Meia Praia - Lagos - Algarve - Portugal © Viaje Comigo Meia Praia - Lagos - Algarve - Portugal © Viaje Comigo
Publicado em Janeiro 24, 2021

Meia Praia… ali mesmo ao pé de Lagos, Algarve

Portugal [ Algarve/ Lagos ]

É uma das praias mais conhecidas de Lagos, no Algarve. A Meia Praia tem um enorme areal, estendendo-se por 5 quilómetros, entre a Marina (molhe norte da ribeira de Bensafrim) e a Ria de Alvor. E o título? Quem se lembra da música de Zeca Afonso? Recorde mais abaixo neste texto e também de onde vem o título “Índios da Meia Praia”.

Meia Praia - Lagos - Algarve - Portugal © Viaje Comigo

Meia Praia – Lagos – Algarve – Portugal © Viaje Comigo

Para chegar à praia, tive de atravessar a linha de comboio. Tem também uma rede de passadiços (cordão dunar), nas dunas, que permitem passeios bem perto do mar. Se não lhe apetecer ficar estendido na toalha, pode sempre fazer a caminhada junto da água… já são 5 quilómetros de caminhada, se fizer a baía toda.

Tem bares e restaurantes de praia, e concessionários para alugar espreguiçadeiras e chapéus de sol, atividades como voleibol , futebol de praia, kitesurf e windsurf… já sabem que se se pratica estes dois últimos… é porque há vento! E esta zona é mesmo conhecida por ser muito ventosa.

Meia Praia - Lagos - Algarve - Portugal © Viaje Comigo

Meia Praia – Lagos – Algarve – Portugal © Viaje Comigo

No extremo nascente desta praia está o Forte da Meia Praia que, nos séculos XVII e XVIII, protegia Lagos de ataques. Segundo reza a História foi aqui que naufragaram, em 1522, os galeões que transportavam o tesouro do imperador azteca Moctezuma, derrotado pelos soldados do conquistador Hernán Cortés.

A Meia Praia é uma praia acessível, para que pessoas com mobilidade reduzida consigam desfrutar do areal.

Onde ficar alojado junto da Meia Praia? Em tempos fiquei no Iberostar Selection Lagos
– Está à procura de outros alojamentos para a sua viagem? Pesquise aqui

Buscar hotel

Destino
Data de entrada
Data de saida

Iberostar Selection Lagos Algarve © Viaje Comigo

Iberostar Selection Lagos Algarve © Viaje Comigo

Meia Praia - Lagos - Algarve - Portugal © Viaje Comigo

Meia Praia – Lagos – Algarve – Portugal © Viaje Comigo

A esta praia vou sempre associar a música de José Afonso “Os Índios da Meia Praia”. Porquê?

Foi na década de 50, que dezenas de pescadores vindos de Monte Gordo, chegaram a Lagos, a procurar trabalho na pesca. Por não terem onde morar, começaram a construir cabanas de colmo nas dunas (que pareciam tendas indígenas), daí ter surgido a designação de Índios da Meia-Praia.

Passaram-se duas décadas e, na altura da Revolução do 25 de Abril de 1974, as cabanas já tinham sido substituídas por barracas de zinco, que o Estado tinha prometido deitar abaixo (acabar com os bairros de lata era uma das medidas). Com o Projeto SAAL – Serviço Ambulatório de Apoio Local – o Governo dava o terreno, o apoio técnico e parte do dinheiro, mas eram as populações metiam mãos à obra.

E assim foi. Aos poucos foram-se construindo as casas, com a ajuda de todos. Tendo todos os Índios da Meia Praia direito a habitações.

Linha de comboio na Meia Praia - Lagos - Algarve - Portugal © Viaje Comigo

Linha de comboio na Meia Praia – Lagos – Algarve – Portugal © Viaje Comigo

Fiquem com a letra “Índios da Meia Praia”:

Aldeia da Meia-Praia
Ali mesmo ao pé de Lagos
Vou fazer-te uma cantiga
Da melhor que sei e faço

De Monte-Gordo vieram
Alguns por seu próprio pé
Um chegou de bicicleta
Foi de marcha a ré

Quando os teus olhos tropeçam
No voo duma gaivota
Em vez de peixe vê peças
De ouro caindo na lota

Quem aqui vier morar
Não traga mesa nem cama
Com sete palmos de terra
Se constrói uma cabana

Tu trabalhas todo o ano
Na lota deixam-te mudo
Chupam-te até ao tutano
Levam-te o couro cabeludo

Quem dera que a gente tenha
De Agostinho a valentia
Para alimentar a sanha
De esganar a burguesia

Adeus disse a Monte-Gordo
(Nada o prende ao mal passado)
Mas nada o prende ao presente
Se só ele é o enganado

Oito mil horas contadas
Laboraram a preceito
Até que veio o primeiro
Documento autenticado

Eram mulheres e crianças
Cada um c’o seu tijolo
“Isto aqui era uma orquestra”
Quem diz o contrário é tolo

E se a má lingua não cessa
Eu daqui vivo não saia
Pois nada apaga a nobreza
Dos índios da Meia-Praia

Foi sempre a tua figura
Tubarão de mil aparas
Deixar tudo à dependura
Quando na presa reparas

Das eleições acabadas
Do resultado previsto
Saiu o que tendes visto
Muitas obras embargadas

Mas não por vontade própria
Porque a luta continua
Pois é dele a sua história
E o povo saiu à rua

Mandadores de alta finança
Fazem tudo andar pra trás
Dizem que o mundo só anda
Tendo à frente um capataz

Eram mulheres e crianças
Cada um c’o seu tijolo
“Isto aqui era uma orquestra”
Quem diz o contrário é tolo

E toca de papelada
No vaivém dos ministérios
Mas hão-de fugir aos berros
Inda a banda vai na estrada

Meia Praia - Lagos - Algarve - Portugal © Viaje Comigo

Meia Praia – Lagos – Algarve – Portugal © Viaje Comigo

Meia Praia - Lagos - Algarve - Portugal © Viaje Comigo

Linha de comboio na Meia Praia – Lagos – Algarve – Portugal © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo