Susana Ribeiro - Óbidos - Portugal © Viaje Comigo
Publicado em Setembro 14, 2021

Programa de 4 dias em Óbidos: do castelo aos arredores

Notícias/ Portugal [ Óbidos ]

Primeiro pressuposto deste roteiro: quando se fala em visitar Óbidos, não é só do interior do castelo e das muralhas – primorosamente conservadas durante séculos – que estamos a falar. Óbidos é muito mais do que esse centro histórico e – além de existirem segredos bem escondidos nesse centro – nos arredores existem ainda mais pretextos para lá irmos… mais do que uma vez! Quem conhece bem Óbidos?

Castelo de Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Castelo de Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

O guia com património de Óbidos já existe e está publicado no Viaje Comigo, mas até eu tinha dificuldade em voltar mais vezes, fora dos grandes eventos, dizendo a mim própria: já lá fui! A verdade é que existem sempre coisas novas e diferentes para fazer. Vou-vos deixar aqui o meu roteiro de quatro dias por lá. Fui sozinha e aproveitei muito bem todos os dias em Óbidos. Quais das seguinte dicas/sugestões não conheciam de todo?

Siga o roteiro de Óbidos
Programa de 4 dias para o castelo e arredores
Restaurantes em Óbidos
Alojamento: onde dormir em Óbidos

Dentro das muralhas de Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Dentro das muralhas de Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Por muito que se distraiam nas horas, na vila de Óbidos, as 13 horas são dadas pelo toque dos bombeiros. O som é curto, mas bastante audível em toda a vila. E desperta a fome… mesmo que estivesse adormecida! As sugestões de restaurantes estão mais baixo – o alojamento também, sendo que, desta vez, fiquei alojada no Josefa D’Óbidos Hotel.

Josefa d´Óbidos Hotel -Óbidos - Portugal @ Viaje Comigo

Josefa d´Óbidos Hotel -Óbidos – Portugal @ Viaje Comigo

Josefa d´Óbidos Hotel -Óbidos - Portugal @ Viaje Comigo

Josefa d´Óbidos Hotel -Óbidos – Portugal @ Viaje Comigo

Josefa d´Óbidos Hotel -Óbidos - Portugal @ Viaje Comigo

Josefa d´Óbidos Hotel -Óbidos – Portugal @ Viaje Comigo

Em 1148, D. Afonso Henriques conquistou Óbidos aos Mouros e viveu neste castelo. Que tornou a vila, como se fosse o centro de Portugal… porque aqui vivia o rei! Seguiram-se vários reis que ofereceram esta vila às rainhas, como dote de casamento. E a rainha é que ficava dona disto de tudo, e mandava e desmandava. Essa energia feminina ainda se sente na vila, onde várias rainhas criaram infra-estruturas importantes como hospitais (D. Leonor criou o Hospital e a Igreja da Misericórdia), locais para tratar leprosos (D. Isabel), mandaram fazer um aqueduto para abastecer a vila de água (D. Catarina de Áustria), e mandaram construir mais as fontes (D. Maria). As rainhas foram uma espécie de “mecenas” da vila.

Sem dúvida, dizem-me guias turísticos de Óbidos, que as rainhas foram quem mais fez por desenvolver estruturas para a população e criaram melhores condições de vida. E é esse passado que merece ser recordado nos dias de hoje, para se visitar uma vila tão histórica!

Entrada da Vila - Óbidos - Portugal @ Viaje Comigo

Entrada da Vila – Óbidos – Portugal @ Viaje Comigo

PROGRAMA DE QUATRO DIAS EM ÓBIDOS

Mal cheguei à vila, comecei por me instalar no Josefa D’Óbidos Hotel. O hotel fica a poucos metros (3 minutos a pé) da entrada principal: a Porta da Vila. E há um bom motivo fotográfico para entrar por aqui, aquele oratório tem toda a razão de existir – muitos perderam a vida aqui, uma vez que esta era a entrada numa vila que sofreu várias tentativas de ataque ao longo de séculos, até que D. Afonso Henriques a ganhou aos mouros. Ali está a Nossa Senhora da Piedade, mas é o painel de azulejos que nos rouba e prega o olhar para cima.

Óbidos © Viaje Comigo

Óbidos © Viaje Comigo

Entrada da Vila - Óbidos - Portugal @ Viaje Comigo

Entrada da Vila – Óbidos – Portugal @ Viaje Comigo

Mas… antes de entrarmos repare, do lado direito da muralha, na bonita loja do Espaço Ó – ID Local Concept Store – onde vai encontrar dezenas de trabalhos diferentes de artesãos locais; desde têxteis, designers, joalheiros, bonecos, desenhos, pinturas, roupas, etc. Há de tudo um pouco, numa loja que enaltece a Identidade Local e, por isso, bastou-lhe acrescentar o Store para ter um nome muito leal à causa. Se há loja que merece uma visita mais demorada, é esta!

ID Local Concept Store Óbidos - Portugal @ Viaje Comigo

Espaço Ó – ID Local Concept Store Óbidos – Portugal @ Viaje Comigo

ID Local Concept Store Óbidos - Portugal @ Viaje Comigo

Espaço Ó – ID Local Concept Store Óbidos – Portugal @ Viaje Comigo

Espaço Ó - ID Local Concept Store Óbidos - Portugal @ Viaje Comigo

Espaço Ó – ID Local Concept Store Óbidos – Portugal @ Viaje Comigo

Espaço Ó - ID Local Concept Store Óbidos - Portugal @ Viaje Comigo

Espaço Ó – ID Local Concept Store Óbidos – Portugal @ Viaje Comigo

Sigo depois para um dos meus espaços preferidos da vila de Óbidos – participei no Festival Latitudes e foi nessa altura que ficou na “lista de locais a voltar” – que é uma livraria e um Mercado Biológico, onde a fruta e os legumes são sempre frescos e, pasmem-se… cheiram e sabem mesmo a fruta e legumes, sem pretensões de serem os mais bonitos da prateleira. No entanto, aqui também os olhos comem e tudo está tão apresentável que é um gosto comprar até um canudinho de frutos vermelhos para comer enquanto se passeia. A Livraria do Mercado faz parte do roteiro da Vila Literária.

Livraria do Mercado Biológico, Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Livraria do Mercado Biológico, Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Mercado Biológico, Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Mercado Biológico, Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

A subida à muralha, para obviamente tirar muitas fotografias, é outras das coisas que faço vezes em conta. E quando a fome apertou… fui dar ao restaurante Lounge. Tem uma esplanada na rua, outra no interior e ainda uma outra sala interior. Dá para dezenas de pessoas, o que em tempos de pandemia é sempre bom, para manter a distância, e aproveitar para comer ao ar livre. Comi um peixe grelhado (robalo) com excelentes legumes e uma sangria para matar a sede. Para a sobremesa, porque queria fugir dos doces – mas tinham doçuras muito apelativas – veio o ananás regado com ginja com chocolate. Delicioso e até meio-saudável…

Restaurante Lounge - Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Lounge – Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Lounge - Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Lounge – Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Lounge - Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Lounge – Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

A primeira ginjinha do dia – ou não fosse esta a terra da Ginja! – é na loja onde está representada a Oppidum, marca que criou a ideia dos copos de chocolate para acompanhar este néctar tão conhecido e apreciado. O projeto Oppidum é um negócio familiar, que se orgulha de dizer que faz a ginja… com ginjas de produção local. Dário Pimpão deu o salto e a ginja já viaja além-mares, com a exportação sempre a subir. E também devido ao Festival do Chocolate – que acontece todos os anos em Óbidos – os copos de chocolate a acompanhar a ginjinha, começaram a fazer todo o sentido… e todo o sabor. Criado foi o slogan “beba a ginja e coma o copo”, pela casa e mercearia – onde está a Oppidum Store – que, desde 1950, permanece na mesma família.

Oppidum Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Oppidum Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Conheci a Marta Pimpão, da Oppidum, que me ofereceu a mais personalizada garrafa que já alguma vez recebi. O rótulo é uma fotografia minha em Óbidos e a frase desperta o meu sentido de “wanderlust” mas não só. A frase “Viajar? Para viajar basta existir!” (de Fernando Pessoa) está relacionada também com a Óbidos Poetry Sessions: ginja e poesia, parece-me a combinação perfeita! Vídeos que ilustram essas acções podem ser encontrados aqui e aqui.

Oppidum Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Oppidum Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Oppidum Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

A minha garrafa de Ginja de Óbidos – Oppidum Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Ora, se já vos referi que em Óbidos há uma energia feminina muito grande – assim, como nas Caldas da Rainha o senti – nem só de Rainhas se faz aqui História. Josefa de Óbidos foi uma pintora marcante e também ela tem aqui um lugar de destaque na História local. São muitas as referências que se podem encontrar na vila, mas basta ir à Igreja de Santa Maria, onde se podem encontrar cinco pinturas de relevo desta artista. No Museu Municipal também encontra muitas obras dela, entre outros artistas.

Igreja Santa Maria - Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Igreja Santa Maria – Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Que Óbidos é histórico já o sabemos, mas digo-vos que também pode ser muito divertido e aventureiro. Na Torre do Castelo, há uma experiência imersiva a experimentar: a Escape Tower. Convém ser no mínimo 2 pessoas a jogarem, ou mais, para que seja certamente um desafio maior. Vão-nos sendo dadas pistas, para irmos passando de nível a nível num jogo muito interessante… E mais não posso desvendar porque senão seria um enorme spoiler do jogo! E também… quanto menos souberem, menos vão complicar! Acreditem que é muito divertido!

Escape Tower Room - Óbidos - Portugal @ Viaje Comigo

Escape Tower Room – Óbidos – Portugal @ Viaje Comigo

Pela noite, fui jantar ao restaurante Pretencioso. Que o nome não vos engane. A comida é genuína e os donos também. Às terças e quintas-feiras há música ao vivo e, naquele jardim maravilhoso, comi um bife com molho de ginjas e especiarias e um puré e verduras. Que delícia. Não consegui sair de lá sem provar o bolo de chocolate com morangos… ao som de música ao vivo… parecia um evento exclusivo. Vale muito a pena lá ir.

Restaurante Pretencioso - Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Pretencioso – Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Pretencioso - Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Pretencioso – Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Pretencioso - Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Pretencioso – Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Música ao vivo no Restaurante Pretencioso - Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Música ao vivo no Restaurante Pretencioso – Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

No segundo dia, fui fazer um workshop de joalharia com a designer Cecília Ribeiro, que também tem peças da sua autoria no Espaço Ó – ID Local Concept Store. Durante umas horas, fui trabalhar o metal para fazer uma pequena pulseira. O resultado do trabalho é brutal: aprendemos e ainda saímos de lá com uma recordação única.

Cecilia Ribeiro - Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Cecilia Ribeiro – Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Cecilia Ribeiro - Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Workshop de Cecilia Ribeiro – Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Workshop de Cecilia Ribeiro - Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Workshop de Cecilia Ribeiro – Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Este é também um espaço da autarquia que ajuda quem quer lançar o seu próprio negócio. Na parte dos restaurantes, encontrei o restaurante Avocado, onde almocei nesse dia. Que comida maravilhosa! E como se o mimo ao paladar não fosse suficiente, a apresentação é igualmente preciosa e aqui percebe-se porque os olhos também como! Produtos frescos, saladas muito bem servidas, e as sobremesas são uma verdadeira tentação.

Restaurante Avocado -Óbidos - Portugal @ Viaje Comigo

Restaurante Avocado -Óbidos – Portugal @ Viaje Comigo

Restaurante Avocado -Óbidos - Portugal @ Viaje Comigo

Restaurante Avocado -Óbidos – Portugal @ Viaje Comigo

Ao jantar, fui experimentar a conceituada Taberna O Lidador. Para este restaurante, não basta estar dentro da muralha, porque construiu uma muralha própria, que faz parte da decoração com vista para o exterior. Também no exterior se destaca, porque tem a mais bonita buganvília a colorir a entrada e um pequeno bar, com um cantinho acolhedor para começar a noite a experimentar um cocktail, a partir da Ginja da casa. A comida é muito saborosa. Começámos pela espetada de camarões, e o queijo gratinado com frutos vermelhos, como entradas; e o prato principal, o bacalhau assado na telha… estava divinal. Se ainda houver barriga, percam-se nas sobremesas: há umas 10 diferentes para escolher, desde a mousse de chocolate, à baba de camelo, bolo de bolacha, ovos moles, etc.

Taberna O Lidador- Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Taberna O Lidador- Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Taberna O Lidador- Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Taberna O Lidador- Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Passeio com Great West, Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Passeio com Great West, Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Num outro dia, fui fazer um passeio especial com a empresa The Great West: fui conhecer os arredores de Óbidos, de 4×4, e perceber que a costa Oeste merece visitas mais demoradas do que o habitual. Tem um património paisagístico muito bonito! E que caminhos desconhecidos fui descobrir, pelo meio do pinhal, e fazendo toda a volta em redor da bonita Lagoa de Óbidos, até ir à deslumbrante vista da Foz do Arelho.

Lagoa de Óbidos, Passeio com Great West, Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Lagoa de Óbidos, Passeio com Great West, Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

PR6 Patos Reais - Passeio com Great West, Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

PR6 Patos Reais – Passeio com Great West, Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

O passeio começa no centro da vila de Óbidos, passa pelas aldeias do Carregal e Arelho e vamos dar aos trilhos pedestres ao lado da que é a maior lagoa de água salgada da Europa: com 17 quilómetros quadrados e com uma profundidade de cerca de 2 metros, exceptuando os locais onde tem bancos de areia.
No braço da Barrosa vimos os flamingos brancos e o caminho (PR6) do Trilho dos Patos Reais e, mais adiante, no Covão dos Musaranhos (onde tem esplanada e café) muitas crianças preparavam-se para fazer a aula de SUP (stand up paddle). Passámos nas coloridas casas da Aldeia da Lapinha, uma típica aldeia, localizada no Bom Sucesso, nas margens da Lagoa de Óbidos.

Passeio com Great West, Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Passeio com Great West, Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Passeio com Great West, Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Passeio com Great West, Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Passeio com Great West, Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Observatório da Lagoa, Passeio com Great West, Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Lagoa de Óbidos, Passeio com Great West, Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Lagoa de Óbidos, Passeio com Great West, Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Lagoa de Óbidos, Passeio com Great West, Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Flamingos na Lagoa de Óbidos, Passeio com Great West, Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

A paragem para almoço foi na Taverna Viracopos, na Amoreira. Os sabores são caseiros e a apresentação traz-nos uma certa mestria à mesa. Para entrada uma tosta de queijo e camarões, regados com molho picante (adorei!); o prato principal, eram as lulas grelhadas que ficaram na memória até hoje, de tão boas que estavam. A sobremesa é também ela caseira: gelado!

Taberna ViraCopos - Amoreira - Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Taberna ViraCopos – Amoreira – Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

No final do dia, fui jantar ao Jamon Jamon. Tem mesas no interior, mas aquele pátio tem algo de romântico e vale a pena conhecer. Fica fora da muralha, a paredes meias com uma capela, e os petiscos são reis nesta casa, tanto portugueses como espanhóis. Assim, decidi pedir duas entradas para picar: o hambúrguer de morcela e o choco frito. Mas há muito mais como as bolinhas de alheira com cogumelos e ainda pratos principais como a açorda de legumes ou o trio de lagareiros com polvo, choco e bacalhau… etc. As sobremesas prometem… babei a olhar para os bolos mas acabei por escolher a Pêra Bêbeda. Tudo delicioso!

Jamon Jamon, Óbidos -Portugal © Viaje Comigo

Jamon Jamon, Óbidos -Portugal © Viaje Comigo

Dentro das muralhas de Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Dentro das muralhas de Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Lago de Óbidos - Portugal © Viaje Comigo

Lago de Óbidos – Portugal © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo