracteres (incluindo os espaços – no word têm a contagem de caracteres). Mais uma vez, o facto de não poderes escrever livremente, e teres as letras contadas, vai obrigar-te a seres mais criativo, quando tiveres de ser conciso. Cumpre o limite de caracteres!

4 – Lembra-te que o primeiro parágrafo tem de ter as palavras-chave – é a introdução. A partir do segundo será o desenvolvimento da história e o último terá de ter uma conclusão. Podes fazer mais do que três parágrafos.

5 – Não te esqueças do título: deverá ser criativo e não deve exceder as 60 letras (com espaços incluídos)

O meu exemplo:

Da minha janela: vejo a Primavera a florir

Gostava que o texto fosse, da minha janela do Atacama. A pandemia cortou-me a viagem a meio, cortou-me o sonho… Mas penso que sou uma sortuda por ter uma casa e uma janela para abrir e olhar o mundo. Tornou-se pequeno o mundo, entretanto, não foi? Da minha janela vejo tudo florescer, mas eu não consigo acompanhar.
A primavera começou connosco metidos em casa. Há uma gaivota que vem, todos os dias, à janela da minha vizinha. Ela diz que não lhe dá de comer, mas eu aposto que dá. Todos os dias, a santa gaivota lá está a fazer voo rasante, para parar na varanda dela. Da minha janela vejo o jardim do meu prédio. Quem olha uma primeira vez não verá grandes histórias para contar. Mas, todos os dias, há passarinhos que se vão refrescar numa poça de água, mesmo no meio do jardim. Metem o pequeno bico na poça e mandam-na para cima da cabeça, escorrendo por entre a penugem, que sacodem energicamente. Parece mesmo que estão a tomar banho. E é com este olhar, quase infantil, que assisto a isto todos os dias quando vou à minha janela e faço questão de inspirar fundo.
Quando volto à janela, e penso que a primavera começou connosco metidos em casa, são os vasos de flores, que temos no jardim, que me recordam como a natureza prossegue a sua vida, mesmo que a nossa esteja em stand by. Há uma gata que vem de vez em quando miar à minha janela. Parece-me que está prenha. Dei-lhe uma tigela com água e bufou-me, qual protetora máxima dos bebés que carrega.
Da minha janela não vejo o mundo, nem vejo pessoas, nem vejo agitação… mas vejo a vida a passar, devagarinho e a ensinar-nos lições. É que não adianta queremos antecipar nada. Tudo acontece no seu tempo, assim como a primavera que começou… mesmo connosco fechados em casa. E da minha janela eu vejo os seus frutos.

PS – Podia ter escrito este texto agora que já estou fora de portas, a fazer o meu desconfinamento – nas Casas de Alpedrinha, no Fundão – mas preferi escrever este texto com base no que vivi e vi em casa. E ainda bem que o fiz. Fica para a posteridade.

Fico ansiosamente a aguardar pelos vossos novos textos (workshops@viajecomigo.com)

Por favor, tem em atenção que o facto de fazermos um workshop online, implica que a maior parte da comunicação se efetue por e-mail. Mas, podes sempre vir aqui diretamente ao site, ver as publicações. Se não tiveres recebido o meu e-mail de volta, verifica na pasta de Spam, na pasta Promoções ou até na do Lixo, uma vez que o envio de muitas mensagens ao mesmo tempo poderá levar a que o e-mail se desvie da Caixa de Entrada.

Escrever em papel - Foto: DariuszSankowski ©Pixabay

Escrever em papel – Foto: DariuszSankowski ©Pixabay

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo