Vista do 12 Apostles Hotel & Spa - África do Sul © Viaje Comigo
Publicado em Abril 12, 2021

Visitar Cidade do Cabo, África do Sul

África/ África do Sul [ Cidade do Cabo ]

Foi um dos lugares onde mais gostei de estar. Com um mês de viagem pela África do Sul, foi na Cidade do Cabo (Cape Town) onde estive mais tempo e deu para sentir a boa vibração desta cidade! E é por isso mesmo que atrai muitos turistas pela sua costa, e pela sua beleza natural, tendo como ex-libris a Table Mountain, mas também jardins botânicos e ótimas praias, tudo isto, num ambiente muito moderno e multi-cultural.

A constituição Sul Africana reconhece 11 idiomas oficiais, e a Cidade do Cabo reflete isso mesmo. O inglês é falado por praticamente toda a população, com uma variante própria, mesclada com o Afrikaans. Xhosa (que se diz quase que com um estalido de língua) é também muito falada. As nacionalidades presentes também são muitas, encontrando comunidades de holandeses, alemães, portugueses, ingleses, indianos e muitas outras, que a tornam uma grande metrópole.

Tintswalo at Boulders Boutique Villa - África do Sul © Viaje Comigo

Praia junto do Tintswalo at Boulders Boutique Villa – África do Sul © Viaje Comigo

A Cidade do Cabo tem também na sua história momentos marcantes de revelia contra o Apartheid tendo em Desmond Tutu a figura mais visível dos movimentos e manifestações. Desmond Tutu não é natural do Cabo mas foi Arcebispo da Cidade de Cabo de 1986 a 1996, sendo o primeiro Arcebispo negro da África do Sul. O seu militantismo levou a que recebesse o Prémio Nobel da Paz.

Também a vida de Nelson Mandela está conectada a esta cidade, pois esteve encarcerado na prisão política de Robbens Island, de 1964 a 1990. A mesma pode ser visitada e os tours incluem o transporte de barco. Tem sempre de  ser comprado o bilhete antecipadamente. Lê mais abaixo, para mais informações.

A Cidade do Cabo convida a passeios ao ar livre e atividades no exterior, por isso, a época alta é o verão, principalmente de fevereiro a março, quando atinge os números mínimos de precipitação, e é quando a cidade tem mais eventos culturais ao ar livre e maior animação.

Como deslocar-se? A minha primeira passagem foi em trabalho, portanto, fui guiada o tempo todo. A segunda passagem tinha carro alugado. Em Bo Kaap conseguimos estacionar facilmente o carro; na frente marítima nem por isso. Lição para a vida: aluguem o carro com antecedência. Decidi alugar carro no local. Estava perto de alguns centro de aluguer e, por isso, pensei “fácil, vou lá e trato do assunto”. Mas… era véspera de um fim de semana com muitos turistas, nacionais e internacionais, e a maior parte das rents a cars não tinham carros!!! Foi um drama para arranjar. Lá consegui um Smart – a sério, foi a única coisa que consegui e num espaço que nem era uma rent a car conhecida; era um café/restaurante que também alugava carros! – e por um preço não muito elevado. Alguma sorte à mistura, lá tive o carro para ir dar as minhas voltas!

A ver o Tintswalo Atlantic lá em baixo - África do Sul © Viaje Comigo

A ver o Tintswalo Atlantic lá em baixo – África do Sul © Viaje Comigo

Susana Ribeiro no Tintswalo Atlantic - África do Sul © Viaje Comigo

Susana Ribeiro no Tintswalo Atlantic – África do Sul © Viaje Comigo

Onde ficar alojado / a dormir na Cidade do Cabo?

– Twelve Apostles Hotel & Spa
Com vista para o Oceano Atlântico e para Table Mountain, o Twelve Apostles Hotel & Spa tem o mesmo nome daquela área: os 12 Apóstolos (que está inserido no Parque Nacional com o mesmo nome). É um hotel espetacular, a uns 10 minutos de carro do centro da Cidade do Cabo e, se não tiver carro, dispõe de um transfer gratuito para os hóspedes. De qualquer das formas… não dá vontade de sair daqui. Leia mais, aqui.

– Tintswalo at Boulders Boutique Villa
Pinguins, pinguins e mais pinguins. Os pinguins africanos foram os meus vizinhos quando fiquei alojada no Tintswalo at Boulders Boutique Villa, em Simon’s Town, junto da Cidade do Cabo, na África do Sul. O edifício da Boutique Villa fica mesmo em frente à praia onde os pinguins africanos se banham na água e ao sol. É a perfeita localização. Leia mais, aqui.

– Em Bo Kaap, fiquei numa casa de habitantes locais – Captains Quarters. Gostei muito de lá ter estado. O casal é muito simpático, preocupado em dar boas dicas e o pequeno-almoço é ótimo!  E mais alojamentos na Cidade do Cabo.

<a href=”https://www.booking.com/index.pt-pt.html?aid=369109;label=Sidebar;sid=b5695da4878b2944f55ba58b0674fec6;dcid=4” target=”_blank” rel=”nofollow noopener noreferrer”>- Está à procura de alojamentos para a sua viagem? Pesquise aqui</a>

Buscar hotel

Destino
Data de entrada
Data de saida
12 Apostles Hotel & Spa - África do Sul © Viaje Comigo

12 Apostles Hotel & Spa – África do Sul © Viaje Comigo

12 Apostles Hotel & Spa - África do Sul © Viaje Comigo

12 Apostles Hotel & Spa – África do Sul © Viaje Comigo

Turistas – Bo Kaap – Cidade do Cabo – Africa do Sul © Viaje Comigo

O que visitar na Cidade do Cabo?

– Victoria & Alfred Waterfront

É a marina da Cidade do Cabo, repleta de lojas, restaurantes e bares, com vista para o oceano Atlântico e para a Table Mountain. Daqui partem os ferrys para visitar Robben Island.
Ganhou vida em 1992 e, desde então, tornou-se um local animado, ressuscitando as docas que estavam abandonadas desde 1960. É dos locais mais turísticos da cidade, com um Aquário, a Torre do Relógio, Mercado de Artesanato, Centro Comercial, lojas de vinhos, e ainda a roda gigante, que nos dá uma vista panorâmica sobre a cidade.

– Robben Island

É uma espécie de Tarrafal, numa versão sul africana, onde colocavam prisioneiros em exílio. O seu prisioneiro mais conhecido é, claro, Nelson Mandela, que cumpriu pena de 1964 a 1990. Contudo, o primeiro preso político remonta a 1658! Durante o Apartheid foram muitos os prisioneiros, sendo que o último foi libertado em 1996. Mais tarde, foi classificado como Património Mundial e funciona atualmente como museu. Uma parte da visita é feita por um ex-prisioneiro politico, que conta aquilo que ele e muitos outros vivenciaram.
Para lá chegar, são 30 minutos de ferry, que apanha em V&A Waterfront (a marina). O bilhete tem de ser comprado online, antecipadamente, estipulando hora e dia da visita. Para mais informações

– Table Mountain

A Table Mountain é, muito provavelmente, o local mais fotografado da África do Sul e a montanha pode ser vista de toda a Cidade do Cabo, normalmente com um manto de nuvens a cobri-la. Eu tive sorte e apanhei a visita com céu limpo! No topo, temos vista para uma paisagem inacreditável, que percorre a costa! Pode fazer uma caminhada até ao topo, são cerca de 2h30 até o alcançar. Outra hipótese, é o teleférico! Mais informações sobre preços e horários.

Vista Table Mountain Biesmiellah – Bo Kaap – Cidade do Cabo – Africa do Sul © Viaje Comigo

– Kirstenbosch National Botanical Garden

Criado em 1913, Kirstenbosch é considerado um dos maiores jardins botânicos do mundo, com mais de 7 mil espécies de plantas, muitas delas quase em extinção. Enquanto aprecia o cenário idílico, com as montanhas de fundo, pode explorar ainda o centro de visitantes, o jardim de esculturas e, no verão, o anfiteatro enche-se com espetáculos de música ao vivo. Mais informações

District Six Museum - Cidade do Cabo - África do Sul © Viaje Comigo

District Six Museum – Cidade do Cabo – África do Sul © Viaje Comigo

– Kalk Bay

Kalk Bay é uma vila piscatória, das mais antigas do Cabo, com um ritmo e energia diferente, mais relaxada e boémia. Vale a pena percorrer a vila e visitar as lojas de antiguidades, os bares e restaurantes cool e trendy, enquanto aprecia a vista. É um dos subúrbios da Cidade do Cabo e demora cerca de 30 minutos a lá chegar.

– Cabo da Boa Esperança

Muitos de nós conhecem o Cabo da Boa Esperança como o Cabo das Tormentas, devido aos fortes ventos que afundavam embarcações. Luís de Camões imortalizou este local no episódio do Adamastor, no Canto V, como um gigante que destruiu qualquer navio que por ali passasse.
“Naufrágios, perdições de toda a sorte,
Que o menor mal de todos seja a morte.
(…)
Eu sou aquele oculto e grande cabo
A quem chamais vós outros Tormentório”
Esta península foi, pela primeira vez, contornada com sucesso por Bartolomeu Dias, um navegador português em 1488.
É um local muito concorrido, com excursões turísticas, pelas suas vistas magnificas, pelos pinguins e os imprevisíveis babuínos. O tempo aqui é bastante imprevisível! O céu pode estar limpo e mudar drasticamente em pouco tempo. Agasalhe-se!

– Castelo da Boa Esperança

Este Castelo julga-se ser a estrutura mais antiga da África do Sul ainda intacta, tendo sido construído nos finais do século XVII. Foi, durante muito tempo, o centro administrativo e civil da Cidade do Cabo. Agora, incorpora a sede das forças militares e um museu. Com uma visita guiada, fica a conhecer melhor toda a história envolvente.

– Catedral de São Jorge

Esta catedral anglicana foi construída em 1901, por ordem do futuro Rei George V (Reino Unido). Destaca-se pela grandiosidade e estilo gótico, embora o seu interior seja modesto, sobressaindo os vitrais coloridos e um estonteante pé direito.
É dos templos mais importantes da cidade não só pelo seu aspecto mas também por ter sido palco de vários movimentos e manifestações contra o Apartheid, muitos deles liderados pelo Nobel da Paz, Desmond Tutu. Numa área adjacente, tem um restaurante e uma exposição fotográfica que relatam a luta contra o Apartheid. A entrada para a Catedral é gratuita.

– Centro da Cidade do Cabo

No centro da cidade tem vários pontos de interesse como o o Castelo da Boa Esperança, The Company’s Garden (jardim botânico), o planetário, a Catedral de São Jorge e Long Street. Esta rua é das mais movimentadas. De dia, é um local procurado para fazer compras e, à noite, são os bares e discotecas que lhe dão vida e atraem as multidões. O centro é relativamente seguro, ainda assim, não recomendam caminhadas noturnas, em locais mais recônditos, principalmente se estiver sozinho.

12 Apostles Hotel & Spa - África do Sul © Viaje Comigo

12 Apostles Hotel & Spa – África do Sul © Viaje Comigo

– Bo-Kaap

O bairro de Bo-Kaap – que significa “acima do Cabo” em Afrikaans – atrai muita atenção, pelas casas pintadas a cores vivas e pelas ruas em calçada.
Muitos turistas vêm em busca “daquela foto”, mas tire algum tempo para passear por lá e absorver aquele ambiente muito tradicional. Se possível fique aqui alojado (fiquei numa casa que aconselho; alojamento ótimo e com dicas de locais) e experimente os restaurantes ótimos e ecléticos, com gastronomia variada. A história do local, conta-se, é que foi para esta zona que foram trazidos os escravos das colónias holandesas do Sudeste Asiático, conhecidos por “Cape Malays” (malaios do Cabo). Essas culturas continuam muito presentes pois pelo bairro, onde foram ficando os seus descendentes. É também o local com maior concentração de muçulmanos e indianos, tornando o local culturalmente diversificado. Vale muito a pena!

– Mercado: Neightbourgood’s Market, Old Biscuit Mill, Cape Town

O Neightbourgood’s Market foi um dos mercados mais divertidos a que já fui. Ao sábado, as famílias e amigos reúnem-se por lá. Há música ao vivo, muita animação, uma área enorme só com comida – há comida do mundo inteiro e produtores locais – e muitas lojas de roupas, decoração e acessórios e barraquinhas onde jovens talentos da moda e design vendem as suas peças cheias de criatividade. Vale muito, muito mesmo a pena a ir lá, nem que seja para dar uma volta e almoçar. Todos os sábados, das 09h00 às 15h00. Mais informações, aqui.

Susana Ribeiro em Biesmiellah – Bo Kaap – Cidade do Cabo – Africa do Sul © Viaje Comigo

– Groot Constantia Wine Estate

Fundada por Simon van der Stel em 1685, a Groot Constantia é a mais antiga produtora de vinhos na África do Sul. Além dos jardins históricos, pode visitar a casa de arquitetura holandesa, o museu, as caves, e fazer provas de vinhos e de chocolates. Mais informações

Boulders Beach

Destacamos esta praia, que está inserida na área do Parque Nacional Table Mountain, em Simon’s Town – a cerca de 50 km do centro da cidade – pois abriga cerca de 2 mil pinguins africanos, uma espécie em risco de extinção. Desde os anos 80 que esta colónia de pinguins recebe visitante de todo o mundo. Pode ir para a parte da reserva, que tem entrada paga ou, pela praia, também pode conviver de perto com os pinguins! Saiba mais aqui, sobre qual a melhor altura para visitar os pinguins. Aqui, fiquei alojada no Tintswalo at Boulders Boutique Villa – além do sítio ser lindo, estamos muito perto das praias e dos pinguins.

Rocha Pinguins Boulders – Africa do Sul © Viaje Comigo

O que visitar perto da Cidade do Cabo?

– Stellenbosch

A cerca de 50 km da Cidade do Cabo, encontra a segunda cidade mais antiga da África do Sul. Stellenbosch é uma zona muito conhecida pelas quintas vinícolas, paisagens incríveis, boutiques, restaurantes sofisticados, galerias de arte, lojas e excelentes hotéis. Tem uma energia muito própria por também ser uma cidade universitária. O centro é muito pitoresco e durante todo o ano tem eventos culturais muito interessantes.

Tintswalo Atlantic - África do Sul © Viaje Comigo

Praia do Tintswalo Atlantic – África do Sul © Viaje Comigo

As MELHORES PRAIAS na Cidade do Cabo

Não visitei todas as praias que aqui vou referir, mas questionei várias pessoas para me dizerem quais eram as suas preferidas e traduziu-se neste Top 10. Conhecem algumas?

1 – Clifton Beach
Se quer nadar, é a praia mais próxima do centro da Cidade do Cabo. Tem bares, espaços para a  troca de roupa, espreguiçadeiras e guarda-sóis para aluguer, etc.

2 – Camps Bay
Com vista para os Twelve Apostles e de Table Mountain, tem um enorme areal, e fica junto de uma rua muito movimentada com os melhores restaurantes e bares. Estive aqui para assistir a um lindo pôr do sol, antes de ir jantar a um dos restaurantes. É um belíssimo spot para um final de tarde perfeito.

3 – Boulders Beach
Foi aqui que eu fiquei alojada e fiquei muito pertinho dos pinguins – tem aqui uma colónia dos pinguins africanos. Se só tiverem um dia para irem à praia, escolham esta porque tem os amorosos bichos ali mesmo.

4 – Noordhoek
Fica perto de Kommetjie e abaixo do espetacular Chapman’s Peak. Tem um areal grande e, por isso, chama muito caminhantes para junto da água, assim como muitos que aproveitam para passeios a cavalo.

5 – Muizenberg
Nos anos 60, era esta a praia mais concorrida. Hoje em dia, não passa de uma praia comum, com uma série de barraquinhas coloridas, que os turistas querem fotografar. Eu não fui excepção! Infelizmente as barraquinhas – que eram para a troca de roupa – estão abandonadas e com bastante mau aspeto, por dentro. Tem ali também uma piscina, um pequeno parque aquático e um parque infantil.

6 – Cabo da Boa Esperança (Cape of Good Hope)
Abaixo de Cape Point, esta é considerada uma das mais bonitas praias locais.

7 – Bloubergstrand
Quase em frente a Robben Island, esta é uma praia mais rochosa, mas com uma envolvência natural muito bonita.

8 – Bikini Beach
Fica a uma hora de carro da Cidade do Cabo, e dizem ser a mais famosa praia na Stand. Tem também muitos cafés e restaurantes e é uma praia muito frequentada por famílias.

9 – Seathfort Beach
É muito próxima de Boulders – onde estão os pinguins africanos – e fica junto de Simon’s Town – por vezes, também podem ser vistos aqui alguns pinguins.

10 – Sandy Bay
É uma praia de nudistas (embora não o seja oficialmente), a sul de Llandudno. Os acesso não são os melhores, mas vale a pena se buscar uma praia mais recatada.

Pinguins africanos - Boulders Beach - África do Sul © Viaje Comigo

Pinguins africanos – Boulders Beach – África do Sul © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo