Viena
Publicado em Dezembro 26, 2014

18 Dicas para visitar Viena, Áustria

Aústria/ Europa [ Viena ]

A elegância de Viena, na Áustria, está nos seus antepassados, com os luxuosos palácios de imperadores e compositores que marcaram a história da música, como Mozart, Strauss, Beethoven e Haydn. É também a herança dos Habsburgos – que governaram Viena durante 600 anos – que a cidade mostra, sendo clássica e moderna ao mesmo tempo, com prédios barrocos e renascentistas e arquitetura contemporânea.

Com o cartão Viena tem viagem gratuitas e entradas com desconto em múltiplos locais: veja aqui mais informações sobre o cartão Viena.

Centro de Viena

Centro de Viena

A capital austríaca cresceu nas margens do rio Danúbio, com jardins muito bem cuidados, e continua a ser uma fonte de cultura na Europa. Além das belíssimas salas de espetáculos, onde pode assistir às tradicionais valsas vienenses, desfrute do ambiente nos cafés ou nas típicas tabernas austríacas (heurigen).

Viena

Viena

Viena

Viena

Como já referimos, Viena é também conhecida como a cidade da música. Além da indubitável marca que os compositores deixaram na capital da Áustria, é aqui que está a Orquestra Filarmónica de Viena, considerada uma das melhores do mundo. Também o Coro das Crianças Cantoras de Viena, os Wiener Sängerknaben, são admirados internacionalmente.

Para quem viaja com crianças esta é uma cidade onde a história os vai encantar e a música também. Para se divertirem ainda mais têm o parque de diversões Prater Wien, com muitas atividades para toda a família, e é onde está a roda gigante.

Dica: com o Sissi Ticket pode visitar dois Palácios, Hofburg e Schönbrunn e o Museu do Mobiliário Imperial. E o melhor é que não precisa de estar em filas a perder tempo. Pode comprar online. Preço: 25,50€. Com o cartão Viena consegue agrupar as atrações turísticas aos transportes públicos, por 72 horas.

Catedral de Viena

Catedral de Viena

1. Stephansdom / Catedral de São Estevão

Esta catedral situa-se no coração da cidade, no centro histórico, e é um belo exemplo da arquitetura gótica. Foi seriamente danificada durante a II Guerra Mundial mas a sua reconstrução marcou uma nova era de esperança.

Nela pode visitar as catacumbas como também a Torre Norte de Pummerin, onde encontra um sino de 20 toneladas, fundido a partir de 20 balas de canhão tomadas aos Turcos, em 1683. Tem cinco janelas medievais que contam, através das suas pinturas, histórias bíblicas sobre a paixão de Cristo.

Catedral de Viena

Catedral de Viena

2. Palácio Hofburg

O Palácio Hofburg é um proeminente complexo de edifícios, no centro da cidade de Viena, onde antigos imperadores viviam. Quanto mais crescia o poderio dos Habsburgos, mais edifícios foram acrescentados.
Atualmente, o Palácio Hofburg acolhe a sede da Presidência da República, um centro de conferências internacional, a Escola de Equitação de Inverno, vários apartamentos oficiais e privados, museus, entre outras coisas.

Os famosos cavalos Lipizzaner são garanhões criados na coudelaria nacional. São cavalos espanhóis que foram trazidos para a Áustria em 1562. Os cavalos saem da Escola Espanhola de Equitação e treinam durante oito anos para poderem atuar.

Viena

Viena

3. Palácio de Belvedere

Este palácio, de arquitetura barroca, foi das construções mais ambiciosas levadas a cabo por um particular, neste caso, o Príncipe Eugénio de Sabóia.
Neste palácio, pode visitar a Orangerie para aceder ao Museu de Arte Medieval Austríaca, como também pode usufruir dos variados jardins que circundam o palácio.
É aqui que está ainda a Galeria da Áustria, que apresenta a maior coleção de obras de Klimt e Kokoschka e quadros de Schiele.
Para evitar filas, pode adquirir o seu bilhete online.

Volkstheater

Volkstheater

4. Karlskirche / Igreja de S. Carlos Borromeu

Esta igreja pertence ao período barroco e foi construída (1715-1737) em honra de São Carlos Borromeu, como forma de agradecimento por ter libertado Viena da peste epidémica de 1713. Em honra dos que padeceram, foi-lhes feita uma homenagem no Frontão.
De ressaltar também o lago na frente da igreja, pavimentado a pedra, com uma escultura moderna de Henry Moore, concebida com o propósito de contrastar com o estilo barroco da igreja.

Margem do Rio Danúbio

Margem do Rio Danúbio

5. Museu Kunsthistoriches

Este Museu de História de Arte, de estilo renascentista, alberga algumas das obras mais valiosas do mundo, colecionadas pelos Habsburgos, mecenas e outros entusiastas, durante vários séculos. Pode encontrar Rembrandt, na Coleção Holandesa, Rubens na Coleção Flamenga, e muitos outros quadros mundialmente aclamados. Compre o seu bilhete online e evite filas.

Quarteirão dos Museus

Quarteirão dos Museus

6. Museumsquartier / Quarteirão dos Museus

Este edifício barroco outrora albergava as cavalariças imperiais mas, atualmente, é um dos maiores complexos de museus do mundo que inclui o Museu de Arte Moderna da Fundação de Ludwig de Viena (MUMOK), o Kunsthalle, o Leopold Museum e o Museu do Tabaco, entre outros. Também tem teatros, o Centro de Arquitetura de Viena, zonas verdes tranquilas e cafés tradicionais. Evite as filas comprando o bilhete online.

Staatsoper - Ópera Nacional Vienense

Staatsoper – Ópera Nacional Vienense

7. Staatsoper / Ópera Nacional Vienense

A sala foi inaugurada em 1869 mas em 1945 foi quase que totalmente destruída pelos bombardeamentos da II Guerra Mundial. Rapidamente se voltou a reerguer, reabrindo em 1955.
Pode assistir a um espetáculo de ópera ou fazer uma visita guiada para apreciar a arquitetura do edifício e sobretudo o finíssimo salão de chá. Esta ópera está munida de detalhes imperdíveis como as fontes, a escadaria de mármore, as estátuas de bronze, as tapeçarias, etc.

Staatsoper - Ópera Nacional Vienense

Staatsoper – Ópera Nacional Vienense

8. Edifício da Secessão

Este edifício foi considerado um atentado ao bom gosto aquando da sua conclusão, em 1898. Porém, hoje em dia, é um motivo de orgulho pois representa o estilo da Arte Nova vienense. Nos meses de verão pode desfrutar da esplanada do terraço, pois servem bebidas e refeições ligeiras.

Passeios de charrete no centro de Viena

Passeios de charrete no centro de Viena

9. Palácio Schönbrunn

Este palácio, outrora a residência de verão dos Habsburgos, oferece-lhe nove restaurantes e cafés, dos quais se destaca o café Gloriette pela vista sobre o palácio e a cidade. Tem inclusive um Jardim Zoológico no meio dos cuidados jardins.
Pela sua arquitetura e história vale a pena visitar o interior, assim como a Sala dos Espelhos, o Salão Chinês Azul, a Sala da Imperatriz Isabel, a Sala da Laca Antiga (que combina rococó com arte chinesa) e a Sala das Porcelanas, entre outras. Compre o bilhete da tour online e evite as filas.

Hundertwasserhaus - Viena

Hundertwasserhaus – Viena

10. Hundertwasserhaus

Este complexo habitacional concebido pelo artista Friedensreich Hundertwasser, daí o nome, destaca-se pelas suas cores garridas, ornamentos variados, como azulejos, estátuas e pelas janelas irregulares, tanto no tamanho como nas cores.
Não há turista qur não queira parar para tirar uma fotografia para ficar com uma recordação desta arquitetura vanguardista. Uma vez que os os apartamentos são privados, pode apreciá-los a partir dos diversos cafés que os rodeiam.

Hundertwasserhaus - Viena

Hundertwasserhaus – Viena

11. Roda Gigante e parque de diversões

Fica no parque de diversões Wiener Prater e é um dos símbolos da cidade. Além da roda, o parque inclui outras atividades como o carrossel, o comboio-fantasma, carrinhos de choque,  diversões dentro de água, e muitas mais tantos para adultos como para crianças.

Viena

Viena

12. Cafés vienenses

A cultura dos cafés encontrou em Viena o seu ponto alto. São pontos de encontro, convívio e tertúlias. Salas acolhedoras, com decoração luxuosa que receberam outrora leituras de autores conhecidos. Ainda hoje muitos o fazem ao apresentarem as suas obras. Os cafés por muito clássicos que seja, adaptaram-se aos tempos modernos e são agora apetrechados de wifi, música ambiente e, por vezes, com festas e DJs.

Alguns Cafés Históricos:
– Café Demel, abriu em 1786, e diz-se que fornecia o sorvete de violeta à imperatriz Sissi;
– Café Hawelka, fundado na década de 30;
– Café Central, da viragem do século XIX, acolheu Trotsky nas suas tertúlias;
– Café Landtmann, abriu em 1873, e foi frequentado por Freud;
– Café Griensteidl, foi inaugurado em 1848;
– Café Sperl, abriu em 1880 e tem concertos aos domingos à tarde, de domingo a junho.

Vienna Magic

Vienna Magic

13. Doces vienenses

Experimente as delícias dos pasteleiros vienenses como o Sachertorte (bolo de alperce e chocolate), o Gugelhupf (bolo com cobertura de amêndoas, ou chocolate), Apfelstrudel (massa folhada com maçã), a Palatschinken (é uma panqueca que pode ser servida com fruta, chocolate, ou queijos) e o Mohr um Hemd (pudim de chocolate servido com chantilly), entre outros.

Vestígios arqueológicos em Viena

Vestígios arqueológicos em Viena

14. Capital Mundial da Música

Todos os anos, Viena organiza o evento Capital Mundial da Música. São apresentados 15 mil concertos de todos os géneros musicais, que marcam assim a influência que a música sempre teve nesta cidade. Certamente, não houve outra cidade em que tantos compositores se sentissem inspirados: Mozart, Mahler, Haydn, Beethoven e Strauss. Viena é conhecida como a cidade da valsa, da opereta e dos musicais.

Monumento a Maria Teresa - Viena

Monumento a Maria Teresa – Viena

15. Naschmarkt / Mercado

Funciona desde o século XVIII e é o maior mercado do centro da cidade de Viena. é também conhecido como o “estômago da cidade”. Pode provar (nos restaurantes) e comprar de tudo um pouco, desde produtos locais, gourmet, ingredientes internacionais, à fruta e legumes. Está aberto de segunda-feira a sábado.

Mercado de Viena

Mercado de Viena

16. Bailes vienenses

Estima-se que, por ano, se realizem cerca de 450 bailes, com várias orquestras a tocarem ao mesmo tempo. É mesmo um verdadeiro espetáculo. A temporada de bailes é em janeiro e fevereiro – pode saber quais são e marcar presença consultando a agenda de eventos de Viena.

Viena

Viena

17. Schnapsmuseum

É um dos museus mais originais de Viena, já que é totalmente dedicado à aguardente austríaca: a Schnaps. A história da bebida remonta aos anos 70 do século XIX.

Entre os mais originais museus de Viena está o Bestattungsmuseum, que é o Museu dos Funerais, com objetos funerários expostos. O Uhrenmuseum é um museu dedicada a todo o tipo de relógios.

Decoração de Natal de Viena

Decoração de Natal de Viena

Enfeites de Natal

Enfeites de Natal

18. Mercados de Natal

A anunciar o Natal, são montados nas ruas de Viena os Mercados de Natal. As bancas são casinhas em miniatura e vendem decorações de Natal, presentes feitos por artesãos, e vinho quente com especiarias para beber… e aquecer. Um dos maiores mercados de Natal está montado frente à Câmara Municipal. A cidade também tem mercados de Páscoa.

Mercado de Natal Viena - frente à Câmara Municipal

Mercado de Natal Viena – frente à Câmara Municipal

Mercado de Natal de Viena

Mercado de Natal de Viena

18. Alojamento em Viena

Procura alojamento em Viena? Fique com as sugestões do Viaje Comigo, clicando aqui.

Recordações com a imagem da Imperatriz Sissi

Recordações com a imagem da Imperatriz Sissi

19. Recordações de Viena

Além dos doces e bolos típicos de Viena, as recordações envolvem quase sempre as imagens da imperatriz Sissi e dos compositores, como Mozart, etc Encontram-se as imagens em ímanes, canecas, pratos e muito mais.

Metro e comboio em Viena

Metro e comboio em Viena

20. Metro de Viena

Metro de Viena

Mapa do Metro de Viena

Textos: Rafaela Santiago e Susana Ribeiro

Viena

Viena

Comentários

Poderá também gostar de

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Regressar ao topo