Viagens de 2020 © Viaje Comigo Viagens de 2020 © Viaje Comigo
Publicado em Janeiro 11, 2021

Viagens de 2020: num ano de pandemia conheci 6 novos destinos e morei no Algarve

Preparar a viagem

No ano de 2020, o mundo literalmente parou por causa da Covid-19 e as viagens ficaram suspensas. Ainda assim, consegui conhecer seis novos destinos internacionais e dar a conhecer muitos outros por Portugal. Segundo os números do Google visitei 105 cidades e passei por 490 locais. O que desejo para 2021? Saúde! E mais viagens, claro!

Dubai Desert Conservation Reserve - Dubai - Emirados Árabes Unidos © Viaje Comigo

Susana Ribeiro no Dubai Desert Conservation Reserve – Dubai – Emirados Árabes Unidos © Viaje Comigo

Há uns dias perguntavam-me: como pode sobreviver um site de viagens em ano de pandemia? Foi difícil, é como respondo, necessitou de muita reinvenção e sobretudo muita perseverança. 2020 foi um ano que vamos recordar para todo o sempre e, pelo andar da carruagem, palpita-me que 2021 também… enquanto não conseguirmos contornar e lidar com o vírus, aguardámos (pacientemente ou quase sem paciência nenhuma) ter o leme da nossa vida novamente nas mãos.

Biesmiellah - Bo Kaap - Cidade do Cabo - África do Sul © Viaje Comigo

Biesmiellah – Bo Kaap – Cidade do Cabo – África do Sul © Viaje Comigo

Consegui visitar seis destinos internacionais novos: comecei o ano na África do Sul, explorando depois o Lesoto e a Suazilândia (Eswatini). No total, fiquei no hemisfério sul durante quase um mês.
Em março fui para o Chile, mas precisamente para o Deserto do Atacama, onde vi a minha viagem de três semanas interrompida pela pandemia. Passada uma semana no Atacama, tive de voltar para Portugal e vim cheia de histórias e stresses para contar. Mas, quem vive de e para as viagens está habituada a isso, e tem sempre muitas histórias para contar.

Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas - Atacama - Chile © Viaje Comigo

Trópico de Capricórnio – Tour Piedras Rojas e Lagunas Altiplânicas – Atacama – Chile © Viaje Comigo

Como não consigo estar parada e percebi que estava toda a gente a sofrer bastante com o fato de estar em casa, e com todas as mudanças que o confinamento nos trouxe, decidi fazer workshops de escrita. Foi algo que mantive durante o ano e já variando entre escrita para blogues e jornalismo de viagens. Também em março, quando começaram a aumentar as filas de pedido de ajudas e comida, ofereci-me como voluntária na Hope Porto – onde fui distribuir comida e roupas a sem abrigos e cabazes as famílias. São um grupo fantástico, que também ficou sem trabalho mas, em vez de ficarem de braços cruzados, decidiram ajudar outras pessoas que precisam de ajuda urgente. E continuam a precisar da ajuda de todos!

Em meados maio, comecei a desconfinar e a trabalhar com regiões de turismo e alojamentos e restaurantes. Comecei nas Beiras e Porto e Norte e continuei, como já o faço há três anos, a trabalhar com as Aldeias Históricas de Portugal.

Conheci Alpedrinha, Voltei ao Juízo (onde vivi durante um mês, em 2019) e voltei a explorar as Beiras, que tanto gosto. Em junho fui para uma das minhas regiões-paixão, o Douro Vinhateiro, conhecer a Quinta da Côrte.

Vista da Quinta da Côrte - Vindimas 2020, Valença do Douro © Viaje Comigo

Vista da Quinta da Côrte – Vindimas 2020, Valença do Douro © Viaje Comigo

Só uma pandemia me podia trazer para trabalhar e viver no Algarve em julho e agosto. Normalmente, nesses meses, está tudo cheio e o Algarve não preciso de ajuda na divulgação. Mas, este ano não foi assim e vim trabalhar com muitos hotéis, restaurantes, agências e empresas de atividades.

Percurso 7 Vales Suspensos - Algarve - Portugal © Viaje Comigo

Percurso 7 Vales Suspensos – Algarve – Portugal © Viaje Comigo

Em setembro, voltei às Aldeias Históricas de Portugal e, depois, fui cumprir um sonho: participar e trabalhar nas vindimas no Douro Vinhateiro, durante quase duas semanas, a viver em Valença do Douro. Num ano normal, não estaria em Portugal nessa altura, portanto, também a pandemia me proporcionou isso, uma vez que precisava também desse emprego para pagar as contas.

Entretanto, fui visitar uma amiga (que também trabalha em tours nesta cidade) Estocolmo e senti-me a única turista na capital da Suécia. Foi a primeira vez, desde março, que voltei aos aviões e houve um certos nervosismo, por causa de tantos cuidados que agora temos de ter. No entanto, é tão pouca gente que viaja neste momento – comparando com o que era antes da pandemia – que tudo está muito tranquilo (infelizmente para as companhias aéreas que estão todas a despedir e a entrar em falência…).

Susana Ribeiro no Hotel Yasuragi - Estocolmo - Suécia © Viaje Comigo

Susana Ribeiro no Hotel Yasuragi – Estocolmo – Suécia © Viaje Comigo

O chamamento do Algarve voltou e, de outubro até antes do Natal, fiquei lá de novo a trabalhar com os que chamo de “resistentes” do turismo – também andei uma semana pelo Alentejo. Aqueles que conseguiram sobreviver aos confinamentos e Estados de Emergência e continuaram de portas abertas e a receber, com forte investimento em medidas de higiene, e sem os clientes habituais… não tem sido fácil para ninguém!

Susana Ribeiro no Algar Benagil - Algarve - Portugal © Viaje Comigo

Susana Ribeiro no Algar Benagil – Algarve – Portugal © Viaje Comigo

Passeio por Alcoutim -Algarve - Portugal © Viaje Comigo

Passeio por Alcoutim -Algarve – Portugal © Viaje Comigo

Entretanto, pelo meio, no início de novembro, tive a única viagem internacional de trabalho desde março e do primeiro confinamento. Voltei a viajar a convite do Turismo do Dubai, para divulgar o destino. Foi o sexto destino novo que conheci este ano, porque, apesar de já ter passado uma dezena de vezes no aeroporto do Dubai, nunca tinha ficado por lá… e o que estive a perder este tempo todo. É de facto um destino que devem colocar na essa lista porque, como digo no texto, “o Dubai foi tudo o que eu esperava e também o que eu não esperava”. Leia mais.

Vista do Ce la Vi para o Burj Khalifa - Dubai © Viaje Comigo

Vista do Ce la Vi para o Burj Khalifa – Dubai © Viaje Comigo

No final do ano, resolvi investir em mim… e tirei a Formação e Formadores no CENJOR e sou agora uma formadora certificada. Os workshops de escrita para blogues, criativa, jornalismo de viagem estão de novo a funcionar e, em 2021, vou continuar a passar tudo o que aprendi em 20 anos de jornalismo e 7 anos de jogue de viagens e redes sociais.

Fonte pequena de Alte - Loulé - Algarve © Viaje Comigo

Fonte pequena de Alte – Loulé – Algarve © Viaje Comigo

Segundo o Google (que, através do Google Maps, vai vendo onde estou), este ano, passei por 11 países/regiões (dos quais 6 foram novos; e conta os aeroportos por onde estive como Amesterdão, Frankfurt ou Paris), visitei 105 cidades e passei por 490 locais. Entre as cidades mais visitadas estão, claramente, as algarvias como Loulé (onde estive a viver mais de uma semana), Estoi (onde também estive a viver algum tempo) e Olhão (onde estou a viver neste momento).

Pousada Palácio Estoi, Faro, Algarve © Viaje Comigo

Pousada Palácio Estoi, Faro, Algarve © Viaje Comigo

A maior curiosidade foi a de ter dado 1,2 vezes a volta ao mundo, durante 2020, e ter feito mais de 48 mil quilómetros em 2020. Para um ano de pandemia, não me posso queixar, eu sei.

Em 2021… esperemos que tudo melhore e que consigamos ter algo que regule viagens para que posamos viajar com todas as condições de segurança. Os tours da Leva-me passaram todos para 2021 e, espero eu, levar-vos a Marrocos, à Tailândia e à Tanzânia. Leiam mais.

Ainda assim, num exercício de gratidão, vale a pena sempre olhar para 2020 como um ano de muita aprendizagem. Dei tantas voltas e aprendi que é possível fazer diferente. É possivel viver de forma diferente.
As viagens são a minha profissão, mas sou muito mais do que isso! Cada um de nós é feito de várias camadas, e todas elas são válidas e todas fazem o que somos! Em 2020, descobrimos ser mais fortes e resilientes do que imaginávamos! Estou grata por todos os ensinamentos. Deixo-vos uma mensagem de esperança e desejando-vos muita força, ânimo e saúde!

Vista João d'Arens - Portimão - Algarve © Viaje Comigo

Vista João d’Arens – Portimão – Algarve © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo