Vereda dos Balcões, Milha da Madeira, Portugal ©Foto: Francisco Correia
Publicado em Dezembro 13, 2021

Ver a Madeira de cima: só para quem não tem vertigens

Ilhas/ Portugal [ Madeira ]

Para sentir a beleza natural da ilha da Madeira e a magnificência da natureza é preciso caminhar muito e conseguir parar para apreciar a vista que se mostra imponente. Dos miradouros mais impressionantes, aos percursos pedestres mais deslumbrantes, com veredas e levadas a acompanhar-nos…. há sempre algo novo para conhecer, mesmo que já tenha visitado a Madeira. E não é por acaso que é apelidada de Jardim do Atlântico, tal é a profusão de paisagem verdejante.

Mercado Municipal do Funchal - Ilha da Madeira © Foto: Jose Mendes

Mercado Municipal do Funchal – Ilha da Madeira © Foto: Jose Mendes

Por onde começar? Pode o primeiro passeio ser feito na cidade do Funchal, começando pelo Mercado dos Lavradores para ver, cheirar, comer e comprar todas as frutas exóticas tropicais que ali se encontram. E depois? Depois, é pôr os pés ao caminho, com calçado confortável, e explorar os trilhos pedestres e os miradouros mais espetaculares.

Ver a Madeira de cima: só para quem não tem vertigens

O Miradouro do Cabo Girão é daqueles locais que nos deixam sem adjetivos. Não há palavra que lhe faça jus. A varanda de vidro transparente traz a nu a beleza transcendente que cruza a terra e o mar. Diz ser o cabo mais alto da Europa, com 580 metros de altitude.

Fajã do Cabo Girão, Foto: Visit Madeira, Portugal

Fajã do Cabo Girão, Foto: Visit Madeira, Portugal

Cabo Girão, Madeira Foto: José Mendes

Cabo Girão, Madeira Foto: José Mendes

Mas, se perguntar aos locais qual o melhor miradouro vai ter respostas variadas, até porque o Miradouro do Pico dos Barcelos não fica atrás do Girão. Fica no Funchal e dá-nos uma perspetiva de quase 360 graus, conseguindo mostrar as ilhas Desertas. Já se sabe… é alto… mas quanto? Fica a 335 metros do chão, mas a vista é do tamanho do mundo.

Deste próximo miradouro consegue-se observar os picos mais altos da ilha: o Pico Ruivo ou Pico do Areeiro. O Miradouro dos Balcões tem uma varanda para um cenário verde e deslumbrante sobre o Vale do Faial e para a Cordilheira Central da ilha.

PR 1.2_Vereda do Pico Ruivo, Ilha da Madeira, Portugal  © Foto: Francisco Correia

PR 1.2_Vereda do Pico Ruivo, Ilha da Madeira, Portugal © Foto: Francisco Correia

PR 1.2_Vereda do Pico Ruivo, Ilha da Madeira, Portugal  © Foto: Francisco Correia

PR 1.2_Vereda do Pico Ruivo, Ilha da Madeira, Portugal © Foto: Francisco Correia

PR 1.2_Vereda do Pico Ruivo, Ilha da Madeira, Portugal  © Foto: Francisco Correia

PR 1.2_Vereda do Pico Ruivo, Ilha da Madeira, Portugal © Foto: Francisco Correia

O Curral das Freiras tem uma fama de beleza que o precede. Por isso, é natural que este seja um do miradouros mais interessantes para se ter uma perspetiva global desta área. O Miradouro da Eira do Serrado está a 1.000 metros de altitude e mostra a aldeia lá em baixo, tão pequenina que parece Lilliput Land.

Curral das Freiras © Visit Madeira

Curral das Freiras – Ilha da Madeira © Visit Madeira

Eira do Serrado, Ilha da Madeira, Portugal © Foto: Jose Mendes

Eira do Serrado, Ilha da Madeira, Portugal © Foto: Jose Mendes

A 1.007 metros de altitude está o Miradouro da Boca da Encumeada tem vista para os vales da Ribeira Brava (costa sul) e de São Vicente (costa norte).

Para o Miradouro do Farol da Ponta do Pargo o mar é rei. Claro que estamos numa ilha e em todo o lado o mar assume uma dimensão importante, mas dali, a 312 metros de altitude, consegue-se avistar o recorte da costa, num cenário ainda bastante natural. Aqui está o Farol da Ponta do Pargo.

Ponta do Pargo, Ilha da Madeira, Portugal © DRONE(Madeira)©DigitalTravelCouple

Ponta do Pargo, Ilha da Madeira, Portugal © Foto: Francisco Correia

Ponta do Pargo, Ilha da Madeira, Portugal © Foto: Francisco Correia

Calheta_Ponta do Pargo, Ilha da Madeira © Foto: Francisco Correia

Calheta_Ponta do Pargo, Ilha da Madeira © Foto: Francisco Correia

Vamos subir mais um pouco e descobrir o Miradouro do Pico do Arreeiro que fica a 1.818 metros de altitude. Para lá chegar, tem uma estrada que também é, por si só, uma viagem inesquecível: do Poiso ao Pico do Arreeiro. Se quiser continuar neste ambiente e sempre a subir… é continuar nos percursos pedestres até ao Pico Ruivo (o ponto mais alto da ilha) que fica a 1.862 metros de altitude.

Se for até Porto Santo, aproveite também para conhecer o Miradouro da Terra Chã, que fica na costa norte da ilha.

Pico do Areeiro, Ilha da Madeira, Portugal © Foto: Carlos Gouveia

Pico do Areeiro, Ilha da Madeira, Portugal © Foto: Carlos Gouveia

Juncal, Pico do Areeiro, Ilha da Madeira, Portugal © Foto: Filipe Mendonça

Juncal, Pico do Areeiro, Ilha da Madeira, Portugal © Foto: Filipe Mendonça

Ao ar livre: na Madeira

Calce os sapatos mais confortáveis, leve água e quem sabe um piquenique para comer pelo caminho. Saia sem hora de voltar, sem olhar para o relógio, sem contar quilómetros ou pontos de paragem. Simplesmente vá e saboreie cada percurso pedestre e levadas que lhe são sugeridas, por entre uma beleza natural inigualável. O Jardim do Atlântico é pródigo em nos deixar de boca aberta e sem palavras.

As Levadas de Água na ilha da Madeira proporcionam alguns dos passeios mais bonitos e são o fio condutor para se caminhar e conhecer.

A Levada da Serra do Faial é um percurso na Costa Este da ilha, que começa em Santa Cruz e termina no Machico, com contacto com a Floresta Laurissilva e espécies que estão classificadas pela UNESCO como Património Mundial Natural. Tem 9 km de extensão, sendo que a partir do 6,5km dá início à descida, por isso não é difícil de ser fazer. Dificuldade: média e prevê-se que demore entre 3h30 a ser feito.

Levada das Vinte e Cinco Fontes. Rabaçal. Madeira Islands, Portugal © Foto: Hugo Reis

Levada das Vinte e Cinco Fontes. Rabaçal. Madeira Islands, Portugal © Foto: Hugo Reis

PR 6 - Levada das 25 Fontes e Risco - Ilha da Madeira - Portugal © Foto: Hugo Reis

PR 6 – Levada das 25 Fontes e Risco – Ilha da Madeira – Portugal © Foto: Hugo Reis

Não quer andar tanto ou não pode? A Vereda dos Balcões é um trilho com 1,5Km e demora cerca de 1h30 a fazer (ida e volta). Termina e começa em Ribeiro Frio, seguindo a Levada da Serra do Faial até ao miradouro dos Balcões. Só pela vista vale a pena, mas este trilho é também bonito por seguir a levada e por estar de mãos dadas com a natureza.

Vereda dos Balcões, Milha da Madeira, Portugal ©Foto: Francisco Correia

Vereda dos Balcões, Milha da Madeira, Portugal ©Foto: Francisco Correia

A Vereda do Urzal é um trilho de cerca de 4h30 para os 10,6Km. Começa na Fajã dos Cardos, no Curral das Freiras, e termina em Boaventura. A dificuldade é média uma vez que é feito sempre a subir até Boca das Torrinhas e depois a descer até ao Lombo do Urzal, em Boaventura. O cume de picos que rodeia o Curral das Freiras é impressionante, principalmente o mais alto da ilha: o Pico Ruivo com os seu imponentes 1.862 metros.

PR 2 - Vereda do Urzal - Ilha da Madeira © Foto: Jakon Groves

PR 2 – Vereda do Urzal – Ilha da Madeira © Foto: Jakon Groves

Mas se quer ir até ao ponto mais alto… Na Achada do Teixeira começa o percurso da Vereda do Pico Ruivo. São 2,8Km com duração de 1h30 (ida e volta) que nos leva até lá acima. O percurso termina precisamente no Pico Ruivo, por isso depois pode fazer o inverso para voltar. Junto à casa de abrigo do Pico Ruivo tem acesso a três outros trilhos: PR1 Vereda do Pico Areeiro, PR 1.3 Vereda da Encumeada e PR 1.1 Vereda da Ilha.

A Levada das 25 Fontes está no concelho da Calheta e tem a duração de cerca de 4 horas para os seus 9 Km, ida e volta. É considerado um trilho fácil, com início e fim no Rabaçal. Existe um transporte do município que leve os visitantes até ao ponto de partida o posto florestal do Rabaçal (tem um custo associado a este percurso).

Nota importante: por favor, confirme antes, com Posto de Turismo local, se os percursos estão a funcionar ou se estão encerrados por questões de manutenção ou segurança.

PR 6 - Levada das 25 Fontes e Risco - Ilha da Madeira - Portugal © Visit Madeira

PR 6 – Levada das 25 Fontes e Risco – Ilha da Madeira – Portugal © Visit Madeira

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo