Tbilisi - Geórgia © Viaje Comigo
Publicado em Junho 17, 2022

O que visitar na capital Tbilisi, Geórgia

Ásia/ Europa/ Geórgia [ Tbilisi ]

Tbilisi ou Tibilisi é a capital e maior cidade da Geórgia. Já por volta do século V, quando foi criada, a cidade era um importante centro cultural, político e económico na região do Cáucaso e de passagem da Rota da Seda. Hoje não é muito diferente!

Tbilisi é uma cidade vibrante, que conjuga perfeitamente um grande património histórico, religioso e arquitetónico, com a modernidade de uma profusão de cafés, restaurantes, oferta cultural, passando, claro, por vários espaços verdes e pelos conhecidos banhos sulfurosos (que têm que ver com o próprio nome Tbilisi, que significa “lugar quente”), ou seja, as termas de fontes naturais.

Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Susana Ribeiro em Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Termas de Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Termas de Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi antiga - Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi antiga – Georgia © Viaje Comig

Antes adentrar a cidade, vou partilhar a lenda da sua criação. Conta-se que por volta do ano 458, toda a área era coberta por florestas e o rei Vactangue I costumava caçar naquele território. Numa dessas caçadas, o seu cervo feriu-se e saiu a correr para uma fonte de água, onde se curou dos ferimentos. O rei ficou tão impressionado que decidiu mandar construir uma cidade naquele local. Assim nasceu a cidade de Tbilisi.

Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi - Geórgia © Viaje Comigo

Tbilisi – Geórgia © Viaje Comigo

Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Apesar de não ser uma cidade muita grande, pelo menos a comparar com outras capitais europeias, Tbilisi é de uma diversidade cultural impressionante e quanto mais se embrenha pelas ruas e ruelas, mais terá para descobrir. Diria que três dias é o mínimo, porém, vale a pena ir com mais tempo, porque, como disse, há muito para visitar… E quando quiser apenas apreciar o ambiente, sugiro que se delicie com o vinho e gastronomia georgiana, que são de excecional qualidade.

Agora sim, vamos descobrir esta cidade que me deixou rendida!

 Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi sempre esteve cercada de vizinhos poderosos (como a Rússia, a Turquia e o Irão), que sucessivamente invadiram o seu perímetro. Ela foi destruída e reconstruída muitas vezes ao longo dos séculos… Daí, ter sofrido várias influências, favorecendo o cruzamento de culturas e religiões. O resultado é uma Babel de igrejas ortodoxas, sinagogas, mesquitas, banhos turcos, átrios persas, balcões tártaros, cúpulas russas e as famosas casas com terraços de madeira suspensos. É interessante como a cidade exala uma “desordem” Oriental, mas sente-se uma dinâmica muito Europeia.

Vista teleférico, Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Vista teleférico, Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Locais imperdíveis em Tbilisi

Estátua do Rei Gorgasali
É um dos melhores locais para começar a sua visita, porque tem uma vista sobre o rio e sobre a parte nova e a parte Antiga da cidade de Tbilisi. A Estátua do Rei Gorgasali, montado num cavalo, está ao lado da Igreja de Santa Virgem Metekhi, que também merece uma visita.

Igreja de Santa Virgem Metekhi, Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Igreja de Santa Virgem Metekhi, Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Rei Gorgasali - Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Rei Gorgasali – Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Igreja de Santa Virgem Metekhi, Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Igreja de Santa Virgem Metekhi, Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

• Castelo de Narikala e miradouro
O castelo foi construído no século IV, na época em que a cidade foi fundada, para que os georgianos se pudessem defender das várias invasões de que foram sendo alvo ao longo dos séculos. Além da beleza e da importância histórica, vale muito a pena apreciar a vista do miradouro do castelo (vista panorâmica sobre a cidade) e, para lá chegar, pode subir uma longa escadaria, ou apanhar o teleférico que parte do Parque Rike. Uma dica para apreciar ainda mais a beleza do local, é apanhar o teleférico antes do pôr do sol e, depois, regressar a pé (descida por escadas, simples e rápida).

Tbilisi - Geórgia © Viaje Comigo

Tbilisi – Geórgia © Viaje Comigo

Tbilisi - Geórgia © Viaje Comigo

Vista teleférico, Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

• Parque Rike
Este parque está conectado com a cidade velha, através da Ponte da Paz. Ele estende-se ao longo rio Kura (Mtkvari, em georgiano) e é um excelente espaço para sentir a natureza, no meio da cidade.

• Jardim botânico
O Jardim Botânico de Tbilisi fica ao lado do castelo. É um espaço com cerca de 100 hectares, povoado por 4500 espécies de flora da Geórgia e de outros locais, e vários riachos de água fresca.

Jardim Botânico de Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Jardim Botânico de Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

• Basílica de Anchiskhati
Este é o edifício religioso mais antigo de Tbilisi e um dos mais antigos de toda a Geórgia. A palavra “Khati” significa “ícone” em georgiano, e o nome Anchiskhati vem daí. A denominação deve-se a uma lenda sobre um ícone, que se encontrava na basílica e que era considerado milagroso, tendo “salvo” a vida de um dos reis de Tbilisi. Atualmente, uma cópia do ícone está localizada na igreja, e o original encontra-se no museu.

Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

• Torre do Relógio do Teatro de Marionetas Rezo Gabriadze
Este é um dos monumentos mais peculiares da cidade. Encontra-se adjacente à basílica de Anchiskhati. A torre do relógio, com uma estrutura inclinada, foi inspirada no trabalho do marionetista Rezo Gabriadze. De hora em hora abre-se uma janela no topo da torre e um anjo toca o sino. Mais abaixo, uma tela mostra o ciclo da vida de um rapaz, do nascimento até à morte.

Rezo Gabriadze era um criativo que, frustrado pela falta de liberdade intelectual durante a época soviética, tornou-se marionetista, de modo a poder, subtilmente, contar as suas histórias. Assistir ao espetáculo de marionetas deste artista é algo que quem visita Tabilisi, deveria decididamente fazer.

Torre do Relógio - Tbilisi - Georgia © Falco:Pixabay

Relógio – Tbilisi – Georgia © Falco:Pixabay

• Igreja Jvaris Mama
Esta igreja fica na Cidade Antiga e vale a pena visitar pela beleza e arquitetura.

• Mesquita Jumah
Encontra-se também na cidade velha e é interessante pelo facto de ser uma das poucas mesquitas em todo o mundo em que muçulmanos das etnias sunitas e xiitas rezam juntos.

Mesquita em Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Mesquita em Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

• Catedrais 
A Catedral Sameba é conhecida também como a Catedral da Santíssima Trindade de Tiblíssi. É a principal catedral da igreja ortodoxa Georgiana e foi construída entre 1995 e 2004. À noite, é uma das primeiras a iluminar-se, em Tbilisi. Existem muitas catedrais em Tbilisi, a de Sioni, por exemplo, é tida como a mais antiga da cidade.

Catedral Sioni - Tbilisi Georgia © Viaje Comigo

Catedral Sioni – Tbilisi Georgia © Viaje Comigo

Catedral Sioni - Tbilisi Georgia © Viaje Comigo

Catedral Sioni – Tbilisi Georgia © Viaje Comigo

• Mãe da Geórgia
A Mãe da Geórgia é uma estátua com 20 metros de altura, em alumínio, e que é visível a partir de qualquer ponto da cidade. A estátua representa uma mulher com uma taça de vinho na mão esquerda (representando a hospitalidade georgiana para com os estrangeiros), e uma espada na mão direita (que significa a hostilidade para com os invasores estrangeiros, acredita-se que numa alusão à Rússia).
Este monumento encontra-se a caminho do Castelo de Anchiskhati.

Mãe da Georgia - Tbilisi © Foto: hassangill/Pixabay

Mãe da Georgia – Tbilisi © Foto: hassangill/Pixabay

• Avenida Rustaveli
O nome Rustaveli presta homenagem ao maior poeta da cidade, Shota Rustaveli. Esta avenida é a zona mais rica e cosmopolita da capital, ocupada por mansões Art Nouveau e espaços culturais: livrarias, óperas, teatros, cinemas, galerias de arte e museus (Museu Nacional Georgiano, o Museu de Belas Artes e o Museu de Arte Moderna). Trata-se da avenida mais movimentada da cidade, e compõe a área moderna da mesma. Perto da avenida Rustaveli, poderá encontrar a Ponte da Paz, o Palácio Presidencial, a sede do Banco Nacional da Geórgia e a sumptuosa Catedral Sameba.

Tbilisi - Geórgia © Viaje Comigo

Ponte da Paz – Tbilisi – Geórgia © Viaje Comigo

• MUSEUS
Para quem gosta de museus, o Museu de Arte Moderna de Tbilisi é sempre uma novidade, uma vez que as suas exposições são temporárias e mudam periodicamente.
Mesmo à saída do museu, poderá encontrar um monumento bastante distinto. Refiro-me à escultura Kama Sutra. É um espaço circular, cujo interior se encontra decorado com altos-relevos de cariz sexual, mostrando posições sexuais explícitas inspiradas no ancestral livro Kama Sutra.

Também poderá visitar o muito interessante Museu de História e do Vinho, em Tbilisi.

Museu História e Vinho, Tbilisi Georgia © Viaje Comigo

Museu História e Vinho, Tbilisi Georgia © Viaje Comigo

Museu História e Vinho, Tbilisi Georgia © Viaje Comigo

Museu História e Vinho, Tbilisi Georgia © Viaje Comigo

Museu História e Vinho, Tbilisi Georgia © Viaje Comigo

Provas no Museu História e Vinho, Tbilisi Georgia © Viaje Comigo

Museu História e Vinho, Tbilisi Georgia © Viaje Comigo

Museu História e Vinho, Tbilisi Georgia © Viaje Comigo

Museu História e Vinho, Tbilisi Georgia © Viaje Comigo

Museu História e Vinho, Tbilisi Georgia © Viaje Comigo

• Ponte da Paz
A simbologia desta ponte é muito interessante. Ela representa a transição do passado sombrio da Geórgia para um futuro mais próspero e moderno. A Ponte da Paz é pedonal, entende-se sobre o Rio Kura, e une a velha Tbilisi com o Parque Rike e a zona nova da cidade. A construção é futurista, em aço e vidro e é particularmente deslumbrante à noite, já que está iluminada com mais de 6000 LEDs. É considerada uma das obras mais emblemáticas, não de Tbilisi, mas de toda a Geórgia.

Ponte da Paz - Tbilisi - Georgia © archikl/Pixabay

Ponte da Paz – Tbilisi – Georgia © archikl/Pixabay

• Parlamento da Geórgia
Tal como em outros países, ainda existe na Geórgia uma sociedade conservadora. Contudo, já se nota um grande movimento na população jovem, que se mostra mais moderna e progressista. O Parlamento da Geórgia é o lugar que testemunha essa mesma transição.

Parlamento Tbilisi - Georgia © falco/Pixabay

Parlamento Tbilisi – Georgia © falco/Pixabay

• Café Linville
O Café Linville, que se encontra junto à Praça da Liberdade, no coração de Tbilisi, possui uma curiosa escadaria estreita e inclinada. A sua decoração é muito arquetípica, com o papel de parede característico de uma típica “casa da avó”, um piano e um aquário. É um café engraçado de se visitar, mesmo pelo ambiente e não tanto pela comida ou bebida.

• Fabrika
Imagine um prédio cheio de cores. É assim que vai encontrar o Fabrika, em plena zona de Marjanishvili. Este edifício, uma antiga fábrica têxtil, foi transformado num espaço multicultural, artístico, com vários bares, lojas, música e até um hostel. Posso dizer que se assemelha à LX Factory, em Lisboa.

Termas de Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Termas de Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

• Banhos de enxofre
Os banhos termais são extremamente característicos em Tbilisi. Ficam na parte antiga da cidade, Abanotubani, aproveitando a existência de nascentes de água sulfurosa na região. São facilmente reconhecíveis pelas várias cúpulas de tijolos vermelhos e a sua maioria está aberta todo o dia (e noite). Como muitos outros locais e monumentos em Tbilisi, também os banhos têm uma lenda associada. Conta-se que um rei georgiano chamado Vakhtang, que viveu em Mtskheta no século V, terá ficado impressionado com as propriedades curativas deste lugar da cidade e decidiu mudar a capital de Mtskheta para Tbilisi. Aqui ao lado tem uma incrível cascata de água.

Termas de Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Termas de Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Termas de Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Termas de Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Cascata de água em Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

• Mercado soviético – Dry Bridge
Como não podia deixar de ser, tendo em conta a história da Geórgia e o seu domínio pela União Soviética, irá encontrar vários locais que remontam a essa parte da história. Tai como: edifícios soviéticos, a ponte aérea nos subúrbios de Tbilisi, ou o conhecido Mercado Soviético no Parque Daedena. Neste mercado, que se assemelha a uma típica “feira da ladra”, poderá encontrar discos de vinil, posters de propaganda soviética antigos, máscaras de gás, máquinas fotográficas de fabrico russo, notas e moedas com a cada do Estaline, e muito mais.

Flea Market - Tbilisi, Georgia © Viaje Comigo

Flea Market – Tbilisi, Georgia © Viaje Comigo

Flea Market - Tbilisi, Georgia © Viaje Comigo

Flea Market – Tbilisi, Georgia © Viaje Comigo

Flea Market - Tbilisi, Georgia © Viaje Comigo

Galo de Barcelos no Flea Market – Tbilisi, Georgia © Viaje Comigo

• Mar de Tbilisi
Se quiser afastar-se um pouco do centro da cidade, respirar ar puro e dar um mergulho, pode encontrar o Mar de Tbilisi. Trata-se de um lago artificial de vários quilómetros, que serve como reservatório para abastecer a cidade e também como zona de lazer.

• Crónicas da Geórgia e subúrbios de Tbilisi
Quando estiver na zona do Mar de Tbilisi, vale a pena visitar as Crónicas da Geórgia. Este é um monumento negro enorme, formado por pilares cujas paredes são decoradas com esculturas que relatam diferentes episódios da história da Geórgia e do Cristianismo. É, certamente, uma obra diferente de tudo o que pode visitar no centro de Tbilisi. Nessa mesma zona, nos subúrbios, tal como referi há pouco, encontrará vários edifícios e construções soviéticas.

Restaurante Z10 - Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Restaurante Z10 – Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Restaurante Z10 - Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Restaurante Z10 – Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

ONDE COMER EM TBILISI

Existem vários restaurantes para experimentar e uma coisa é certa: na Geórgia comemos sempre bem! Mesas fartas e bom vinho a acompanhar. Veja aqui onde fui experimentar a gastronomia georgiana em Tbilisi.

Restaurante Z10 - Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Restaurante Z10 – Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

ONDE DORMIR EM TBILISI

Na parte antiga de Tbilisi, o icónico Sheraton Grand Tbilisi Metechi Palace é além de um hotel, um edifício cuja arquitetura marca a altura da independência do país. Tem piscina sazonal, bar e um restaurante – onde é servido o pequeno-almoço com dezenas de propostas: desde vários pratos quentes a outros tantos frios, muita pastelaria, bolachas, frutas frescas e sumos, etc

– Está à procura de alojamentos para a sua viagem? Pesquise aqui

Buscar hotel

Destino
Data de entrada
Data de saida

Precisas de SEGURO DE VIAGEM? Ao ires por este link tens, como leitor do Viaje Comigo, 5% de desconto! Viaja em segurança!

Iati seguros

Sheraton Grand Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Sheraton Grand Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Sheraton Grand Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Sheraton Grand Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Sheraton Grand Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Sheraton Grand Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Estátua Mãe Georgia - Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Estátua Mãe Georgia – Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi - Georgia © Viaje Comigo

Tbilisi – Georgia © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo