Palmyra - Síria © andrelambo Pixabay
Publicado em Novembro 13, 2023

Dicas e mapas: Viajar para a Síria

Ásia/ Síria

A Síria é um país que se localiza na Ásia ocidental e que alberga paisagens diversas, desde as antigas cidades até o deserto de areia e o Mar Mediterrâneo. O país faz fronteira com a Turquia, a Jordânia, o Iraque, Israel, o Líbano e o Mar Mediterrâneo.

Viajar para a Síria permite uma compreensão mais profunda da complexa situação geopolítica na região, bem como da resiliência e força do povo sírio face a desafios significativos.
Apesar da sua área geográfica ser relativamente pequena, a Síria oferece locais históricos incríveis, alguns deles figuram na lista de Património Mundial da UNESCO, tais como as cidades de Damasco, Aleppo e Palmyra.

No entanto, alguns desses locais foram destruídos pelo Estado Islâmico em 2015. Na lista figuram monumentos como o Templo de Baal-Shamin, construído na cidade síria de Palmira; Shamin ou Beelshamên – templo dedicado à divindade Baal; o Mosteiro de Mar Elian, na cidade síria de al Qaryatain; a cidade de Apameia, entre outros locais.

Atualmente, devido às condições de segurança instáveis desde 2011, viajar para a Síria é desaconselhado, contudo, existem tours que pode fazer, com grupos organizados.

– Está à procura de outros alojamentos para a viagem? Pesquise e reserve aqui

Buscar hotel

Destino
Data de entrada
Data de saida

COMPRA DE VOOS: Para comprar os voos da viagem, clique aqui

Precisa de um e-Sim para a viagem? Compre aqui online e obtenha descontos com o Viaje Comigo – para ficar sempre contactável em viagem.

Precisa de SEGURO DE VIAGEM? Ao ir por este link tem, como leitor do Viaje Comigo, 5% de desconto! Viaje em segurança!

O que vai visitar? Marque as atividades online, para não perder tempo nas filas… ou ficar sem o seu lugar! Clica aqui.
Trabalho voluntário)
Temos uma parceria com a Consulta do Viajante Online que tens, como leitor do Viaje Comigo, 5% de descontos na tua consulta. Basta ir por este link e escrever no cupão de desconto “viajecomigo5” (assim mesmo, com minúsculas).

E segue-nos no Instagram, Facebook, TikTok, Pinterest e YouTube.

Maalula - Siria © lyad Pixabay

Maalula – Siria © lyad Pixabay

Mapa da Síria

Mapa da Síria

HISTÓRIA DA SÍRIA

A região que é hoje conhecida como Síria tem uma história que remonta a milhares de anos, com civilizações antigas como os sumérios, acádios e babilónios que se estabeleceram na área. No segundo milénio a.C., a Síria tornou-se parte do Império Hitita e, posteriormente, do Império Assírio.

Mais tarde, no século VII, as conquistas islâmicas levaram à disseminação do Islão e à incorporação da Síria no Império Islâmico. Damasco tornou-se a capital do califado omíada, um dos primeiros califados islâmicos.

Siria - Anfiteatro © ColdSmiling Pixabay

Siria – Anfiteatro © ColdSmiling Pixabay

Mapa da Síria

Mapa da Síria

Após a Primeira Guerra Mundial, a Liga das Nações concedeu o mandato da Síria e do Líbano à França, e a região foi governada como um território colonial até à independência em 1946. Depois da independência, a Síria continuou a passar por períodos de instabilidade política, causados por conflitos de interesses dos seus vários grupos sociais.

Em 2011, deu-se uma sangrenta guerra civil, iniciada no contexto da chamada Primavera Árabe. Este conflito iniciou-se com uma manifestação pacífica contra o regime autoritário do presidente Bashar al-Assad e as suas políticas repressivas.

No entanto, a resposta brutal do Governo sírio aos protestos transformou rapidamente o movimento em um conflito armado de larga escala. O regime de Assad usou força militar pesada contra os manifestantes, e as cidades sírias tornaram-se campos de batalha entre as forças do governo e os grupos rebeldes que se opunham ao regime. Isso desencadeou uma guerra civil que se prolongou por anos e teve um impacto devastador no país.

Damasco, Síria © SLPix Pixabay

Damasco, Síria © SLPix Pixabay

Mapa da Síria

Mapa da Síria

LOCAIS A VISITAR NA SÍRIA

Damasco: a capital da Síria é uma das cidades mais antigas (continuamente habitadas) do Mundo. Destaques para aqui se visitar incluem o Antigo Bazar, o Palácio Azem e a Grande Mesquita de Damasco, Património Mundial da Humanidade pela UNESCO.

Aleppo: outra cidade histórica da Síria, Aleppo, é conhecida pelo seu centro antigo, declarado Património Mundial pela UNESCO. O destaque é a Cidadela de Aleppo.

Palmyra: também reconhecida como Património Mundial da UNESCO, Palmyra era uma antiga cidade de comércio e cultura. Para quem gosta de arqueologia, esta cidade apresenta impressionantes ruínas, incluindo o famoso Templo de Bel e o Teatro Romano.

Mari: uma antiga cidade suméria e amorita, Mari tem sítios arqueológicos significativos que lançam luz sobre a história da Mesopotâmia.

Apameia: esta cidade é conhecida pelo seu cardo romano de 1,850 metros de comprimento e pelas suas colunas. Apameia é uma cidade antiga que oferece uma visão única da arquitetura romana.

Apamea, Síria © SLPix Pixabay

Apamea, Síria © SLPix Pixabay

CLIMA NA SÍRIA

O clima da Síria é maioritariamente mediterrânico. Os verões são amenos e secos, com temperaturas médias a rondar os 20 ºC e os invernos são húmidos e frios, com temperaturas médias de 10 ºC, no entanto nas montanhas pode ir abaixo de 0 ºC.
A melhor altura para visitar a Síria é no período de abril a junho e setembro a novembro.

Palmyra-Síria © Iyad Pixabay

Palmyra-Síria © Iyad Pixabay

GASTRONOMIA DA SÍRIA

A gastronomia da Síria é influenciada por séculos de história e comércio, resultando numa culinária que combina elementos do Oriente Médio, do Mediterrâneo e do mundo árabe. Alguns pratos típicos da gastronomia síria incluem:

• Mezze: os sírios são conhecidos pela sua tradição de servir mezze, uma variedade de pequenos pratos que incluem húmus, baba ganoush, tabule, falafel, kafta, e uma variedade de saladas e aperitivos.

• Kibbeh: Kibbeh é um prato que consiste em uma massa de carne de cordeiro ou carne moída com trigo bulgur. Pode ser cozido no forno ou frito, e é frequentemente servido com molho de iogurte.

• Makdous: São beringelas marinadas recheadas com nozes e vegetais.

• Shawarma: Este prato é feito de carne fatiada (geralmente carne de cordeiro ou frango) cozida verticalmente num espeto. A carne é servida em pão sírio com molhos, vegetais e condimentos.

• Molhos e condimentos: A culinária síria é conhecida pelos seus molhos saborosos, como o tahine, um molho à base de pasta de sésamo, e o muhammara, um molho de pimentão vermelho e nozes.

• Baklavas: É uma sobremesa muito típica na Síria. São pastéis feitos com massa folhada, nozes e mel.

Aphamia- Siria © Iyad Pixabay

Aphamia- Siria © Iyad Pixabay

INFORMAÇÕES ÚTEIS SOBRE A SÍRIA

Código de telefone: +963

Endereços dos principais Hospitais e Clínicas
Principal hospital em Damasco: Hospital Chami – Tel. 3718970/71

Consulado Honorário de Portugal em Damasco
– Cônsul honorário: Abdul Rahman El Attar
– Endereço: Mehdi Ben Baraka St., P.O. Box 2771 & 3972
– Tel. +96 311 3327250 / 3334041 / 3320593

Capital: Damasco

Área: 185 180 km²
População: 22 933 531 habitantes (estimativa em 2022)

Fronteiras: Faz fronteira com a Turquia a norte, com a Jordânia a sul, com o Iraque a leste, com o Líbano e o Mar Mediterrâneo a oeste e Israel a sudoeste.

Bosra, Síria © 12019 Pixabay

Bosra, Síria © 12019 Pixabay

Moeda: Libra síria (SYP)

Clima: O clima da Síria é essencialmente mediterrânico, mas nas zonas montanhosas pode chegar a nevar.

Língua Oficial: Árabe
Religião: Grande parte da população é muçulmana sunita

Sistema político: República unitária semipresidencialista sob uma ditadura de partido dominante
Horário: + 2 horas que em Portugal. + 6 horas que em São Paulo.

Tomadas: As fichas e tomadas elétricas são de tipo C, E e L. A tensão padrão nas tomadas é 220 V e a frequência é 50 Hz.
Visto: Os cidadãos portugueses e brasileiros necessitam de visto para entrar na Síria.
Vacinas: Aconselha-se a que tenha o boletim de vacinas atualizado.

Mapa Síria © 652234 Pixabay

Mapa Síria © 652234 Pixabay

Mapa da Síria

Mapa da Síria

BANDEIRA DA SÍRIA

A bandeira da Síria é composta por três listas horizontais, uma vermelha, uma branca e uma preta. A lista branca tem duas estrelas verdes. O vermelho representa o sangue derramado durante o do conflito pela liberdade, a parte preta simboliza a escuridão dos seus tempos sombrios, e a parte branca, a paz que se conquistou depois disso.

As estrelas verdes representem os dois países que formaram a República Árabe Unida (Síria e Egito). A bandeira foi adotada pela primeira vez em 1958.

Bandeira da Siria © Kaufdex Pixabay

Bandeira da Síria © Kaufdex Pixabay

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo