Serra do Cume - Terceira - Açores © Viaje Comigo Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo
Publicado em Abril 10, 2019

Programa de três dias na Ilha Terceira, Açores

Ilhas/ Notícias/ Portugal [ Açores/ Terceira ]

Andava a sonhar há muito em visitar a Ilha Terceira, nos Açores, e finalmente consegui ir! Se me perguntarem se três dias são suficientes… não, não são! Mas, se não têm mais tempo, ou querem conhecer outras ilhas, três dias já é muito bom! Consegue passear, provar a gastronomia, ir até às zonas balneares, conhecer locais mágicos (como o Algar do Carvão), ter vistas espetaculares do cimo da serra e usufruir de tudo o que esta linda ilha tem para oferecer. Preparado para a viagem?

Na Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Na Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Por onde começar a visita à ilha Terceira? Eu fiquei alojada num hotel em Angra do Heroísmo (o Azoris Angra Garden, de quatro estrelas) e, por isso, aproveitei bastante do facto de estar no centro para passear na área que, desde 1983, está classificada como Património Mundial da Humanidade. Aliás, sabiam que Angra foi a primeira cidade portuguesa a ter esta classificação da UNESCO? Outro facto que poucos sabem é que Angra foi capital de Portugal, por duas vezes, e fez-se a “Invicta açoriana” ao lutar contra armadas espanholas.

Serra do Cume - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Serra do Cume – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Centro de Angra do Heroísmo - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Centro de Angra do Heroísmo – Terceira – Açores © Viaje Comigo

A Terceira é a segunda ilha mais habitada dos Açores, com mais de 56 mil habitantes e tem cerca de 401,9 km2 – cerca de 29 Km de comprimento e 18 Km de largura. O ponto mais alto fica na serra de Santa Bárbara, a 1021 metros acima do nível do mar. É a ilha mais a Leste das que compõem o Grupo Central da Região Autónoma dos Açores, que são cinco: Terceira, Faial, S. Jorge, Pico e Graciosa.
O nome vem do facto de ter sido a terceira ilha encontrada pelos navegadores portugueses, entre finais 1420 e inícios de 1430. No início, chamou-se de Ilha de Nosso Senhor Jesus Cristo das Terceiras.

Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

O programa que sugiro neste texto foi exatamente o que eu fiz em três dias, mas existem muitos mais locais para explorar na ilha Terceira. Pode fazer tours, como eu, com a Picos de Aventura (em terra e no mar), ou alugar um carro e descobrir a ilha ao seu ritmo. Apanhar o “trânsito” das vacas na estrada, a mudarem de pasto, parar para admirar as paisagens lindas de diferentes tons de verde, recortadas pelos muros de pedra preta, vinda dos vulcões que formaram a ilha. Fui à ilha Terceira com um programa da Soltropico que tem, inclusive, sugestões para várias ilhas: inclui voo, estadia em hotel, aluguer de automóvel e até experiências podem estar incluídas.

Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

A primeira coisa que fiz mal cheguei e saí do aeroporto da Terceira – mesmo antes de ir para o hotel – foi subir à Serra do Cume. O céu tinha estado cinzento, mas apresentava algumas abertas e era a altura certa para ter uma vista soberba sobre os campos verdes que se estendem até ao mar, divididos pelos baixos muros de pedras vulcânicas. Esse manto de retalhos de campos, com mil tons de verdes, é a imagem de marca desta ilha, onde as vacas andam a pastar livremente. Pelo caminho, para me habituar ao ritmo das ilhas, apanhei o “trânsito” com as vacas na estrada. “Se há coisa que não vai encontrar aqui nas ilhas é pressa. Aqui passeia-se devagar, sem correrias”, avisaram-me logo, mal cheguei. E é bem verdade. Pare. Aproveite a vista, respire fundo e sinta-se deslumbrado com tanta beleza natural.

Serra do Cume - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Serra do Cume – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Serra do Cume - Terceira - Açores © Viaje ComigoSerra do Cume - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Serra do Cume – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Angra do Heroísmo - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Angra do Heroísmo – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Depois de ir ao hotel – só para pousar as malas – comecei a descobrir a pé o centro histórico de Angra do Heroísmo. O Pátio da Alfândega, junto da marina, é um bom ponto de partida, já que simbolicamente era o importante ponto de chegada dos navegadores. No topo de um monte vai ver o Castelo e, em frente, a Igreja da Misericórdia. Neste local foi fundado, em 1492, o primeiro Hospital dos Açores. A igreja tem estilo barroco – (as visitas são pagas) e a sua fachada azul dá-nos as boas-vindas para quem vem da marina – e venera o Santo Padroeiro da cidade desde 1707: Santo Cristo da Misericórdia. Em frente está a estátua de Vasco da Gama e, no chão, escritos de autores portugueses, como Camões ou Pessoa.

Vasco da Gama - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Vasco da Gama – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Igreja da Misericórdia e Vasco da Gama - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Igreja da Misericórdia e Vasco da Gama – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Continuámos a visita no centro, passando pelo Teatro Angrense, parando para comer um dos doces típicos, as queijadas D. Amélia, e continuámos a visita na Igreja do Santíssimo Salvador da Sé (conhecida como Igreja da Sé), que foi construída sobre a antiga Igreja de São Salvador, datada do século XV. Com longa história, o edifício atual já sofreu com um sismo, em 1980, e um incêndio, em 1984, mas mantém-se como o maior templo da cidade e dentro da área classificada como Património da Humanidade. Ainda no centro de Angra, merece uma visita o Palácio dos Capitães Generais e o Jardim Duque da Terceira.

Doces D. Amélia - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Doces queijadas D. Amélia – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Sé de Angra do Heroísmo - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Sé de Angra do Heroísmo – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Sé de Angra do Heroísmo - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Sé de Angra do Heroísmo – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Jardim Duque da Terceira - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Jardim Duque da Terceira – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Teatro Angrense - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Teatro Angrense – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

O Palácio dos Capitães Generais é um conjunto de edifícios onde esteve instalado o Colégio da Companhia de Jesus, desde 1572. Quando, no século XVIII, se dá a expulsão dos Jesuítas, fica a ser a casa do Capitão-General, responsável pela administração do Arquipélago. Foi duas vezes Paço Real: em 1832, no reinado de D. Pedro IV; e, em 1901, no reinado de D. Carlos I. Hoje em dia é possível visitar as salas principais, que servem de receção a altas individualidades, como presidentes e reis que visitem a ilha.
Morada: Rua do Palácio, 9700, Angra do Heroísmo
Telefone: +351 295 402 300

Palácio dos Capitães Generais - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Palácio dos Capitães Generais – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Palácio dos Capitães Generais - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Palácio dos Capitães Generais – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Palácio dos Capitães Generais - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Palácio dos Capitães Generais – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Saio do centro de Angra, onde há vacas desenhadas na calçada, para explorar o resto da ilha. E, em São Mateus da Calheta, vou descobrir o A Casa dos Botes Baleeiros, que é um espaço museológico, onde se mantém a memória da cultura baleeira, que se manteve até meados da década de setenta. Barcos, fotografias, peças de pesca e até ossos de baleia fazem parte do acervo deste pequeno museu. O museu está aberto de segunda a sexta-feira das 10h00 às 18h00.

Casa dos Botes Baleeiros - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Casa dos Botes Baleeiros – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Casa dos Botes Baleeiros - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Casa dos Botes Baleeiros – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Casa dos Botes Baleeiros - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Casa dos Botes Baleeiros – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Casa dos Botes Baleeiros - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Casa dos Botes Baleeiros – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

São várias as zonas balneares que estão espalhadas pela ilha. Na Terceira, além de piscinas naturais, fizeram piscinas junto do mar, para aproveitarem quando o tempo está quente. Como fui no início da primavera, as zonas balneares ainda não estavam a funcionar, mas são locais que estão totalmente apetrechados para receberem quem quer apanhar banhos de sol e de água salgada. Têm parques infantis e também locais para piqueniques. Fui até à Zona Balnear do Negrito e, depois de uma visita à Vaquinha, em Santa Bárbara, fui até uma outra: a zona balnear das Cinco Ribeiras, onde a rocha vulcânica está bem à vista nas arribas. A zona balnear dos Biscoitos é também um das muito procuradas, pelo seu enquadramento natural.

Zona Balnear do Negrito - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Zona Balnear do Negrito – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Zona Balnear do Negrito - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Zona Balnear do Negrito – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Zona Balnear das Cinco Ribeiras a- Terceira - Açores © Viaje Comigo

Zona Balnear das Cinco Ribeiras – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Zona Balnear das Cinco Ribeiras - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Zona Balnear das Cinco Ribeiras – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Zona Balnear das Cinco Ribeiras - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Zona Balnear das Cinco Ribeiras – Terceira – Açores © Viaje Comigo

A Vaquinha diz ser o queijo mais antigo da Ilha Terceira. Fui até lá para provar e comprar. Têm preparada uma degustação, dos quatro tipos de queijos que produzem, para que seja mais fácil decidir qual trazer. Dá vontade de trazer todos! Estão embalados em vácuo para que seja mais fácil colocar na mala e o cheiro do queijo não passe para a roupa.

Nota: quando visitar a Vaquinha, tem ao lado um miradouro natural de onde consegue ver São Jorge e, com um dia limpo, até o Piquinho do Pico, mesmo atrás.

Queijos A Vaquinha - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Queijos A Vaquinha – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Vista para S. Jorge - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Vista para S. Jorge – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Na ida para o restaurante Caneta (as sugestões dos restaurantes na Ilha Terceira estão mais abaixo neste texto), parei num sítio idílico: a Lagoa das Patas, ou formalmente apresentada como Reserva Florestal de Recreio da Lagoa das Patas. Fica junto à Estrada das Doze, que liga o Pico da Bagacina às Doze Ribeiras. O parque é um local de muita tranquilidade onde, de facto, habitam muitos patos. Tem locais de piquenique, parque infantil e zona de barbecue/grelhadores para os convívios com comida.

Lagoa das Patas - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Lagoa das Patas – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Lagoa das Patas - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Lagoa das Patas – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Um dos locais que mais me impressionou na ilha Terceira foi o Algar do Carvão. Isto porque não há fotografia que lhe faça jus. Depois de visitar a Gruta do Natal* – que é interessante em termos geológicos e de como a ilha foi surgindo; e ganhou esse nome porque tem celebrações de missas no interior – entro num túnel fundo para conhecer o Algar do Carvão e é o final desse túnel que me deixa de queixo caído.

Em cima de nós a abertura de um vulcão, rodeada de plantas, que nasceram num ambiente bastante húmido e, no fundo de uma escadaria, uma lagoa no interior daquele espaço (tenha atenção que o Algar do Carvão tem um horário muito curto e específico). É fenomenal e é um daqueles locais que merece uma visita atenta e bem explicada. Geralmente, perto dos locais onde existiram vulcões – ou para coisas que as pessoas não conseguiam explicar – davam o nomes de Mistérios e na Ilha Terceira existem os Mistérios Negros junto da Gruta do Natal. Daí encontrar, em várias ilhas dos Açores, zonas chamadas de Mistérios.

*A Gruta do Natal fica na área protegida da Serra de Santa Bárbara e Mistérios Negros. No seu interior podem ser observadas estruturas geológicas com escorrências de diferentes tipos de lava, estabilizes e pequenos balcões laterais. Este tubo de lava tem 697 metros de comprimento.

Gruta do Natal - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Gruta do Natal – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Gruta do Natal - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Gruta do Natal – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Algar do Carvão - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Algar do Carvão – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Algar do Carvão - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Algar do Carvão – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Pelos caminhos e voltas que der pela ilha vai vendo, edifícios pintados de cores coloridas que são os Impérios. São 71 em toda a ilha e servem para guardar o material das festas religiosas da ilha, sobretudo aquela que é maior de todas: as Festas do Espírito Santo – são celebrações nas oito semanas entre o domingo de Páscoa e o domingo da Trindade. Também muito celebradas nesta ilha são as Sanjoaninas: festas dedicadas a S. João, nas ruas de Angra do Heroísmo, durante dez dias do mês de junho. E existem muitas mais festas. Aliás, dizem em tom de brincadeira que os Açores são oito ilhas e… um parque de diversões, que é a Terceira, já que os terceirenses são muito dados a festas.

Império da Caridade - Praia da Vitória - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Império da Caridade – Praia da Vitória – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Ao contrário das muito conhecidas furnas de S. Miguel, as Furnas do Enxofre da Terceira não são usadas para cozinhar. Estas Furnas de Enxofre estão classificadas como Monumento Natural Regional e podem ser observadas, a partir de um passadiço, numa área de 64.746 metros quadrados com fumarolas vulcânicas.

Furnas de Enxofre - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Furnas de Enxofre – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Furnas de Enxofre - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Furnas de Enxofre – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Furnas de Enxofre - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Furnas de Enxofre – Terceira – Açores © Viaje Comigo

A Praia da Vitória é uma cidade da Ilha Terceira que sempre foi muito marcada por estar ao lado da base aérea das Lajes e, por isso, habituada ao convívio com os ingleses e norte-americanos que aqui habitavam, ainda que agora sejam apenas algumas centenas e já foram dezenas de milhares. Tem uma marina e praia, de areia clara, e uma zona costeira com lojas e restaurantes, que acaba por ser um centro de grande animação, sobretudo na época alta e no verão. A melhor forma de ter uma visão abrangente sobre a Praia da Vitória é subir ao Miradouro do Facho, onde está um monumento em homenagem ao Imaculado Coração de Maria: a estátua tem 6 metros de altura e está instalada sobre um pedestal de 16 metros de altura.
E o nome… porquê facho? Em tempos passados, este ponto era o local onde mantinham uma fogueira, acesa todas as noites, com a função de farol, para avisar a navegação.

Praia da Vitória - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Praia da Vitória – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Monte do Facho .- Praia da Vitória - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Miradouro do Facho .- Praia da Vitória – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Praia da Vitória - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Vista para a Praia da Vitória – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Se tiver tempo na Praia da Vitória, pode visitar o mercado municipal, a Igreja de Santa Cruz, a Casa-Museu Vitorino Nemésio e a Igreja do Senhor Santo Cristo das Misericórdias, entre outros locais.

Marina de Angra do Heroísmo - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Marina de Angra do Heroísmo – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Uma das manhãs da minha visita à Terceira, foi dedicado ao mar. A saída é feita bem cedo, de barco, para fazer a observação de baleias e golfinhos (com a Picos de Aventura) – se costuma enjoar no barco, não coma muito ao pequeno-almoço e nem leite, iogurtes ou queijos. Há quem prefira tomar um comprimido para o enjoo, mas a mim dá-me muito sono e prefiro comer menos.

E os animais do mar o Homem não consegue controlar se aparecem ou não. Por isso, não conseguimos ver baleias, mas estivemos junto de um grupo grande golfinhos. O passeio de barco, partiu da marina Angra e também nos deu a conhecer os Ilhéus das Cabras. Na verdade, hoje em dia são duas ilhotas, mas já foram uma só. São o local preferido de muitos mergulhadores e também escolhidas por muitos peixes e aves que aqui nidificam. Por isso mesmo têm estatuto de Zona de Proteção Especial.

Golfinhos - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Golfinhos – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Ilhéus das Cabras - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Ilhéus das Cabras – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Na Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Na Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

ONDE COMER: RESTAURANTES NA ILHA TERCEIRA, AÇORES

Na minha estadia pela ilha Terceira experimentei cinco restaurantes (ligue sempre para confirmar o horário e marcar mesa, se possível):

– Ti Choa
Este foi, sem dúvida, um dos meus preferidos: o Ti Choa (o nome vem da derivação do “sure”, em inglês, por causa dos emigrantes) é um espaço decorado de forma tradicional, com comida muito típica. Sabores caseiros e ambiente muito acolhedor. Tudo excelente e atendimento muito simpático.
Morada: Grota do Margaride 1, Serreta, 9700-661 Angra do Heroísmo
Telefone: +351 295 906 673

Restaurante Ti Choa - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Restaurante Ti Choa – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Restaurante Ti Choa - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Torresmos e bolinhos de milho – Restaurante Ti Choa – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Restaurante Ti Choa - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Restaurante Ti Choa – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

– Restaurante Caneta
O restaurante Caneta abriu em 1998, ou seja, há mais de 20 anos. Fui lá experimentar a muito afamada carne de alcatra – a família dona do restaurante tem 160 cabeças de gado – servida num pote e acompanhada com pão sovado. Estava muito saboroso. E foi aqui que comi o melhor pudim de vinagre da ilha.
Morada: Rua As Presas – 13 – Altares, 9700-308 Angra Do Heroísmo
Telefone: +351 295 989 162

Restaurante Caneta - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Restaurante Caneta – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Restaurante Caneta - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Pudim de vinagre – Restaurante Caneta – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Restaurante Caneta - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Restaurante Caneta – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

– QB – Food Court
Em Angra, o restaurante QB – Food Court ocupa um edifício de duas formas: um estilo mais descontraído, com pizzaria e snacks, e um outro espaço com gastronomia mais requintada.
Gostei bastante da refeição que fiz aqui, principalmente pela criatividade e apresentação dos pratos, usando ingredientes locais.
Morada: Caminho do Meio de São Carlos, 50, Angra do Heroísmo
Telefone: +351 295 333 999

Restaurante QB - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Prato de peixe – Restaurante QB – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Restaurante QB - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Restaurante QB – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Restaurante R3
O edifício moderno e envidraçado do restaurante R3 sobressai na paisagem da Terceira. Tem dois espaços de refeições, um mais aberto e outro mais recatado – que pode ser usado para eventos e grupos.
Morada: Boa Vista 40, Praia de Vitória, Terceira, Portugal
Telefone: +351 912 310 990

Restaurante R3, Praia da Vitória - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Restaurante R3, Praia da Vitória – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Restaurante R3, Praia da Vitória - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Restaurante R3, Praia da Vitória – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

Restaurante R3, Praia da Vitória - Ilha Terceira - Açores © Viaje Comigo

Restaurante R3, Praia da Vitória – Ilha Terceira – Açores © Viaje Comigo

– Restaurante Garden

Este restaurante faz parte do hotel Azoris Angra Garden. Tem uma decoração moderna e vista direta para o Jardim Duque da Terceira. Tem serviço à la carte, com base na gastronomia local. Comecei a refeição por um Trio de Queijos açorianos, na entrada, que estava delicioso. Depois, no prato principal, veio o carré de borrego da Terceira, com crosta de ervas aromáticas e legumes a acompanhar. E guardei espaço para a sobremesa: um pudim conventual de massa sovada com um refrescante gelado artesanal de limão galego. Está tudo ótimo! Leia mais.
Morada: Azoris Angra Garden, Praça Velha, Angra do Heroísmo, Açores
Telefone: +351 295 206 600

Hotel Azoris Angra Garden, Terceira, Açores © Viaje Comigo

Carré de borrego – Hotel Azoris Angra Garden, Terceira, Açores © Viaje Comigo

Hotel Azoris Angra Garden, Terceira, Açores © Viaje Comigo

Entrada de queijos – Hotel Azoris Angra Garden, Terceira, Açores © Viaje Comigo

Hotel Azoris Angra Garden, Terceira, Açores © Viaje Comigo

Hotel Azoris Angra Garden, Terceira, Açores © Viaje Comigo

Hotel Azoris Angra Garden, Terceira, Açores © Viaje Comigo

Sobremesa de pudim de massa sovada – Hotel Azoris Angra Garden, Terceira, Açores © Viaje Comigo

Marina de Angra do Heroísmo - Terceira - Açores © Viaje Comigo

Marina de Angra do Heroísmo – Terceira – Açores © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo