Óbidos © Viaje Comigo
Publicado em Fevereiro 11, 2016

Visitar a belíssima vila de Óbidos, Portugal

Centro/ Portugal [ Óbidos ]

Em Leiria, Óbidos é uma pitoresca vila muralhada, de ambiente medieval, com um bonito Castelo, que acolhe inúmeros eventos, e que é conhecida pela sua deliciosa ginja, pelos bordados originais, pelos trabalhos em verguinha e pela beleza natural. É também um dos destinos turísticos mais populares de Portugal e recentemente renovou-se com eventos literários intitulando-se Vila Literária – e designada Cidade Criativa da Literatura pela UNESCO.

As suas muralhas contam a história de uma vila que, outrora, recebia a realeza, que para lá ia descansar ou afastar-se dos conflitos da Corte. A sua localização sempre foi cobiçada mas, em 1148, D. Afonso Henriques tomou Óbidos, de vez, aos árabes.

Mais tarde, a vila foi oferecida por D. Dinis à sua esposa, D. Isabel. Óbidos ficou assim pertença da Casa das Rainhas, facto esse que se repercutiu em muitas obras levadas a cabo… pelas mulheres da realeza.

Castelo de Óbidos © Viaje Comigo

Castelo de Óbidos © Viaje Comigo

Rua em Óbidos © Viaje Comigo

Rua em Óbidos © Viaje Comigo

Para conhecer a vila, nada como que passear pelas ruelas, carregadas de pormenores arquitetónicos que sobreviveram a séculos de história e principalmente ao terramoto de 1755. Apesar de essa catástrofe natural ter destruído partes da muralha, edifícios e templos, ainda muito ficou para se ver hoje em dia e outras partes estão perfeitamente intactas.

Uma das figuras centrais ligadas a esta vila é Josefa D’Óbidos. Nasceu em Sevilha mas foi em Óbidos que se instalou e que, mais tarde, se destacou como pintora, desafiando as regras de uma sociedade que não aceitava de forma simpática o talento artístico de uma mulher. Pode ver em vários locais a referência ao seu nome e trabalho.

Óbidos © Viaje Comigo

Óbidos © Viaje Comigo

NATUREZA

A natureza é um dos bens mais preciosos e abundantes nas redondezas da vila, e não faltam opções para a explorar!
Podem desfrutar da Lagoa de Óbidos ou relaxar nas praias mais próximas: Praia de Covões (selvagem), Praia do Bom Sucesso, Praia d’El Rei ou na Praia de Rei Cortiço.

Pode passear (a pé ou de bicicleta) na Eco-Via – Várzea da Rainha, que liga a Vila à Praia do Bom Sucesso, explorar os trilhos turísticos e os diferentes percursos e ainda jogar uma partida de golfe no Praia D’El Rey, com vista para as Berlengas.

Castelo de Óbidos © Viaje Comigo

Castelo de Óbidos © Viaje Comigo

O QUE VISITAR EM ÓBIDOS?

Castelo de Óbidos
Sofreu inúmeras alterações ao longo dos anos, principalmente com o terramoto de 1755, ainda assim manteve alguns dos seus elementos originais. No século XX estava bastante danificado, até ser recuperado tornando-se a primeira pousada do Estado num edifício histórico. Atualmente é palco de inúmeros eventos como a Vila Natal, o Festival do Chocolate ou o Mercado Medieval, entre outros.

Castelo de Óbidos © Viaje Comigo

Castelo de Óbidos © Viaje Comigo

Porta da Vila
Construída por volta de 1380, é considerada a entrada principal de Óbidos e, no seu interior, alberga a capela-oratória de Nossa Senhora da Piedade, a Padroeira da Vila. É um local muito bonito, com uma varanda de azulejos datados do século XVIII, com motivos sobre a “Paixão de Cristo”.

Óbidos © Viaje Comigo

Porta da Vila, Óbidos © Viaje Comigo

Óbidos © Viaje Comigo

Porta da Vila, Óbidos © Viaje Comigo

Rua Direita – Principal
Definida entre os séculos XIII e XIV, é a rua mais conhecida da Vila e faz a ligação entre esta e o Paço dos Alcaides. Apesar de ter perdido alguns dos antigos portais góticos, mantém algumas das caraterísticas primitivas. É também onde está localizado muito do comércio tradicional.

Comércio em Óbidos © Viaje Comigo

Comércio em Óbidos © Viaje Comigo

Igreja (Matriz) de Santa Maria
O principal templo de Óbidos remonta ao período visigótico, tendo sido, inclusive, uma mesquita no período muçulmano. Aquando a conquista da Vila, em 1148, por D. Afonso Henriques, foi transformada em igreja, novamente.
Reconstruída no séculoXVI, tem o túmulo Renascentista de D. João de Noronha (1525), um retábulo de Sata Catarina pintado por Josefa de Óbidos (1661) e azulejos lindos, barrocos, de 1696.

Óbidos © Viaje Comigo

Igreja de Santa Maria de Óbidos © Viaje Comigo

Aqueduto de Óbidos
O aqueduto da Vila, também conhecido por Aqueduto da Usseira, tem 6 Km de comprimento (3 Km são subterrâneos) e foi totalmente custeado pela Rainha D. Catarina de Áustria, mulher de D. João III. E desta forma, no século XVI, surgiu o “primeiro sistema de abastecimento de água” de Óbidos.

Santuário do Senhor Jesus da Pedra
Neste santuário, datado de 1747, destacam-se as três capelas, o jogo de janelas invertidas e a imagem de pedra de Cristo Crucificado. No altar-mor está a cruz de pedra exposta, resguardada numa caixa envidraçada. Varias lendas tentam explicar milagres relacionadas com esta cruz, mas uma história demarca-se das demais. Em 1730, um lavrador diz ter sido chamado pela cruz e lhe pediu “veneração”. Quando o fez com outras pessoas terá acabado a seca na região.

Igreja de São Pedro
Tem construção medieval e foi restaurada na segunda metade do século XVI. Foi um dos monumentos afetados pelo terramoto de 1755, mas mantém um trabalho a apreciar: o retábulo barroco de talha dourada do período joanino. Aqui foi sepultada a pintora Josefa de Óbidos (1630-1684).

– Cruzeiro da Memória
Construído no século XV para comemorar a vitória de D. Afonso Henriques sobre os Mouros.

– Igreja de São Baptista
Antiga Capela de S. Vicente fundada pela Rainha Santa Isabel em 1309. Foi ampliada no século XVI e acolhe atualmente o Museu Paroquial de Óbidos.

– Igreja de Santiago / Livraria
Construída em 1186 foi reconstruída depois do terramoto de 1755 e atualmente foi readaptada e transformada numa biblioteca, de forma muito inovadora.

– Pilar Camoneano
Monumento de homenagem a Luís Vaz de Camões, desenhado pelo arquiteto Raúl Lino (1932).

Óbidos © Viaje Comigo

Igreja de São Pedro, Óbidos © Viaje Comigo

Museu Municipal de Óbidos
O Museu Municipal preserva, desde 1970, o melhor da produção artística local e homenageia a dedicação religiosa da Vila. O espólio reúne pinturas dos séculos XVI e XVIII, incluíndo dos artistas André Reinoso e Josefa d’Óbidos.

Óbidos © Viaje Comigo

Óbidos © Viaje Comigo

Galeria NovaOgiva
A Galeria NovaOgiva representa o ponto de partida de todas as expressões culturais da Vila e, através das suas exposições, exprime a história e arquitetura locais.

O QUE COMER

A caldeirada de peixe da Lagoa de Óbidos é o prato mais conhecido mas também as enguias fritas. Nas carnes, prove o ensopado de cabrito ou de borrego, as carnes na brasa e os espargos com presunto e cabrito assado.
Para adoçar a boca, tem as lampreias das Gaeiras, as trouxas-de-ovos ou os pastéis de Moura.
O licor mais conhecido da vila é a Ginjinha de Óbidos. Tem mesmo que provar!!

EVENTOS

Festival Internacional de Chocolate
Cerca de 200 mil pessoas visitam, de abril a maio, o festival mais doce da Vila onde há muita variedade de chocolate e até esculturas tentadoras.

Óbidos © Viaje Comigo

Óbidos © Viaje Comigo

Mercado Medieval de Óbidos
A animada recriação histórica de um burgo da idade média ocorre de julho a agosto e não falta animação com bobos, dançarinos, músicos, cuspidores de fogo, etc… E até gastronomia medieval!

Semana Internacional de Piano
No verão, a Vila enche-se de música através dos concertos noturnos e às aulas de piano, por todo o lado

Semana Santa
Na semana Santa a Vila apresenta-se com concertos, exposições e outras atividades de cariz cultural.

Vila de Natal
De dezembro a janeiro, Óbidos espalha o espírito natalício e encanta miúdos e graúdos com espetáculos, decoração de natal, pista e rampa de gelo, etc… e, claro, a presença do Pai Natal!

Óbidos © Viaje Comigo

Óbidos © Viaje Comigo

Óbidos © Viaje Comigo

Óbidos © Viaje Comigo

COMO CHEGAR?

Óbidos está a cerca de 80 quilómetros de Lisboa. De carro, segue a direção Lisboa – Leiria, apanha a A8 e sai da auto-estrada na saída 15. Demora cerca de 40/50 minutos.
Do Porto, apanha a A1 até Leiria e depois segue pela A8.

Se for de autocarro, consulte este site para preços e horários.

Se preferir o comboio consulte o site da CP. O comboio pára em Óbidos mas a estação é afastada do centro da vila.

Interior da muralha de Óbidos © Viaje Comigo

Interior da muralha de Óbidos © Viaje Comigo

Óbidos © Viaje Comigo

Óbidos © Viaje Comigo

Óbidos © Viaje Comigo

Óbidos © Viaje Comigo

Lojas em Óbidos © Viaje Comigo

Lojas em Óbidos © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo