Arroz de cogumelos e castanhas e enchidos - Restaurante Área Benta, Trancoso - Portugal © Viaje Comigo Arroz de cogumelos e castanhas e enchidos - Restaurante Área Benta, Trancoso - Portugal © Viaje Comigo
Publicado em Outubro 5, 2018

Restaurantes: onde comer em Trancoso, Portugal

Gastronomia/ Portugal [ Aldeias Históricas de Portugal/ Restaurantes/ Trancoso ]

Depois de passear por Trancoso, que faz parte da rede das  Aldeias Históricas de Portugal, vai ficar com apetite para provar os pratos locais. Quando lá estive experimentei três restaurantes, mas se tiverem mais sugestões deixem-nas nos comentários do texto. Entre as sugestões vão encontrar o Área Benta, o D. Gabriel e o Chafariz do Vento. E, muito perto de Trancoso, existem outras propostas, que também deixo neste texto. Bom apetite!

Trancoso - Portugal © Viaje Comigo

E não se esqueça de provar as típicas Sardinhas Doces de Trancoso – Portugal © Viaje Comigo

Mousse de castanha - Chafariz do Vento - Trancoso © Viaje Comigo

Mousse de castanha – Chafariz do Vento – Trancoso © Viaje Comigo

No restaurante Chafariz do Vento, a comida é muito boa. Perdoem-me, mas não tenho fotografias dos pratos principais (até porque não comi nada muito típico: uns filetes de pescada. Foi o que me apeteceu naquele dia), mas tenho as imagens destas doces sobremesas, que eram excelentes. O restaurante está aberto há mais de 30 anos e tem pratos muito diversificados, e sempre sugestões de carne e peixe para o menu do dia. O espaço é moderno e o atendimento muito eficiente e simpático.

Tarte de castanha - Chafariz do Vento - Trancoso © Viaje Comigo

Tarte de castanha – Chafariz do Vento – Trancoso © Viaje Comigo

Na rua dos Cavaleiros, nº30 A, está o Área Benta, com salas amplas e um espaço muito acolhedor. Na altura em que o visitei era outono, e havia um menu especialmente dedicado à castanha, um produto regional muito importante. Por isso, experimentei um delicioso arroz de cogumelos e castanhas, com enchidos trancoenses.
A entrada era bucho com míscaros e a sopa era de creme de castanha com erva doce. Para a sobremesa veio a tarte de maçã com castanhas.

Restaurante Área Benta, Trancoso - Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Área Benta, Trancoso – Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Área Benta, Trancoso - Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Área Benta, Trancoso – Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Área Benta, Trancoso - Portugal © Viaje Comigo

Prato de bacalhau no Restaurante Área Benta, Trancoso – Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Área Benta, Trancoso - Portugal © Viaje Comigo

Creme queimado no Restaurante Área Benta, Trancoso – Portugal © Viaje Comigo

Outros pratos que pode encontrar no Área Benta quando o tempo está mais frio: bucho e chanfana; muito fumeiro regional, presunto; caldo verde ou caldo de ervilhas, etc.

Sugestões nos peixes: salmão grelhado, arroz de tamboril com gambas, lascas de bacalhau, bacalhau com broa e queijo da serra e polvo à lagareiro. E, nas carnes: bife com três pimentas; bife com fruta; bife à portuguesa; cordeiro à Beira Alta; Medalhão de Vitela com Molho de Gambas; Posta à Área Benta e Tornedó.

Ainda para as sobremesas, além da tarte de maçã do menu de castanha: havia Pêra d’Adega; o tradicional Arroz Doce; Creme Queimado; Bolo de Bolacha; Tarte de Laranja; Queijo da Serra ou Sardinhas Doces de Trancoso. Gostei muito de tudo o que comi no Área Benta e repetiria a visita.

Arroz de cogumelos e castanhas e enchidos - Restaurante Área Benta, Trancoso - Portugal © Viaje Comigo

Arroz de cogumelos e castanhas e enchidos – Restaurante Área Benta, Trancoso – Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Área Benta, Trancoso - Portugal © Viaje Comigo

No bar do Restaurante Área Benta, Trancoso – Portugal © Viaje Comigo

Outro dos restaurantes que experimentei em Trancoso foi o Dom Gabriel, que fica na Avenida Engenheiro Frederico Ulrich, nº 9A. Não foi uma refeição memorável, mas a comida era boa. Depois do couvert e dos queijos e mel, veio uma entrada com presunto e grelos. Mas, a costeleta, que veio como prato principal, acompanhada de batata frita e brócolos – e castanhas – estava muito boa. Para a sobremesa, um pudim de castanha. Com o café vieram uns brigadeiros de castanha, muito docinhos.

Restaurante Dom Gabriel Trancoso - Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Dom Gabriel Trancoso – Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Dom Gabriel Trancoso - Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Dom Gabriel Trancoso – Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Dom Gabriel Trancoso - Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Dom Gabriel Trancoso – Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Dom Gabriel Trancoso - Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Dom Gabriel Trancoso – Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Dom Gabriel Trancoso - Portugal © Viaje Comigo

Restaurante Dom Gabriel Trancoso – Portugal © Viaje Comigo

Pudim de castanha - Restaurante Dom Gabriel - Trancoso © Viaje Comigo

Pudim de castanha – Restaurante Dom Gabriel – Trancoso © Viaje Comigo

Brigadeiro de castanha - Restaurante Dom Gabriel - Trancoso © Viaje Comigo

Brigadeiro de castanha – Restaurante Dom Gabriel – Trancoso © Viaje Comigo

O Solar Sampaio e Melo é alojamento mas também fornece refeições quando pedidas pelos hóspedes. Antes de abrir as portas como alojamento, o Solar Sampaio e Melo teve de ser totalmente remodelado já que, nos últimos anos, se tinha tornado um café e ninguém diria que, onde é agora a receção, foi uma garagem durante muitos anos. O solar data de meados do século XVII, pertenceu à família Sá Meneses e, por casamento, ficou ligado à família Sampaio Melo. É muito bonito e fica mesmo no centro, podendo visitar os locais histórico de Trancoso, a pé. Leia mais sobre o Solar Sampaio e Melo, aqui.

– Procura outros alojamentos em Trancoso? Pesquise aqui

Buscar hotel

Destino
Data de entrada
Data de saida
Solar Sampaio e Melo Trancoso - Portugal © Viaje Comigo

Sala do pequeno-almoço no Solar Sampaio e Melo Trancoso – Portugal © Viaje Comigo

Solar Sampaio e Melo - Trancoso - Portugal © Viaje Comigo

Solar Sampaio e Melo – Trancoso – Portugal © Viaje Comigo

E a cerca de 30 minutos de Trancoso, na Aldeia do Juízo poe ir provar os petiscos portugueses na Taberna do Juiz e até ficar pelos alojamentos de turismo de aldeia, Casas do Juízo.

Para começar, na taberna, servem-se as azeitonas, que ainda vêm quentes e polvilhadas com especiarias. A acompanhá-las vem a tábua de queijos, presunto, frutos secos e bola e pão para acompanhar. Também para petiscar nas entradas, vêm os cogumelos salteados com chouriça, em molho “bem puxadinho”, o que significa que é picante q.b… para abrir o apetite. Para prato principal foi sugerido o bacalhau desfiado e uma rica salada (com legumes, tomate e pedaços de presunto, queijo e frutos secos), temperada e também regada com um fio de mel, que lhe dá um sabor totalmente diferente. Uma delícia fresca!

Para a sobremesa, há sempre uma sugestão doce em cada dia e também algo com a marca da região: pão doce, requeijão e doce de cereja, ou não estivéssemos nós na época desta fruta, quando visitamos a taberna. E uns frutos secos para acompanhar o final da refeição.

Mas, além destas sugestões, há mais para escolher e provar na Taberna do Juiz, como as tábuas de queijos, compotas e tostas; croquetes; bolinhos de bacalhau; rissóis; ovos cozidos; ovos verdes; farinheira e chouriça assada. Isto só nos petiscos iniciais.

Nos petiscos de carne, encontra os ovos com farinheira, o Pica-Pau à Juiz, a orelhinha de porco, as moelas e o arroz do Juiz (com farinheira). Nos petiscos de peixe, há o feijão frade com ovo e atum, a saladinha de polvo e o bacalhau desfiado com broa.

E, para outro tipo de snacks, tem torradas e tostas variadas: uma com manteiga de ervas e alho; a torrada com mel; a tosta mista; a tosta de frango e tomate; e a tosta mista de presunto. E a proximidade de Espanha faz-se sentir também nesta casa, através dos montaditos: os de farinheira e queijo; os de presunto, tomate e queijo; os de cogumelos e chouriça; e os de bacalhau e azeite.

Se quiser pratos mais compostos, além dos petiscos, tem disponíveis sempre o fusilli de frango, a esparguete de legumes e o prato de bacalhau com grão-de-bico. Além de tudo isso, há sopas e acompanhamentos como batatas fritas e saladas. Leia mais sobre a Taberna do Juiz, aqui.

Taberna do Juíz – Pinhel – Portugal © Viaje Comigo

Taberna do Juiz, Pinhel, Portugal © Viaje Comigo

Salada e bacalhau – Taberna do Juiz, Pinhel, Portugal © Viaje Comigo

Taberna do Juiz - Pinhel - Portugal © Viaje Comigo

Taberna do Juiz – Pinhel – Portugal © Viaje Comigo

A menos de meia hora de Trancoso está o Longroiva Hotel & Termal SPA, num local especial onde junta um hotel, com piscina, ao lado das termas, e um restaurante muito bom.

Na carta do restaurante, nas entradas, tem a tábua duriense com queijo, chouriço, presunto e compotas; o carpaccio de polvo com caviar de pimentos; o carpaccio de novilho com lascas de parmesão e alcaparras; o vol-au-vent de frutos do mar ou as amêijoas à Bulhão Pato. Para quem quiser algo mais descomplicado, há sopas, saladas e omeletes. Há ainda pratos de massa com a esparguete à bolonhesa e o linguini à carbonara. Para os vegetarianos, também existem sugestões como o risoto de cogumelos; as espetadas de vegetais e cogumelos; e ainda a tortilha de legumes.

Nos pratos de carne, tem a posta de vitela mirandela com batata e legumes; o cabrito grelhado com esmagada de batata e grelos; o bife à portuguesa; o risoto de frango e espargos verdes; e a espetada de Terra e Mar (com carne, lulas e camarões). Há sugestões especiais de marisco como o caril de gambas; o linguini nero com gambas salteadas; e as vieiras braseadas com puré de ervilhas.

Nos pratos de peixe, poderá escolher entre o arroz de tamboril com gambas; o polvo à lagareiro; o lombo de bacalhau assado no forno em cama de puré de grão de bico; a posta de salmão com crosta de ervas finas; e, o que eu escolhi: o robalo com puré de aipo e legumes. Estava muito bom.

Para terminar com um doce, escolhi a Tentação de Chocolate com sorbet de framboesa; mas há também a Panna Cotta de baunilha com esferificação de frutos vermelhos e pimenta; o crème brûlée de framboesa; a trilogia de mousses; ou peça simplesmente fruta laminada. Leia mais, aqui. Bom apetite!

Jantar no Longroiva Hotel Rural & Termal Spa - Mêda - Portugal © Viaje Comigo

Jantar no Longroiva Hotel Rural & Termal Spa – Mêda – Portugal © Viaje Comigo

Longroiva Hotel Rural & Termal Spa - Mêda - Portugal © Viaje Comigo

Restaurante do Longroiva Hotel Rural & Termal Spa – Mêda – Portugal © Viaje Comigo

Jantar no Longroiva Hotel Rural & Termal Spa - Mêda - Portugal © Viaje Comigo

Jantar no Longroiva Hotel Rural & Termal Spa – Mêda – Portugal © Viaje Comigo

Jantar no Longroiva Hotel Rural & Termal Spa - Mêda - Portugal © Viaje Comigo

Jantar no Longroiva Hotel Rural & Termal Spa – Mêda – Portugal © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo