Torrar café Kopi Luwak - Bali - Indonesia © Viaje Comigo
Publicado em Março 31, 2022

Kopi Luwak – o café gourmet “aromatizado” com fezes

Ásia/ Indonésia [ Bali ]

Em Bali, na Indonésia, existe um dos cafés mais caros (senão o mais caro!) do mundo): o Kopi Luwak. Sabia que o ingrediente especial, que torna esse café tão aromático, são as fezes de civeta?! Começou por algo normal – o animal comia as bagas e entre as fezes a mesma era torrada e tratada – mas, agora para cumprir metas de produção, o desgraçado do animal é quase um escravo… e é este tipo de turismo que não queremos.

O animal civeta - do café Kopi Luwak - Bali - Indonésia © Viaje Comigo

O animal civeta – do café Kopi Luwak – Bali – Indonésia © Viaje Comigo

Kopi Luwak - Bali - Indonésia - Foto afridany501 © Pixabay

Kopi Luwak – Bali – Indonésia – Foto afridany501 © Pixabay

Este texto serve para informar: onde é produzido o Café Luwak, como é feito e o porquê de ser o café mais caro do mundo. Conheça também o real impacto da produção deste produto que é considerado uma iguaria.

Um dos tours que fiz em Bali, em 2019, incluía essa visita. Ora, não sendo eu apreciadora de café (adoro o cheiro, mas não bebo!) e sendo curiosa por natureza fui somente ver tudo ao local que dá a provar esses cafés. E “dá”, na verdade não dá nada… o café custava cerca de 3€ e já li comentários que é muito bom no local, mas depois o que compram e levam para casa não tem qualquer tipo de sabor.

Torrar manualmente o café Kopi Luwak - Bali - Indonesia © Viaje Comigo

Torrar manualmente o café Kopi Luwak – Bali – Indonésia © Viaje Comigo

Kopi Luwak ou Café de civeta

Kopi é uma palavra indonésia que significa “café” e Luwak é o que os Indonésios chamam à civeta.
É produzido com os grãos de café extraídos das fezes da civeta, maioritariamente nas ilhas de Sumatra, Java, Bali, e Sulawesi, nos arquipélagos da Indonésia.

A civeta é um mamífero, uma espécie de gato selvagem, com pelagem manchada e focinho pontiagudo, que vive nas palmeiras da Indonésia. Ela alimenta-se de roedores, cobras, sapos, frutas, para além dos grãos de café, que costuma selecionar antes de ingerir. O seu sistema digestivo composto por bactérias e enzimas únicas, permite que apenas a polpa seja digerida e as sementes saiam inteiras, nas fezes.

Kopi Luwak - Bali - Indonésia © Viaje Comigo

Kopi Luwak – Bali – Indonésia © Viaje Comigo

Os grãos são então apanhados, limpos e tostados, estando assim o café aromatizado com fezes de civeta, pronto a ser vendido.

Este tipo de produção acontece também em Madagáscar e nas Filipinas (onde o produto é chamado de Kape Alamid). No Vietnam, existe um tipo de café semelhante, o Weasel Coffee, porém, neste caso, os grãos são defecados por doninhas. No Brasil, existe ainda um café colhido das fezes do jacu, que é uma ave originária da América do Sul.

– Está à procura de alojamentos para a sua viagem? Pesquise aqui

Buscar hotel

Destino
Data de entrada
Data de saida

Precisas de SEGURO DE VIAGEM? Ao ires por este link tens, como leitor do Viaje Comigo, 5% de desconto! Viaja em segurança!

Iati seguros

Café Kopi Luwak - Bali - Indonesia © Viaje Comigo

Café Kopi Luwak – Bali – Indonésia © Viaje Comigo

Origem histórica do Kopi Luwak

Diz-se que a origem do Kopi Luwak remonta ao ano de 1700, quando os holandeses iniciaram as primeiras plantações de café em Sumatra e Java. Segundo a lenda, os habitantes locais repararam que os animais selvagens estavam a comer os grãos de café maduros e que eles voltavam a sair inteiros nas fezes.

Como a população era proibida de colher os grãos de café para si, começaram a apanhar os que os animais deixavam para trás e assim se criou o Kopi Luwak.
Mais recentemente, tornou-se um produto gourmet na América nos anos 90. Isto foi graças a Anthony Wild, autor do famoso livro sobre o café – “Coffee: A Dark History”.

Kopi Luwak - Bali - Indonésia © Viaje Comigo

Kopi Luwak – Bali – Indonésia © Viaje Comigo

Ao que sabe e quanto custa Kopi Luwak?

Diz quem provou Kopi Luwak que o seu sabor é menos ácido e amargo que o dos cafés comuns e costuma ser descrito como uma mistura de chocolate e sumo de uva, ou, frutos vermelhos.

Tendo uma produção bastante limitada (menos de 230 quilos por ano), acaba também por ter valores bastante elevados, estima-se que cerca de 2600€ o quilo.

Café Kopi Luwak - Foto leewei © Pixabay

Café Kopi Luwak – Foto leewei © Pixabay

A que custo se produz o Kopi Luwak?

Quando este tipo de café Kopi Luwak começou a ser produzido, ao ritmo da natureza, apanhando o que as civetas largavam, de modo orgânico, tratava-se de uma produção mais ética e sem agredir a espécie.

Contudo, é inegável que vivemos num mundo capitalista e, tudo o que encerra si a possibilidade de lucro, acaba por transformar-se em negócio. Claro que, não ajudou o facto destes grãos especiais terem aparecido no Oprah Winfrey Show e no filme de Morgan Freeman e Jack Nicholson – “The Bucket List”. Depressa começou a corrida ao café de civeta. As exportações para o Japão, Europa e Estados Unidos da América aumentaram exponencialmente.

A produção começou a ser feita de um modo menos natural e, segundo repórteres da BBC, com recurso ao abuso animal. O que nos deixa preocupados.

Como não compactuar com isso é a parte difícil… fica à consciência de cada um. Mas poderão sempre, quando visitarem Bali, procurarem locais de produção ética e certificada.
Boas viagens!

Kopi Luwak - Bali - Indonésia © Viaje Comigo

Kopi Luwak – Bali – Indonésia © Viaje Comigo

Civeta - Bali - Indonésia -Foto naveensharma94166 © Pixabay

Civeta – Bali – Indonésia -Foto naveensharma94166 © Pixabay

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo