Albufeira do Azibo - Direitos Reservados © CM Macedo de Cavaleiros Albufeira do Azibo - Direitos Reservados © CM Macedo de Cavaleiros
Publicado em Abril 13, 2018

Visitar Macedo de Cavaleiros, Portugal

Europa/ Norte/ Notícias/ Portugal [ Macedo de Cavaleiros ]

No Nordeste Transmontano, em Portugal, Macedo de Cavaleiros é um concelho com uma história muito rica, com elementos arqueológicos que comprovam a sua povoação há muitos séculos – tornou-se vila em 1863 e cidade em 1999. Sabia que até meados do século XIX se chamava Macedos dos Cavaleiros e só depois trocou o “dos” por “de”?

Estive um fim-de-semana por Macedo de Cavaleiros e consegui visitar tanto o seu património monumental como o natural. Comecemos pelo quase óbvio Geopark Terras de Cavaleiros, um local único no mundo, mas há também museus para visitar, casas de Caretos, praias fluviais, feiras tradicionais, passeios na serra… e muito mais. Comece por uma visita ao centro histórico, a pé, para descobrir as pastelarias e restaurantes (com comida regional) que o vão fazer sentar à mesa… muitas vezes.

Descontinuidades - Geopark Terras de Cavaleiros - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Descontinuidades – Geopark Terras de Cavaleiros – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Posto de vigia - Passeio na Serra de Bornes - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Posto de vigia – Passeio na Serra de Bornes – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

O QUE FAZER E VISITAR EM MACEDO DE CAVALEIROS

1. GEOPARK TERRAS DE CAVALEIROS

O Geopark Terras de Cavaleiros tem um total de 700 Km2 de área no Nordeste Transmontano, no concelho de Macedo de Cavaleiros. Em 2014, foi reconhecido pelas Redes Europeia e Global de Geoparks da UNESCO e, em 2015, como Geoparque Mundial da UNESCO. No total, tem referenciados 42 geossítios que testemunham uma história local com mais de 400 milhões de anos.

Além deste importante património geológico, vai encontrar aqui uma ampla biodiversidade, com espécies únicas de fauna e flora, bem como um património arquitetónico muito rico. Leia mais sobre o Geopark aqui.

Gnaisses do Geopark Terras de Cavaleiros - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Gnaisses do Geopark Terras de Cavaleiros – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Geopark Terras de Cavaleiros - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Geopark Terras de Cavaleiros – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Gnaisses do Geopark Terras de Cavaleiros © Viaje Comigo

Gnaisses do Geopark Terras de Cavaleiros © Viaje Comigo

Gnaisses no Geopark Terras de Cavaleiros - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Gnaisses no Geopark Terras de Cavaleiros – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

2. PASSEIO NA SERRA DE BORNES

Em Macedo de Cavaleiros, há caminhadas organizadas pela Serra de Bornes, diversas vezes ao longo do ano. Em janeiro de 2017, participei numa caminhada até à Fraga dos Corvos, por entre a bonita serra. E, mesmo no inverno, há uma beleza natural que não nos deixa indiferentes.

Se a vista pelo caminho é bonita, ao chegar ao topo – à Fraga dos Corvos – é de cortar a respiração. Eu fui no inverno e a neblina dissipou-se mesmo quando atingimos o topo. Chegou a chuviscar, mas rapidamente parou para nos dar o prazer de desfrutarmos desta vista. Leia mais.

Caminho na Serra de Bornes - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Caminho na Serra de Bornes – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Posto de vigia - Passeio na Serra de Bornes - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Posto de vigia – Passeio na Serra de Bornes – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Dentro do cercado - na Serra de Bornes - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Dentro do cercado – na Serra de Bornes – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Posto de vigia - Passeio na Serra de Bornes - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Posto de vigia – Passeio na Serra de Bornes – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

3. A PRAIA DA ALBUFEIRA DO AZIBO

Mesmo que não esteja tempo para ir a banhos, este é um local muito bonito e de visita obrigatória. A Albufeira do Azibo é Paisagem Protegida e os seus areais, no verão, tornam-se nas praias mais pretendidas da região. Aliás, são elas a Praia Fluvial da Fraga da Pegada e a Praia Fluvial da Ribeira. Ambas têm restaurantes e cafés de apoio, assim como casas de banho e duches. São também muito visitadas para desportos aquáticos – não motorizados! – como remo, canoagem, vela e windsurf. Nas imediações é possível fazer percursos pedestres e de ciclismo.

Leia mais sobre as praias da Albufeira do Azibo.

Albufeira do Azibo - Direitos Reservados © CM Macedo de Cavaleiros

Albufeira do Azibo – Direitos Reservados © CM Macedo de Cavaleiros

Albufeira do Azibo - Direitos Reservados © CM Macedo de Cavaleiros

Albufeira do Azibo – Direitos Reservados © CM Macedo de Cavaleiros

Albufeira do Azibo - Direitos Reservados © CM Macedo de Cavaleiros

Albufeira do Azibo – Direitos Reservados © CM Macedo de Cavaleiros

4. MUSEU MARTIM GONÇALVES DE MACEDO

É um espaço museológico que acolhe a exposição “Assim se fez Portugal” e, assim, conta uma história: a de Martim Gonçalves de Macedo que salvou a vida ao que viria a ser o rei João I e assim mudou o curso da história de Portugal.

Mais precisamente se conta que, se não fosse a intervenção deste soldado, provavelmente Portugal não existiria. Mas, afinal, quem foi Martim Gonçalves de Macedo? Leia mais.

Museu Gonçalves de Macedo - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Museu Gonçalves de Macedo – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Museu Gonçalves de Macedo - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Museu Gonçalves de Macedo – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Museu Gonçalves de Macedo - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Museu Gonçalves de Macedo – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Museu Gonçalves de Macedo - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Museu Gonçalves de Macedo – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

5. MUSEU MUNICIPAL DE ARQUEOLOGIA

O Museu Municipal de Arqueologia de Macedo de Cavaleiros “Coronel Albino Pereira Lopo” está instalado numa antiga escola primária no centro da cidade. É um museu pequeno mas muito interessante, onde estão reunidos vários achados arqueológicos, que mostram a ocupação das terras macedenses.

O espaço acolhe a exposição permanente “50 séculos de história de Macedo de Cavaleiros” que, em duas salas, recria a história regional e local do concelho, desde o Neolítico (entre cerca 5500 – 2750 a.C.) até à Idade Média. Leia mais sobre o museu aqui.

Museu Municipal de Arqueologia de Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Museu Municipal de Arqueologia de Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Museu Municipal de Arqueologia de Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Museu Municipal de Arqueologia de Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Museu Municipal de Arqueologia de Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Museu Municipal de Arqueologia de Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

6. VALE PRADINHOS

A pequena aldeia de Vale Pradinhos é muito conhecida pelos vinhos com o mesmo nome (mas com dois “L”). É um sítio muito pitoresco, onde muitas das casas foram recuperadas e está com um ar muito tradicional. E é daqui que sai o Valle Pradinhos, vinho da exploração Casal de Vale Pradinhos que tem 350 hectares de campos e está estabelecida, desde 1913, como propriedade da família Pinto de Azevedo.
Leia mais.

Vale Pradinhos, Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Vale Pradinhos, Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Vinho Valle Pradinhos © Viaje Comigo

Vinho Valle Pradinhos © Viaje Comigo

Vale Pradinhos, Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Vale Pradinhos, Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

7. A VISTA DA ALDEIA DE SANTA COMBINHA

Com vista para a Paisagem Protegida da Albufeira do Azibo e para a Ilha do Fildago, em Macedo de Cavaleiros, no norte de Portugal, encontrei o posto de trabalho com melhor vista na aldeia de Santa Combinha: o ateliê do Zé das Casinhas. Leia mais.

Miradouro de Santa Combinha - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Miradouro de Santa Combinha – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Zé das Casinhas - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Zé das Casinhas – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Igreja feita pelo Zé das Casinhas - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Igreja feita pelo Zé das Casinhas – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Zé das Casinhas a trabalhar - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Zé das Casinhas a trabalhar – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

8. CASA DO CARETO, PODENCE

Na aldeia de Podence, em Macedo de Cavaleiros, está a Casa do Careto, um local que preserva a tradição cultural e etnográfica dos Caretos, personagens misteriosas e brincalhonas, associadas ao Carnaval. A Associação Grupo de Caretos de Podence é a responsável pela organização do Entrudo Chocalheiro que perpetua uma tradição ancestral.

Os caretos são umas figuras enigmáticas do nordeste transmontano. Considerados uns “diabos”, os misteriosos Caretos (a ideia é mesmo não se conseguir reconhecer quem está por detrás da máscara) saem às ruas, com os seus trajes coloridos, feitos de mantas, para animar o inverno e chocalhar as raparigas. É também a celebração do final do inverno e início da primavera. Leia mais.

Casa do Careto -Podence - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Casa do Careto -Podence – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Casa do Careto -Podence - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Casa do Careto -Podence – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Matrafonas - Casa do Careto -Podence - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Matrafonas – Casa do Careto -Podence – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Ainda pode visitar: o Museu Municipal de Arte Sacra, o museu Rural de Salselas, o sítio do Convento de Balsamão e o seu Museu de Arte Sacra, o Museu do Azeite nos Cortiços, a Senhora do Campo, os Pelourinhos de Vale de Prados, de Pinhovelo, de Chacim e de Nozelos, a capela de Malta, as Igrejas de Lamalonga, Vilarinho de Agrochão, Podence, Bornes, Grijó, Vale Benfeito e Castelãos, a talha da Igreja de S. Pedro, em Macedo, e os solares, em Macedo, Cortiços, Chacim e Arcas.

9. FEIRAS EM MACEDO DE CAVALEIROS

Feira Municipal de Macedo de Cavaleiros
Datas: Dias 6, 18 e 29 de cada mês

Feira Anual de S. Pedro: 28 de junho
Nota: quando o dia de feira coincide com um sábado, realiza-se sexta-feira; domingo, realiza-se segunda-feira.

Feira de Podence
Datas: todos os segundos domingos de cada mês

Feira das Cebolas – Chacim
Datas: 10 de setembro

Praça dos Segadores - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Praça dos Segadores – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

10. ONDE DORMIR EM MACEDO DE CAVALEIROS

Mesmo no centro de Macedo de Cavaleiros, está um bonito solar do século XVII (1674), que foi restaurando e adaptado para receber hóspedes nos seus cinco quartos (duas suites, dois com camas duplas e um com cama de casal). O Solar Morgado Oliveira, também conhecido como Solar dos Morgados de Macedo, pertence há mesma família há mais de trezentos anos e tem o escudo do brasão na portada para o provar. Leia mais.

Em Lugar do Casal Vale Pradinhos, uma aldeia muito bonita de Macedo de Cavaleiros, está a Casa do Olival inserida numa paisagem rural. Só os campos verdes rodeiam esta casa, que está decorada entre o clássico e o moderno. Leia mais sobre a Casa do Olival.

– Procura hotéis para a sua viagem a Macedo de Cavaleiros? Pesquise aqui

Buscar hotel

Destino
Data de entrada
Data de saida
Quarto da Casa do Olival - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Quarto da Casa do Olival – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Sala Casa do Olival - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Sala Casa do Olival – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Pequeno-almoço na Casa do Olival - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Pequeno-almoço na Casa do Olival – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Pequeno-almoço no Solar do Morgado Oliveira - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Pequeno-almoço no Solar do Morgado Oliveira – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Jardim do Solar do Morgado Oliveira Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Jardim do Solar do Morgado Oliveira – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Solar do Morgado Oliveira - Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Solar do Morgado Oliveira – Macedo de Cavaleiros © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo

Partilhe esta página