Bergamo, Porto de Lovere © Viaje Comigo
Publicado em Novembro 1, 2015

Visitar Bergamo, Itália

Europa/ Itália

Bergamo, no norte de itália, é uma preciosidade que muitos desconhecem. O turismo de Bergamo convidou o Viaje Comigo e lá fomos nós descobrir um local do qual apenas conhecíamos o aeroporto. Agora, damos aqui todas as dicas para que possa conhecer este cantinho italiano tão pitoresco. Boa viagem!

Reportagem e fotografias de Rafaela Santiago, em Bergamo, Itália

Poucos minutos depois de ter chegado ao centro da cidade, o primeiro pensamento que me assaltou foi pura e simplesmente: “Porquê? Porque é que já tinha estado, um bom par de vezes, a apenas 20 minutos daquela cidade encantadora e ignorava tudo aquilo que estava a perder”.

Após o pensamento inicial, veio-me à cabeça “as regras da sensatez” do nosso querido Rui Veloso, na qual ele diz “nunca voltes ao lugar onde já foste feliz”. Adaptei essa frase ao momento: sempre que aterrei no aeroporto de Bergamo, dirigia-me para Milão – que se encontra a 45 minutos – e de facto fui muito feliz nessa agitada cidade. Se calhar não devia ter voltado lá tantas vezes, uma vez que, a 20 minutos do Orio Al Serio, estava esta relíquia muralhada, cheia de história e charme. Aquele charme que só as cidades mais pequenas nos sabem mostrar.

Bergamo, Piazza Vecchia © Viaje Comigo

Bergamo, Piazza Vecchia © Viaje Comigo

Nos três dias que lá estive, Bergamo quis mostrar-me o quão romântica e lírica a cidade é com chuva… e conseguiu! Ficam aqui sugestões do que fazer e visitar na cidade e arredores.

A melhor maneira de explorar uma cidade e conhecer a sua energia é palmilhando-a!
A chamada “parte alta” de Bergamo tem uma graça impossível de comparar a qualquer outro sítio. Nesta zona encontra estes principais pontos de interesse:

– Piazza Vecchia
Esta praça alberga algumas das livrarias mais antigas de Itália, cafés históricos e restaurantes de esplanadas convidativas.

– Torre Cívica
Foi erguida no século XII e, desde então, oferece uma vista panorâmica de tirar o fôlego sobre Bergamo. Os seus 52 metros de altura podem ser percorridos a pé ou de elevador. No topo tem um portentoso sino (Campanone) que outrora marcava o recolher noturno da cidade. Apesar do nevoeiro denso e chuva, deu para apreciar a beleza circundante.

Bergamo, Torre Civica © Viaje Comigo

Bergamo, Torre Civica © Viaje Comigo

Bergamo, vistas da Torre Cívica @ Viaje Comigo

Bergamo, vista da Torre Cívica @ Viaje Comigo

– Piazza Duomo
Aqui encontra a Basílica de Santa Maria Maggiore, a Capela Colleoni e o Batistério. O interior está repleto de pinturas, esculturas e impressionantes trabalhos em madeira.

Bergamo, Piazza Duomo © Viaje Comigo

Bergamo, Piazza Duomo © Viaje Comigo

Bergamo, pormenores em madeira na Capela @ Viaje Comigo

Bergamo, pormenores em madeira na Capela @ Viaje Comigo

Dizem que dá força e virilidade esfregar este escudo, que pode parecer uma cornucópia, mas não é… São mesmo os genitais de Bartolomeu Colleoni – um líder militar – que se dizia ser tão vigoroso que um par não era suficiente… Podem reparar o quão brilhante está… do uso que lhe dão!

Bergamo, pormenores da capela @ Viaje Comigo

Bergamo, pormenores da capela @ Viaje Comigo

Em Bergamo pode (e deve!) também descobrir ruas estreitas, plenas de lojinhas, restaurantes…

A parte mais moderna de Bergamo (città bassa) move-se com outra energia, mais agitada mas sem perder o seu charme. Aqui visitei:

– Torre dei Caduti (Torre dos Caídos)
A tradução não é a melhor mas “caduti”, refere-se aos cidadãos de Bergamo que morreram a combater na Primeira Guerra Mundial. Depois de percorrer os seus 45 metros de altura vai deparar-se com uma deslumbrante vista sobre a cidade, tanto a parte moderna como a baixa. No seu interior tem memoriais e objetos da altura da Primeira Grande Guerra.

Bergamo, vista da Torre dei Caduti @ Viaje Comigo

Bergamo, vista da Torre dei Caduti @ Viaje Comigo

– Accademia Carrara
Este museu reabriu há pouco tempo, após sete anos encerrado, com um novo fôlego e um magnífico espólio que nos conta a evolução da arte italiana, ao longo dos anos e nas diferentes regiões.

Bergamo Accademia Carrara, foto a preto e branco © Viaje Comigo

Bergamo Accademia Carrara, foto a preto e branco © Viaje Comigo

Bergamo Accademia Carrara escultura © Viaje Comigo

Bergamo Accademia Carrara escultura © Viaje Comigo

– Vá à Ópera
O Teatro Donizetti é um imponente edifício cujo interior ainda mais fascinante se revelou.
Quando visitei Bergamo, estava em exibição Don Pasquale e o autor é “o menino dos olhos” da cidade: Gaetano Donizetti.
O espetáculo foi surpreendentemente divertido, cativante, alucinante e com toques da cultura pop moderna que encaixava na perfeição nas estruturas clássicas do original.
Se não domina o italiano, não se aflija, pois há legendas em inglês e italiano. Contudo, mesmo sem perceber as falas vai ficar maravilhado com as vozes arrepiantes e personagens absorventes.

Bergamo Teatro Donizetti © Viaje Comigo

Bergamo Teatro Donizetti © Viaje Comigo

Bergamo Teatro Donizetti © Viaje Comigo

Bergamo Teatro Donizetti © Viaje Comigo

A visitar perto de Bergamo

– Vinhas Scanzorosciale
Esta zona fica a uns escassos minutos de Bergamo e vale a pena pelas paisagens verdejantes e, claro, pelo vinho Moscato di Scanzo, um néctar tinto singular que só é produzido naquela região.
Pode visitar as vinhas, marcando com antecedência, e de preferência ao fim de semana.

Bergamo, vinhas em Scanzorosciate © Viaje Comigo

Bergamo, vinhas em Scanzorosciate © Viaje Comigo

– Explorar Clusone
Clusone é uma vila medieval que nos arrebatou desde o primeiro segundo pois parece indiferente ao ritmo alucinante pelo qual o resto do mundo se rege.
Os frescos nas casas estão por todo o lado, como se fosse a coisa mais normal do mundo ter obras de arte centenárias nas paredes dos nossos lares… pois, lá é!
A energia que se sentia, nas suas ruas íngremes não se deixara abalar pela teimosa chuva, e tanto a calçada como as paredes resplandeciam…

Bergamo ruas de Clusone © Viaje Comigo

Bergamo, ruas de Clusone © Viaje Comigo

Bergamo, relógio astronómico @ Viaje Comigo

Bergamo, relógio astronómico @ Viaje Comigo

Bergamo, ruas de Clusone @ Viaje Comigo

Bergamo, ruas de Clusone @ Viaje Comigo

No topo, não deixe de visitar a Basílica de Santa Maria Assunta. Lá dentro leve o seu tempo, pois vai-se perder nos infindáveis pormenores das talhas douradas, das pinturas e das esculturas, que nos contam, na primeira pessoa, inúmeras histórias religiosas. E mesmo os menos crentes se vão deixar embrenhar por aquela mística.

Bergamo, Clusone © Viaje Comigo

Bergamo, Clusone © Viaje Comigo

Bergamo , fresco de Giacomo Borlone de Buscais, em Clusone @ Viaje Comigo

Bergamo , fresco de Giacomo Borlone, em Clusone @ Viaje Comigo

VISITA A LOVERE

Esta bonita cidade portuária está rodeada pelo Lago d’Iseo e montanhas impressionantes.
Lovere faz-se muito bem explorando a pé as ruas estreitas, decoradas com edifícios históricos, cores deslumbrantes, lojas singulares e frescos, em todo o lado!!
Aconselhamos a subir a Torre Socca para uma vista panorâmica do centro e da natureza circundante.
O Viaje Comigo apanhou aí o ferryboat para Pisogne, para fazer uma viagem com vista para paisagens estonteantes… Veja por si mesmo!

Bergamo, Porto de Lovere © Viaje Comigo

Bergamo, Porto de Lovere © Viaje Comigo

Bergamo, Lovere © Viaje Comigo

Bergamo, Lovere © Viaje Comigo

Fique ainda com algumas informações práticas sobre onde comer e dormir
Restaurantes: onde comer em Bergamo
Hotéis: onde dormir em Bergamo

Restaurante La Vendemmia, Bergamo © Viaje Comigo

Restaurante La Vendemmia, Bergamo © Viaje Comigo

Tiramisu no Restaurante Barreto, Bergamo © Viaje Comigo

Tiramisu no Restaurante Barreto, Bergamo © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo