Aeroporto de Amesterdao - outubro 2020 © Viaje Comigo Aeroporto de Amesterdão - outubro 2020 © Viaje Comigo
Publicado em Outubro 14, 2020

Como é viajar hoje em dia: a minha passagem por 3 aeroportos e 4 aviões

Notícias/ Preparar a viagem [ Voos ]

Em finais de setembro e início de outubro, de 2020, viajei de avião pela primeira vez, desde março… Quão estranho se tornou viajar nos dias que correm? Como é viajar em 2020? Seis meses depois de ver a minha viagem ao Chile cortada a meio, pela pandemia da Covid-19, tornei a entrar em aeroportos e em aviões. Agora que nos temos de adaptar ao “novo normal”, quase já nem faz sentido dizer que o que tínhamos antes era o normal… não é? Parece uma conversa de malucos, mas a verdade é que a maior parte das regras (algumas delas bastante incongruentes) que nos têm “imposto”, são também bastante esquizofrénicas. De uma coisa tenho a certeza: o mundo não pode parar, e Portugal muito menos, e temos de nos adaptar da melhor forma e viver assim: com algum distanciamento, mas não deixando de viver.

We Need You To Fight Covid-19 - Aeroporto do Porto © Viaje Comigo

We Need You To Fight Covid-19 – Aeroporto do Porto – outubro 2020 © Viaje Comigo

Voar sobre a Suécia - outubro 2020 © Viaje Comigo

Voar sobre a Suécia – outubro 2020 © Viaje Comigo

Voar Air France -outubro 2020 © Viaje Comigo

Voar Air France -outubro 2020 © Viaje Comigo

“Ah e tal mas tu andas por aí nos aeroportos e nos aviões e há maior possibilidade de teres contacto com pessoas infectadas!”. Claro que também já ouvi/li isto muitas vezes. A meu ver, o local onde vou que tem mais pessoas é o supermercado lá perto de casa. Aí sim, existem certamente as pessoas que usam a máscara abaixo do nariz e as que a tiram para cheirar o champô… Bem, nem me façam falar das filas nos centros comerciais, das pessoas juntinhas dentro do metro do Porto… Vamos parar de sermos polícias uns dos outros que o “tempo da outra senhora” já lá vai, felizmente. Não quero também dar uma de “boa conselheira”, mas sempre que sei que estou num local com mais gente, evito a proximidade. E se os miúdos na escola estão uns ao lados dos outros, se no trabalho também continuámos uns ao lado dos outros, porque não o poderíamos fazer em aviões?

Lanche da KLM - outubro 2020 © Viaje Comigo

Lanche da KLM – outubro 2020 © Viaje Comigo

Sempre que entro (entrava) num aeroporto tenho uma sensação recorrente: fico sempre surpreendida pela quantidade de gente que se move no mundo. Que viaja de um lado para o outro. É o local onde melhor se consegue perceber como o mundo é frenético. Pessoas que, em trabalho ou por outras questões, estão sempre em movimento a fazerem largos quilómetros nos céus deste planeta. Ora, neste mês percebi que os aeroportos estão bem mais tranquilos do que estariam numa situação normal. Muito mais tranquilos…

Desinfetante de mãos no Aeroporto de Amesterdão - outubro 2020 © Viaje Comigo

Criança a desinfetar as mãos no Aeroporto de Amesterdão – outubro 2020 © Viaje Comigo

Face Mask required- Aeroporto de Amesterdão - outubro 2020 © Viaje Comigo

Face Mask required- Aeroporto de Amesterdão – outubro 2020 © Viaje Comigo

Quando cheguei ao aeroporto do Porto, para embarcar, não estava quase ninguém. Tudo bem que eram 3 da manhã, mas mesmo assim, nos últimos anos, a essa hora, já estariam algumas centenas de pessoas à espera dos voos da madrugada. Estavam pouquíssimas a fazerem fila para o voo da KLM que me levaria a Amesterdão e, depois de uma escala de 2 horas, apanharia outro voo para o aeroporto de Arlanda, em Estocolmo.

Máquinas com venda de máscaras - Aeroporto do Porto © Viaje Comigo

Máquinas com venda de máscaras – Aeroporto do Porto © Viaje Comigo

Deu-me um friozinho na barriga, claro! Olhei 30 vezes para a mala para ver se levava máscaras suficientes e o álcool gel. Há no aeroporto as vending machines repletas de máscaras (custam 5 euros cada uma, por isso levem de casa suficientes para a viagem).
Quando cheguei, ainda fui ao check in, apesar de não ter mala para despachar para o porão, porque queria ter a certeza que tinha tudo o que era necessário e que não me iriam barrar na porta de embarque ou, pior, em Amesterdão ou em Estocolmo! A Suécia não pede testes – alias, lá o uso das máscaras é facultativo – mas a KLM, só pela escala em Amesterdão, pede que levemos um papel assinado a dizer que não temos qualquer sintoma da Covid-19 e que não tivemos contacto com pessoas que estejam infectadas. Desculpem, amig@s, por isso é que nos últimos dias me afastava de vocês… tudo menos ficar doente na primeira viagem, depois de seis meses em terra! 😀
Tinha já esse papel comigo e, no check in, disseram que era o que bastava. Nunca me pediram o papel, mas andou sempre comigo. Também no voo de regresso, na Air France, tivemos de preencher (a bordo) um papel semelhante.

Papéis que temos de preencher no voo da Air France -outubro 2020 © Viaje Comigo

Papéis que temos de preencher no voo da Air France -outubro 2020 © Viaje Comigo

Na chegada a Portugal, entregam esta informação - outubro 2020 © Viaje Comigo

Na chegada a Portugal, entregam esta informação – outubro 2020 © Viaje Comigo

Snack no voo da Air France -outubro 2020 © Viaje Comigo

Snack no voo da Air France -outubro 2020 © Viaje Comigo

O embarque do avião por zonas é agora, mais do que nunca, levado à letra. Vão chamando e vamo-nos encaminhando. Mantendo uma distância de segurança… como se dentro do avião não ficássemos todos perto… pronto, vou tentar não implicar tanto com estas regras incongruentes – adjetivo que irei usar bastante e, por isso, peço desde já desculpa.
Porque o voo não ia cheio, notei que sentaram-nos com alguma distância, ou seja, com um lugar a separar os passageiros. O assistente de bordo foi falar com um grupo de três homens e perguntou se queriam sentar-se separados que havia espaço. Disseram que não valia a pena, uma vez que estavam a viajar juntos. Notei que o pessoal de bordo estava feliz por nos ter ali! Mais simpáticos e prestáveis que nunca! Não tem sido fácil para ninguém mas o pessoal dos aviões… que queda vertiginosa na vida deles!

Tirámos as máscaras somente para comer e beber - Comida da KLM - outubro 2020 © Viaje Comigo

No avião, tirámos as máscaras somente para comer e beber – pacotinho azul é do desinfetante – Comida da KLM – outubro 2020 © Viaje Comigo

A KLM dá comida – única altura em que podemos tirar a máscara é para comer e beber – e junto com os snacks dá um pacotinho de desinfetante. Traz bastante, portanto durante todo o voo podemos ir desinfetando as mãos. Fui ao WC, durante um dos voos, e tudo cheira a desinfetante. Fiz refeições em todos os voos: Porto – Amesterdão e Amesterdão-Estocolmo e depois, na volta Estocolmo-Paris e Paris-Porto. E mais uma vez senti que o pessoal de bordo estava feliz a servir a comida e a perguntar se alguém queria repetir… acho mesmo que, nos olhos deles, vinha aquele brilho de “obrigada por terem confiança em nós”.

Máscaras a bordo -outubro 2020 © Viaje Comigo

Máscaras a bordo -outubro 2020 © Viaje Comigo

Masques Chirurgicaux - Paris CDG-outubro 2020 © Viaje Comigo

“Masques Chirurgicaux” – Paris CDG-outubro 2020 © Viaje Comigo

Nos aeroportos, em todos por onde passei – Porto, Amesterdão, Arlanda/Estocolmo e Paris/Charles De Gaulle – há indicações que é obrigatório a utilização de máscara. Nos voos, dizem até que é obrigatória a máscara cirúrgica e não podem embarcar com as de pano, mas vi algumas pessoas com essas de pano (foto acima: o rapaz com a cirúrgica e a senhora a seguir com uma de pano). Nos aeroportos há desinfetantes em vários locais; há indicações no chão para manter a distância; nas lojas do Duty Free (coitados… estão às moscas e muitas lojas fecharam!) pedem também o distanciamento, às vezes um metro, às vezes 2 metros, depende do aeroporto; e é curioso em como (fruto da sociedade sueca ser assim mesmo) no de Arlanda há sempre um apelo à consciência de cada um. Há uma lista de coisas que deve fazer e o que não deve fazer: lavar as mãos frequentemente; espirrar ou tossir para o braço; se se sentir doente fique em casa; por favor, mantenha-se afastado dos outros viajantes; etc.

Distância de segurança - Aeroporto de Amesterdão - outubro 2020 © Viaje Comigo

Distância de segurança – Aeroporto de Amesterdão – outubro 2020 © Viaje Comigo

Duty Free Aeroporto Arlanda - Estocolmo - outubro 2020 © Viaje Comigo

“A sua segurança é a nossa prioridade” no Duty Free do Aeroporto Arlanda – Estocolmo – outubro 2020 © Viaje Comigo

Protect Yourself and Others - Aeroporto Arlanda - Estocolmo - outubro 2020 © Viaje Comigo

Protect Yourself and Others from infection – Aeroporto Arlanda – Estocolmo – outubro 2020 © Viaje Comigo

Aeroporto Arlanda - Estocolmo - outubro 2020 © Viaje Comigo

Aeroporto Arlanda – Estocolmo – outubro 2020 © Viaje Comigo

Foi só no regresso a Portugal, no voo da Air France entre Paris Charles De Gaulle-Porto que me tiraram a temperatura. Ainda que não haja qualquer toque é o que mais me deixa desconfortável, porque nos apontam aquilo à cabeça. É estranho. Muito estranho! Também foi nesse mesmo aeroporto que vi duas pessoas com os fatos completos de proteção, como os médicos usam, e viseiras além das máscaras. Fiquei sem perceber se era tudo medo de serem infectadas ou se poderão (sem certezas) estar infectados (ou vieram de uma zona mais infectada) e não nos querem colocar em perigo…

Aeroporto Paris CDG -outubro 2020 © Viaje Comigo

Aeroporto Paris CDG -outubro 2020 © Viaje Comigo

Medição de temperatura no aeroporto de Paris CDG -outubro 2020 © Viaje Comigo

Medição de temperatura no aeroporto de Paris CDG -outubro 2020 © Viaje Comigo

Nos aeroportos, além das informações para mantermos a distância de segurança, tem também indicações para deixarem cadeiras vazias, de distanciamento, enquanto esperamos pelos voos – mas, calma! O vírus mudou o mundo, mas as pessoas continuam iguais. Em Paris, estavam todas com menos de um metro entre elas, a fazer fila para entrar no avião! Nunca vou compreender as pessoas que se colam a nós nas filas do aeroporto como se fossem perder o lugar no transporte… isto não é o autocarro, nem o metro senhores! Bom… devemos falar do distanciamento que existe na sala de espera do aeroporto, com cadeiras vazias, e nos voos que vão cheios e vamos sentados uns aos lados dos outros… incongruente, não é? Pronto, não vou falar mais disso. Bem, talvez só mais uma vez!

Cadeiras vazias para distanciamento - Aeroporto de Paris CDG -outubro 2020 © Viaje Comigo

Cadeiras vazias para distanciamento – Aeroporto de Paris CDG -outubro 2020 © Viaje Comigo

Apesar de, no verão, termos penado bastante com a máscara, por causa do calor, agora no outono/inverno tem situações que até dá um certo aconchego no nariz. De verdade que, depois de ter estado em tanto hotéis – por causa do meu trabalho – no Algarve e noutras regiões do país já me tinha habituado, de forma fácil, a usar a máscara nas áreas comuns dos alojamentos e a manter distanciamento. Mas, eis que chego à Suécia!

Aviso em Arlanda. Dentro do aeroporto é obrigatório usar máscara. Cá fora não usa ninguém na Suécia - Estocolmo - outubro 2020 © Viaje Comigo

Aviso em Arlanda. Dentro do aeroporto é obrigatório usar máscara. Cá fora não usa ninguém na Suécia – Estocolmo – outubro 2020 © Viaje Comigo

Quando chego à Suécia, continua a ser obrigatório o uso de máscara dentro do terminal do aeroporto de Aranda, mas mal saímos cá para fora é um mundo diferente. Dá assim uma certa ansiedade ver toda a gente sem máscara, uma vez que, para nós portugueses, já começa a ser o normal. Ali eu era a anormal. No autocarro-transfer para o centro da cidade usei a máscara e depois tirei… estive quase uma semana na Suécia e nunca mais usei a máscara. Já me senti a única pessoa a turistas em Estocolmo, sem quase ninguém nas ruas…. para que preciso de máscara, quando não tenho ninguém perto de mim? Mas, o distanciamento social já é algo inato na sociedade sueca. Ninguém se põe quase em cima de nós numa fila, há muito respeito pelo outro, e sobretudo há uma consciência e cidadania maiores que a generalidade dos portugueses. No entanto, aqui entre nós, nós também temos coisas fantásticas que eles não têm, mas isso fica para um outro dia e um outro texto.

Aeroporto de Paris CDG -outubro 2020 © Viaje Comigo

Aeroporto de Paris CDG -outubro 2020 © Viaje Comigo

Não vou falar de os suecos estão a agir bem ou mal, em não seguirem protocolos que o mundo inteiro decidiu seguir. Um ano depois de o vírus ter chegado à China (sim, já fez um ano que se soube!) ainda sabemos tão pouco e continuámos a viver tão limitados por um vírus. Até parece que é o único problema que temos à face da terra… pronto, vou parar novamente de “bater no ceguinho”! Sinto que estamos a fazer o nosso melhor com o que se sabe, mas uma vez vos digo que a vida tem de andar para a frente. Que devemos adoptar medidas de segurança e segui-las à risca, mas a economia está de rastos e as pessoas também… tanto desemprego que já existe e que aí vem.

Fico ansiosamente à espera que regras internacionais sejam criadas, para que possamos viajar sem que, ao chegamos ao destino, nos seja barrada a entrada, porque decidiram fechar as fronteiras. Já viram que agora viajamos com medo de um vírus e não de que o avião possa cair? Desculpem o humor negro. Mas, se não brincarmos com isto, ficamos doidos com as regras que atam e datam nas nossas vidas.

Desinfetante maos - Paris CDG -outubro 2020 © Viaje Comigo

Desinfetante de mãos – Aeroporto de Paris CDG -outubro 2020 © Viaje Comigo

Depois de andar quase uma semana sem máscara, em Estocolmo, volto aos aeroportos e voos, e tenho de usar a máscara durante várias horas seguidas. Não me queixo! Prefiro fazer a vida normalmente e ter de usar uma máscara, do que estar parada. Não é preciso muito esforço para voltar à máscara. Sabem o que é difícil? Difícil é entrar numa carruagem do metro do Porto com esta gente toda lá dentro… quando vamos ter regras que não sejam incongruentes?

Metro do Porto -outubro 2020 © Viaje Comigo

Metro do Porto -outubro 2020 © Viaje Comigo

Keep Distance - Aeroporto Arlanda - Estocolmo - outubro 2020 © Viaje Comigo

Keep Distance – Aeroporto Arlanda – Estocolmo – outubro 2020 © Viaje Comigo

Aeroporto Arlanda - Estocolmo - outubro 2020 © Viaje Comigo

Aeroporto Arlanda – Estocolmo – outubro 2020 © Viaje Comigo

Avião KLM no Aeroporto de Amesterdão - outubro 2020 © Viaje Comigo

Avião KLM no Aeroporto de Amesterdão – outubro 2020 © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo