Sé Catedral da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha © Viaje Comigo Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo
Publicado em Outubro 18, 2018

Aldeias Históricas de Portugal: a pitoresca Idanha-a-Velha

Centro/ Portugal [ Aldeias Históricas de Portugal/ Idanha-a-Nova/ Idanha-a-Velha ]

É no concelho de Idanha-a-Nova, distrito de Castelo Branco, que está situada uma das 12 Aldeias Históricas de Portugal: Idanha-a-Velha é muito pitoresca mas, mais do que ter monumentos para apresentar, é uma aldeia em que a História fala mais alto em cada canto. Com o apoio do posto de turismo dei uma volta à vila, onde não faltam curiosidades por entre muitas ruínas e achados arqueológicos. Vejam o vídeo:

Ainda recentemente, foi publicada uma notícia que revela que foram encontradas ruínas que provam a existência de uma porta romana em Idanha-a-Velha. Assim é o trabalho de quem estuda o território e aqui não faltarão achados arqueológicos que reconstroem a História local, como se um puzzle se tratasse.

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha - Portugal © Viaje Comigo.JPG

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha – Portugal © Viaje Comigo

Segundo estudos efetuados, Idanha-a-Velha está situada onde outrora existiu uma cidade romana (no território da Civitas Igaeditanorum), no século I a.C., que se tornou sede episcopal durante o domínio suevo e visigótico – tendo também sido ocupada por muçulmanos, no século VIII, e posteriormente reconquistada pelos cristãos, no século XII. Mas, foi a sua doação à Ordem do Templo, no século XIII, que ditou a sua história mais recente.

Sé/Catedral da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Sé/Catedral da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

E a importância de Idanha-a-Velha, em termos estratégicos, era tão grande que os reis sempre lhe deram bastante atenção: D. Afonso Henriques entregou-a aos Templários; D. Sancho II deu-lhe o Foral (em 1229); D. Dinis incluiu-a na Ordem de Cristo (1319); e D. Manuel I (1510) deu-lhe novo Foral, contemporâneo do Pelourinho que ainda encontrámos no centro da vila.

Com o tempo, Idanha-a-Velha perdeu a importância e o vigor e, no século XIX, fica anexa a Idanha-a-Nova. Sofreu com a desertificação do interior do país e teve muitas casas abandonadas. Atualmente, alguns continuam a viver neste charmoso local (classificado como Monumento Nacional) e muitos edifícios estão a ser recuperados, de forma a explorar também a vertente turística e a criar postos de trabalho a isso ligados.

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Mesmo que o leitor pretenda fazer a visita sem guia, se encontrar locais fechados terá de ir ao posto de turismo para pedir que lhe abram as portas da Sé / Catedral e do Lagar das Varas (Azeite), por exemplo. Tudo o resto é possível visitar, ao ar livre, enquanto caminha pelas ruas desta charmosa vila.

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

ONDE DORMIR E ONDE COMER EM IDANHA-A-VELHA

Acabei por não comer nem ficar no centro de Idanha-a-Velha. Isto porque, antes de ir visitar esta Aldeia Histórica, tinha ficado a pernoitar no Monte do Vale Mosteiro (no Rosmaninhal) e, depois da visita pela manhã, fui almoçar ao centro de Idanha-a-Nova, sede de concelho, no restaurante Helana, onde se come muito bem. São dois locais que sugiro fervorosamente.

Se quiser continuar os passeios com as Aldeias Históricas de Portugal, as que estão mais próximas são:
Monsanto: 15 Km
Castelo Novo: 46 Km

– Está à procura de hotéis para a sua viagem? Pesquise aqui

Buscar hotel

Destino
Data de entrada
Data de saida
Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

O QUE VER / VISITAR EM IDANHA-A-VELHA

Como comecei a minha visita: deixei o carro no estacionamento e parti, a pé, para a descoberta de Idanha-a-Velha, entrando pela Porta Norte, junto da muralha. À medida que vai caminhando vai encontrar uma mansão em obras (que pertence à família Marrocos, muito conhecida por aqui) e um café, no centro da vila, muito perto do Pelourinho. Na rua por detrás do café está o Posto de Turismo onde poderá obter mais informações, sobre o património, e a ajuda para abrir as portas de locais para visitar.

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha - Portugal © Viaje Comigo.JPG

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha – Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha - Portugal © Viaje Comigo.JPG

Posto de Turismo – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha – Portugal © Viaje Comigo

– PORTA NORTE

A muralha surgiu entre o final do século II e o início do século IV d.C. Além do muro, tem torreões, e umas escadas por onde poderá subir e percorrer a parte superior da muralha. Daqui partia a via que se dirigia a Braga, durante o tempo em que Idanha-a-Velha era uma cidade romana.

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha - Portugal © Viaje Comigo.JPG

Porta Norte – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha – Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha - Portugal © Viaje Comigo.JPG

Porta Norte e muralhas – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha – Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha - Portugal © Viaje Comigo.JPG

Muralha da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha – Portugal © Viaje Comigo

– PORTA SUL OU PORTA DO RIO PÔNSUL

Porta em frente à Sé /Catedral de Idanha-a-Velha, a caminho para a ponte romana e para as poldras sobre o rio Pônsul. Do lado de dentro, à direita, encontra as ruínas de uma casa romana.

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Porta Sul ou Porta do Rio Pônsul – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

– RUÍNAS DE CASA ROMANA

Estas ruínas – que ainda são alvo de estudo e pesquisas – estão junto da Porta Sul e em frente à Sé / Catedral de Idanha-a-velha. Apelidada de “casa romana de átrio” foi descoberta aquando da construção do Arquivo Epigráfico. Deverá ter sido construída em finais do século I d.C. e terá desaparecido quando se iniciou a construção da muralha. O fragmento à mostra é de um átrio, com pátio coberto, um corredor e duas divisões.

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Ruínas de casa romana, Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

– TORRE DOS TEMPLÁRIOS

Como disse acima, os Templários foram muito importantes na História de Idanha-a-Velha. Existe uma torre, um pouco em ruínas, que terá sido construída em meados do século XIII (já que tem a inscrição de 1245) e que serviria de proteção ao estilo de castelo, onde foi recortada uma janela. Também estão a fazer escavações junto da torre para estudarem mais achados arqueológicos encontrados – por isso, se vir a terra tapada com um plástico preto, não mexa. São escavações a decorrer.

Janela da Torre dos Templários - Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha - Portugal © Viaje Comigo

Janela da Torre dos Templários – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha – Portugal © Viaje Comigo

Torre dos Templários - Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha - Portugal © Viaje Comigo

Torre dos Templários – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha – Portugal © Viaje Comigo

IGREJAS E CAPELAS DE IDANHA-A-VELHA

– Igreja de Santa Maria (Sé / Catedral)
Na porta da igreja terá a informação de que, se quiser visitar o interior, terá de contactar o Posto de Turismo. Apesar de entrarmos pela porta virada para a Porta Sul, a principal seria do lado esquerdo, que foi descoberta durante trabalhos arqueológicos. A própria Igreja terá sofrido várias remodelações, em diversos séculos, e consegue-se ver, através de um vidro no chão, os achados dos batistérios, em dois pontos da igreja. Crê-se que terá sido construída em finais do século IX, mas que já teriam existido no mesmo local outros templos sagrados. Os Templários terão recuperado a igreja, em meados do século XIII, dedicando-a a Santa Maria.

Sé/Catedral da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Sé/Catedral da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Sé/Catedral da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Sé/Catedral da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Ruínas debaixo do chão, que se podem ver através do vidro – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Entrada principal da Sé – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Sé/Catedral da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Interior da Sé/Catedral da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Interior da Sé/Catedral da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Interior da Sé/Catedral da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Sé/Catedral da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Interior da Sé/Catedral da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

– Igreja Matriz
É a Igreja Matriz, mas já tinha sido da Misericórdia e é dos séculos XVII-XVIII, com estilo renascentista.

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Igreja Matriz da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

– Capela de Espírito Santo
Construída entre os séculos XVI e XVII, a Capela de Espírito Santo teve obras de reabilitação. Fica no largo do Espírito Santo e é onde se realizam festas locais, como a festa anual de Nossa Senhora da Conceição, que é padroeira da paróquia.

– Capela de São Dâmaso
Fica junto ao rio, esta Capela de São Dâmaso. Na frontaria tem a data de construção, 1748, e é de feição maneirista tardia.

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Capela de São Dâmaso – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

– Capela de São Sebastião
Foi o primeiro edifício que vi, depois de ter estacionado o carro no parque, antes de chegar à Porta Norte. A Capela de São Sebastião é do século XVII, mas foi adaptada, no século XX, ao Museu Lapidar Igeditano. Atualmente está em ruínas, à espera de intervenção.

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha - Portugal © Viaje Comigo.JPG

Capela de S. Sebastião – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha – Portugal © Viaje Comigo.JPG

– PELOURINHO DE IDANHA-A-VELHA

Está no Largo da Igreja, frente à Igreja Matriz de Idanha-a-Velha, e está datado de 1510, aquando do Foral outorgado por D. Manuel I. Classificado como Imóvel de Interesse Público, o Pelourinho tem uma plataforma redonda com três degraus e escudos no capitel, assim como as armas reais e a cruz de Cristo.

Pelourinho da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha - Portugal © Viaje Comigo

Pelourinho da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha – Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha - Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha – Portugal © Viaje Comigo

– POLDRAS SOBRE O RIO PÔNSUL

Diz, quem as contou, que são 43 poldras sobre o rio Pônsul. Pela fotografia podem ver que, como visitei Idanha-a-Velha no verão, o rio não estava com uma grande caudal… aliás, estava bastante seco nesta parte. Logo, a serventia das pedras não era muita, uma vez que servem para as pessoas atravessarem sem se molharem. Quando começar a chover, dizem-me, terão muita utilidade.

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Rio estava seco: Poldras do rio Pônsul, Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

– PONTE DE ORIGEM ROMANA

Uns chamam-he Ponte Romana outros Ponte Velha. Atravessa o rio Pônsul e, de facto, tem origem romana, mas teve várias reformas durante os séculos. Esta ponte ligava Mérida a Braga.

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Ponte de origem romana – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Vista da ponte (o rio estava seco, no verão) na Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

– LAGAR DAS VARAS

Na porta, vai encontrar a informação de que para visitar este antigo lagar tem de ir, ao Posto de Turismo, pedir para lhe abrirem as portas (de terça-feira a domingo, consoante a disponibilidade). É um edifício que terá sido construído em finais do século XIX, mas a data de 1755 faz crer que terá existido aqui um outro lagar, anteriormente. Está dividido em três salas: sala das tulhas e pio; sala das prensas de varas; e sala de bagaceira. E aqui se pode ver como se fazia antigamente a transformação de produtos agrícolas, resultando em azeite e bagaço, por exemplo.

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Lagar das Varas – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Lagar das Varas – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Lagar das Varas – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

– ARQUIVO EPIGRÁFICO

Este espaço também estava encerrado, mas abriram-me a porta depois da visita ao Lagar das Varas (que fica nas traseiras). É aqui que está guardada uma vasta coleção epigráfica romana de Idanha-a-Velha, sendo considerada uma das mais representativas do país.
São apresentadas 86 peças/pedras, de um total de 210, que contam com informação e tecnologia multimédia associada, para perceber melhor o que significam.

Arquivo Epigráfico - Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Arquivo Epigráfico – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Arquivo Epigráfico - Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Arquivo Epigráfico – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Arquivo Epigráfico - Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Arquivo Epigráfico – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Arquivo Epigráfico - Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Arquivo Epigráfico – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

– FORNO COMUNITÁRIO

Falo novamente da família Marrocos, muito conhecida em Idanha-a-Velha e que é proprietária de vários edifícios. Também lhe pertencia este forno de cozer pão, que é comunitário. Estava encerrado quando visitei a vila e não pude ver o interior.

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Forno Comunitário – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Forno Comunitário - Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Forno Comunitário – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

– PALHEIROS DE SÃO DÂMASO

Junto da Capela de São Dâmaso, estão os Palheiros de São Dâmaso que foram totalmente recuperados. Mantêm-se as paredes exteriores mas em cima vê-se uma estrutra moderna, preta, que conseguiram incluir sem que se destaque muito. É agora o edifício da Oficina de Arqueologia, onde habita quem estuda a História e os achados arqueológicos que Idanha-a-Velha vai descobrindo. No interior, passa um troço de muralha, com uma torre semicircular, que a chapa de cobre preta imita.

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Palheiros de São Dâmaso, com a estrutura preta no telhado – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Mais informações nas Aldeias Históricas de Portugal.

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha - Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha – Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Casa da família Marrocos – Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Calçada da Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Aldeia Histórica de Idanha-a-Velha. Portugal © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo