Cabo Verde © Foto: Schland/Pixabay
Publicado em Julho 29, 2022

Viajar para Cabo Verde

África/ Cabo Verde

Em África, Cabo Verde é um país constituído por dez ilhas vulcânicas, nove das quais habitadas: Ilhas do Barlavento (Boavista, Sal, S. Nicolau, S. Vicente, Santo Antão e Sta. Luzia (não habitada)) e Ilhas do Sotavento (Brava, Fogo, Santiago e Maio). Localiza-se ao largo da costa da África Ocidental, banhado pelo Oceano Atlântico, a cerca de 600 quilómetros do Senegal. A sua capital é a Cidade da Praia, situada na Ilha de Santiago.
Estima-se que a população de Cabo Verde ronde os 560 899 habitantes (estimativa de 2017).

HISTÓRIA DE CABO VERDE

O arquipélago de Cabo Verde era desabitado até ao século XV, altura em que os exploradores portugueses o descobriram e colonizaram. O nome Cabo Verde deve-se ao facto dos exploradores terem avistado, alguns anos antes, o vizinho Cabo Verde (ponto mais alto de uma península ocupada pela cidade de Dacar). Por isso, oficialmente, hoje em dia chama-se “República de Cabo Verde”, e não apenas “Cabo Verde”.

Atualmente, Cabo Verde é uma república semipresidencialista, destacando-se como uma das nações mais democráticas do mundo. Conquistou a sua independência em 1975, tal como outros países de África na mesma altura.

Cabo Verde tornou-se um local turístico devido ao seu clima, que é ameno todo o ano e, claro, à incomparável beleza natural. Para além disso, é um país com um povo alegre e acolhedor, onde todos são recebidos com comida deliciosa e a animação do funaná e do batuque, da mazurca e das coladeras, e o bater das mornas.

Ilha da Boavista, Cabo Verde © Foto: Matthias_Lemm/Pixabay

Ilha da Boavista, Cabo Verde © Foto: Matthias_Lemm/Pixabay

ALGUNS PONTOS A VISITAR EM CABO VERDE:

Praia – Ilha de Santiago
Praia é a atual capital de Cabo Verde e a sua maior cidade. Vale a pena ir passeando e vendo os edifícios históricos. No bairro central, conhecido como Plateau, encontrará vários restaurantes, o mercado, e alguns edifícios, como: O Palácio Presidencial; a antiga Câmara Municipal (prédio com fachada clássica e uma torre central quadrada); a Igreja Nossa Senhora da Graça; o Museu Etnográfico e o Monumento de Diogo Gomes (navegador português e descobridor da Ilha de Santiago em 1460).

• Cidade Velha – Ilha de Santiago
A Cidade Velha, antiga capital de Cabo Verde está separada da cidade da Praia por 14 quilómetros. Na Cidade Velha destaca-se a Rua da Banana, a primeira rua calcetada construída em África; duas igrejas; o Forte de São Filipe, e o Pelourinho. Estes monumentos fazem parte do património arquitetónico, classificado como Património Mundial da Humanidade pela UNESCO em 2009.

• Ilha do Sal
O Sal é das ilhas mais conhecidas e visitadas de Cabo Verde. Deve o seu nome à enorme quantidade de sal existente na região. Com as suas águas transparentes e clima ameno, é o cenário perfeito para relaxar, mas, também, para se divertir com os vários desportos aquáticos que pode fazer na ilha: mergulho, surf, kitesurf e windsurf. Alguns dos locais que não pode deixar de visitar no Sal são: a Gruta do Amor; a piscina de lava da Buracona, o Jardim Botânico Viveiro; o Cais de Santa Maria e as Salinas de Pedra Lume. Vídeo

• Ilha de São Vicente
É considerada a mais cosmopolita de Cabo Verde e a capital cultural do arquipélago. Conta-se que foi na Ilha de São Vicente, num dos seus bares de música ao vivo, que Cesária Évora terá iniciado a sua carreira. Esta é a ilha ideal para quem pretende aliar a praia à cultura.

• Santa Mónica – Ilha da Boavista
A praia de Santa Mónica, na Boavista é muito procurada pelos turistas. Isto porque, com 11 quilómetros de extensão, parece uma daquelas praias desertas, de filme, rodeadas por mar e natureza.

• Ilha do Maio
Por enquanto, a Ilha do Maio não tem uma grande afluência turística.
Vale a pena aproveitar as praias quase desertas; passear pela cidade e ver a Igreja Matriz, o Farol de S. José e o Castelo do Maio. E, se tiver muita sorte e visitar a ilha na altura certa, com o acompanhamento de um guia, poderá assistir ao lindo espetáculo que é a desova das tartarugas marinhas.

• Vulcão do Pico do Fogo
O Pico do Fogo é uma paisagem vulcânica de cortar a respiração. Trata-se do ponto mais alto de Cabo verde, com os seus 3000 metros de altitude.
Para chegar ao cume são cerca de cinco horas de subida e sugiro que o faça acompanhado por um guia.

• Tracking pelas aldeias rurais de Santo Antão
Por falar em caminhar, se gosta de passear por trilhos e ruelas, irá encontrar vários destes caminhos em Santo Antão. Os percursos são lindíssimos: entre montanhas, vegetação tropical e a vastidão do mar. Estes são alguns dos percursos imperdíveis: Ribeira Grande; Vale do Paúl; Topo da Coroa; o trilho da Ponta do Sol à Cruzinha da Graça e o percurso da estrada velha entre Porto Novo e a Ribeira Grande.

• Ilha de São Nicolau
Esta é a ilha da tão conhecida canção de Cesária Évora “Sodade”. Outra curiosidade muito interessante sobre esta ilha, é que algumas das suas praias (no Tarrafal, mais concretamente) possuem propriedades medicinais. São ricas em titânio e iodo, que ajudam a aliviar dores nos ossos e articulações.
Outros locais que deve visitar em São Nicolau são: o Parque Natural do Monde Gordo; o Porto da Preguiça e o Juncalinho.

Língua de Cabo Verde
A língua oficial é o português, contudo, a língua nacional de Cabo Verde, a língua do povo, é o crioulo cabo-verdiano (o criol ou kriolu). Cada uma das ilhas habitadas tem a sua variante do crioulo.

Clima de Cabo Verde
Cabo Verde tem uma temperatura amena todo o ano, entre os 20ºC e os 30ºC. A temperatura do mar costuma estar entre 21ºC em fevereiro e 25ºC em setembro. Trata-se de um clima quente e seco, observando-se apenas duas estações: uma seca e menos quente (novembro a julho) e outra húmida, com temperaturas mais elevadas, (agosto a outubro).

Gastronomia de Cabo Verde
A culinária de Cabo Verde assenta numa mistura de cores e aromas muito característicos. A grande base são o peixe e o marisco, porém, também se distinguem: a galinha, o feijão, a fruta, o milho, a batata-doce e a mandioca.
Sugiro que prove a Cachupa (cozido de milho, feijão e peixe ou carne), o Caldo de Peixe e o Modje (ensopado de cabrito).

Bandeira de Cabo Verde

Bandeira de Cabo Verde

Capital: Cidade da Praia

Área: 4033 km²

População: 560 899 habitantes (estimativa de 2017)

Moeda: Escudo cabo-verdiano. A taxa de câmbio é de 1€ =110.265CVE. O Euro é correntemente aceite

Clima: Cabo Verde tem uma temperatura amena todo o ano, entre os 20ºC e os 30ºC.

Língua oficial: A língua oficial é o português; o crioulo é a língua materna.

Religião: Os cabo-verdianos são, na sua maioria, cristãos (mais de 95%), com os católicos representando 85% da população religiosa

Sistema Político: Cabo Verde é uma república semipresidencialista, no quadro de uma democracia representativa.

Horário: – 2 hora que em Portugal; + 2 horas que em São paulo

Visto: não é necessário visto de entrada para estadias inferiores a 30 dias. No entanto é necessário fazer um pré-registo na plataforma online, de preferência até 5 dias antes da viagem.

Vacinas: não há nenhuma vacina obrigatória, contudo, recomenda-se a vacina da Hepatite A e Febre Tifoide.

Contactos úteis:
Embaixada de Portugal na Cidade da Praia:
Email: embporpraia@gmail.com e sconsular.praia@mne.pt

Emergência: número 112

BANDEIRA DE CABO VERDE

A revisão constitucional de 1992 definiu uma nova bandeira para Cabo Verde. Até então, o país dividia as mesmas cores da bandeira da Guiné-Bissau.

A Bandeira Nacional é constituída por cinco retângulos dispostos no sentido do comprimento e sobrepostos. Os retângulos superior e inferior são de cor azul – que simbolizam o céu e o mar-, entre os quais existem três faixas, brancas e vermelha. Sobre os cinco retângulos, dez estrelas amarelas de cinco pontas, que representam as ilhas do arquipélago, estão, dispostas em círculo, sinal de união. As faixas referem-se à construção do país, sendo o branco a paz que o povo quer e o vermelho o esforço do povo.

Cabo Verde © Foto: Schland/Pixabay

Cabo Verde © Foto: Schland/Pixabay

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo