Santuário da Virgen de la Sierra - Cabra - Andaluzia © Viaje Comigo Santuário da Virgen de la Sierra - Cabra - Andaluzia © Viaje Comigo
Publicado em Janeiro 5, 2017

Desafio 2017 – #5 Uma fotografia por dia… “Fé”

Espanha/ Europa [ Andaluzia/ Cabra/ Uma fotografia por dia... ]

Começo este novo ano de 2017 com um desafio… colocar uma fotografia por dia, com a história que está por detrás da mesma. E neste quinto dia do ano recordámos a passagem por Cabra, cidade da Andaluzia, no sul de Espanha, que faz parte dos Caminos de Pasión. Mais precisamente recordámos a romaria da Virgen de la Sierra.

Esta imagem é toda ela Fé. Só depois, quando a vi no computador, é que reparei naqueles raios de luz que espreitavam pelos ramos das árvores no topo do monte… dá-lhe um ambiente ainda mais feérico. As pessoas olham para a imagem a Santa no andor, enquanto ela entra lentamente no santuário onde fica guardada a maior parte do ano.

Estive presente na celebração, que é esta romaria da Virgem da Serra, e não sendo eu muito dada a religiosidades, nesta fiquei muito emocionada com a alegria desta festa. Não há dor, não há tristeza, há lágrimas de alegria e satisfação. E batem-se palmas à chegada da imagem da Virgem.

“Domingo de manhã, dia 9 de outubro 2016: a Virgem sai da igreja onde, na noite anterior, foi celebrada uma missa especial, para assinalar a partida da padroeira para a Serra. Toda a gente está bem vestida e bem penteada, como se fossem a um casamento. Dentro da igreja, dizem Vivas à Santa, enquanto se despedem.”
(…)

“Continuámos a nossa espera pela Santa. Estamos mesmo no El Picacho, o ponto mais alto da serra (1.217 metros) e todos olham para o fundo do monte. São 11h30 e já se vê o andor em movimento, com a procissão a meio da serra, seguida por inúmeros cavaleiros. Uma hora depois começa a sentir-se o alvoroço. A Virgem está a chegar, dão-se vivas pelo caminho e batem-se palmas. Há muita alegria nesta festa e neste regresso da Padroeira à sua Igreja.

Os devotos são de todas as idades e dão apoio aos que carregam, há muitas horas, o andor serra acima. É visível o sofrimento de quem carrega o pesado andor, mas também se nota a felicidade por terem chegado ao destino. Os sinos batem a repique. Vejo uma só mulher no meio dos muitos homens, que carregam a virgem. Está branca de emoção. Chora de felicidade. Atrás dos que carregam o andor outros seguram-se entre si para se apoiarem no esforço final. Faltam apenas alguns metros para o andor dar uma volta de 180 graus e entrar na Igreja. As vivas e palmas continuam, e os sinos não páram de tocar. É um momento de muita emoção para todos.”

– Continue a ler mais no Viaje Comigo.

Veja aqui outras imagens e outras histórias da rubrica “Uma fotografia por dia…”.

Procissão na Serra de Cabra © Viaje Comigo

Procissão na Serra de Cabra © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Regressar ao topo

Partilhe esta página