Nashik -Maharashtra- India © Viaje Comigo
Publicado em Outubro 21, 2018

Fazer as malas: clima e o que vestir na Índia

Ásia/ Índia/ Notícias

Quando faço as viagens com os leitores, para fora da Europa, é a pergunta que mais me fazem: o que devo vestir no destino… tal? E porque a Índia tem uma cultura bastante diferente da nossa decidi fazer este texto que poderá ajudar, sobretudo, algumas viajantes.

E não há nada que me custe mais do que sugerir às pessoas o que devem (podem) vestir. Juro-vos! Principalmente às mulheres. Acho que cada um se deve vestir como quer e ninguém tem nada a ver com isso. Mas, como se sabe, quando visitamos um país, culturalmente diferente do nosso, o mais apropriado será seguirmos as regras de conduta para mostrarmos que não desrespeitamos os seus valores e tradições, ainda que sejam o oposto dos nossos.

Túnica e sári - Índia © Viaje Comigo

Túnica e calças, à esquerda, e sári à direita – Índia © Viaje Comigo

E, obviamente, a maior parte das pessoas que vai ler este texto são mulheres, porque os homens não têm tantos problemas em vestir o que quer que seja. A eles é (quase) tudo permitido. Apesar de ver alguns de calções, a maior parte dos indianos, mesmo com um calor de fazer suar as estopinhas, vestem calças clássicas e camisas.

Neste texto vão encontrar algumas sugestões, com base nas minhas experiências, nas duas viagens que fiz Índia. Por isso, serão sempre sugestões de roupas de viagem/ de turista /de viajante. Mas, saibam que, nas grande cidades, os indianos e indianas das zonas de negócios também se vestem com fatos e bastante mais formais. Há de tudo um pouco, num país com mais de 1,3 milhões de habitantes (o segundo país mais populoso do mundo, a seguir à China). Podem saber mais sobre a Índia, aqui.

Porta da Índia - Bombaim - India © Viaje Comigo

Na Porta da Índia – Bombaim – India © Viaje Comigo

Neste caso, em específico, vamos falar do que vestir na Índia e vamos falar de quão curiosa esta diferença cultural:
– recordo-me de estar numa praia, em Kerala, de calções quase até ao joelho, e eles rirem-se por eu mostrar os joelhos…
– e as mulheres indianas usam os sáris e o top (choli) a mostrar a barriga, seja de que idade for.
– E aqui nós escondemos a barriga, a maior parte das vezes por pudor. Pondo a questão de outra forma: imaginem as vossas mães e avós a usarem o choli (o tal top curto) e a mostrarem a barriga no dia-a-dia 😀
– O que mais me impressiona é ver milhares de saris pelas ruas e não encontrar dois iguais (nas cores). Aqui, parece que andamos sempre todos vestidos de igual 😀
– Os meus amigos indianos acham que, nós ocidentais, temos a mania que todas as mulheres indianas vestem sáris. E mostram-me as amigas com as roupas ocidentais, de marcas conhecidas…

– Mas, é um facto que pelos lugares por onde passei na Índia, a maior parte veste sári, porque são lugares mais quentes.
– Há os sáris para o dia-a-dia e os de festa que são, muitas vezes, bordados à mão e até com mais dourados, etc. O verdadeiro traje de festa.
– Nos locais mais turísticos, já estão habituados à forma de vestir dos viajantes ocidentais.
– Na praia onde estava de calções e, mesmo assim, olhavam para os meus joelhos a rirem-se, iam quase todos tomar banho vestidos. Com a roupa de rua. Quem abrir uma casa de fatos de banho na Índia, está visto que não faz fortuna 😀

Motard de Bombaim - Índia © Viaje Comigo

Motard de Bombaim – Índia © Viaje Comigo

Praia de Kovalam em Kerala, India © Viaje Comigo

Praia de Kovalam em Kerala, India © Viaje Comigo

Grutas Ajanta - Aurangabad - Maharashtra - India © Viaje Comigo

Grutas Ajanta – Aurangabad – Maharashtra – India © Viaje Comigo

Na Índia, mostram a barriga sem problemas, porque outras partes do corpo são consideradas mais sensuais, daí as mulheres cobrirem os joelhos, os ombros e o colo. E mesmo indianas que se vistam de forma mais ocidental, não costumam usar decotes. Aliás, nas grandes cidades, as mulheres já vestem muita roupa igual à que se vê na Europa ou América, já que as grandes marcas de roupas estão lá também instaladas.

Outra roupa bastante habitual nas indianas é o salwar kamiz que tem uma calças e uma túnica, aberta de lado, por cima das calças/leggings, quase até aos joelhos. Entre os viajantes, há quem compre para usar lá e, depois, cosa essas aberturas das túnicas e faça vestidos no verão europeu.

CLIMA NA ÍNDIA

Para perceber as diferenças de clima num país com mais de três milhões de quilómetros de quadrados de território, tem de ver bem quais as regiões que vai visitar.

Saiba também que o norte da Índia é mais frio (muito frio até, em certas alturas do ano, com neve) e o sul mais quente, húmido e tropical. E isso, claro, influenciará o que vai vestir.

N maior parte do país há três estações distintas: o verão (de março a junho), o inverno e as monções.

Monções: entre junho e setembro e /ou outubro e fevereiro, com chuvas torrenciais que, muitas vezes, provocam grandes catástrofes.

As de junho a setembro, começam no sul (em Kerala) e alastram-se um pouco por quase todo o país.
As monções no nordeste do país são entre outubro e fevereiro.

O inverno não é como o europeu. As temperaturas mínimas poderão ser de 20 graus no centro e sul, por exemplo. A norte será sempre mais fresco, mas mesmo assim nunca chegando a graus negativos, exceptuando nas montanhas do Himalaia.

Melhor altura para visitar a maior parte do país: a partir de outubro e novembro; ou nos meses mais secos: janeiro a março. Mas fuga das altas temperaturas que podem atingir os 45 graus.
No entanto, no norte, os melhores meses serão entre junho e setembro.

O clima indiano é influenciado pelas águas quentes do Oceano Índico, a cordilheira do Himalaia e a posição geográfica entre o equador e o Trópico de Cancêr (paralelo a norte da linha do equador).

ROUPAS COLORIDAS

Se existe um país onde se pode usar muitas cores, esse país é a Índia. Sem medos de combinar qualquer tom. Por isso, amarelo com laranja, rosa, azul, etc. Não há limites. Menos roupas escuras. É raro ver preto na Índia.

Antes de fazer a mala, veja no accuweather.com o tempo que vai estar nos dias da sua viagem. Mesmo que vá apanhar uns 30 graus, leve pelo menos um casaquinho para os locais com ar condicionado (restaurantes e hotéis, por exemplo) onde o ar condicionado parece imitar o inverno português.

Grutas Ajanta - Aurangabad - Maharashtra - India © Viaje Comigo

Perto das grutas Ajanta – Aurangabad – Maharashtra – India © Viaje Comigo

Calçado para a viagem:
– eu uso muito chinelos e sandálias nos destinos mais quentes mas… se vai visitar locais sagrados leve umas meias, porque pedem para tirar o calçado que ficará à porta;
– levo sempre umas sapatilhas e meias para a viagem entre aviões etc, depois prefiro sempre os pés ao ar livre.

ALGUMAS IDEIAS DE ROUPA A LEVAR PARA A ÍNDIA:

– Pode usar vestidos mais curtos, complementando com umas leggings por exemplo;
– Levar uma camisa a fazer de casaco ou um kimono, para tapar ombros e decotes, em locais sagrados;

– Não se esqueça do pijama fresco para os sítios quentes, mas leve um pijaminho quente se for para o norte, que é mais frio.

– calças de ganga: se não prescinde dos jeans, tudo bem; apesar que nos lugares de muito calor… seria melhor tecidos mais frescos, como linho ou algodão fino;
– calças justas: se for a lugares sagrados evite levar roupa muito justa; se estiver em locais com muito calor também evite roupa justa porque vai inchar com o calor e torna-se insuportável.

O QUE LEVAR NA MALA PARA A ÍNDIA:

– Écharpes (levo sempre duas, no mínimo): além de ajudar a cobrir os ombros, caso necessite; aquece nos locais com ar condicionado frio… para não ficar doente da garganta; também serve para pôr na cabeça, por causa do sol, proteger do vento, etc. E também poderá servir de saia, por cima dos calções, para poder entrar em locais sagrados.

– saias compridas, vestidos compridos – OK!
– calções compridos ou culottes, calças largas que ficam abaixo do joelho – OK!

Shri Mahalakshm - Kolhapur - India © Viaje Comigo

Shri Mahalakshm – Kolhapur – India © Viaje Comigo

ONDE COMPRAR?

Para vos dizer a verdade, a maior parte das minhas calças frescas, de algodão, foram compradas em feiras, em Portugal. Mesmo que tenham desenhos elefantes e vocês possam pensar que eu as comprei na Ásia, não… foi nas feiras, quase sempre, no início ou fim do verão.

Se está agora no inverno em Portugal e já não há roupas frescas nas lojas, tente fazer compras online que terão inclusive grandes promoções.

Outra coisa: por muito que você se esconda por detrás das roupas, não há uma mulher com feições ocidentais que escape dos olhares de indiano e indianas. Somos personagens tão misteriosas para eles como eles para nós 😀 E adoram tirar fotografias connosco! 😀

Muito importante para quem vai viajar de avião dentro da Índia:

– se vai fazer voo internos, por exemplo, entre Deli e Varanasi, tenha em conta que os voos internos na Índia poderão ter limites no peso das malas. Costuma ser 7Kg na mala de mão e 15 Kg, no máximo, na mala de porão.
Se tiver uma mala com 20 Kg, e for a Varanasi e voltar a Deli, o mais acertado será deixar o excesso de peso num cacifo no aeroporto de Deli e recolher quando regressar. O aluguer do cacifo é à volta de 7€/dia.

Família em Bombaim depois de me pedirem para tirar uma foto com eles © Viaje Comigo

Família em Bombaim depois de me pedirem para tirar uma foto com eles © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo