Passear & Azulejar - Porto © Viaje Comigo Passear & Azulejar - Porto © Viaje Comigo
Publicado em Julho 20, 2017

Vamos passear e azulejar com O Porto Encanta

Europa/ Norte/ Notícias/ Portugal [ Porto ]

De cada vez que parto à descoberta da minha própria cidade fico, também cada vez mais, encantada com as suas histórias. Por isso, de vez em quando, decido ser turista no Porto para ficar a conhecer ainda melhor a Invicta Cidade. E que tal conhecer uma cidade a partir do seu legado em azulejos? Foi, assim, que fiz o “Passear & Azulejar”.

“E o que é isso?”, perguntam vocês! A convite da Rita Branco, do blog O Porto Encanta, fui fazer o tour e workshop “Passear & Azulejar”. Começa com a história dos azulejos, como se fabricam e o que significam, e termina a pintar o seu próprio azulejo. Depois… passado um dia (para o secar) pode ficar com ele como recordação. Veja como ficou o meu no final deste texto 😀

A Rita Branco tem sotaque brasileiro mas alma portuguesa, ou não fosse ela nascida no Brasil mas com pais portugueses (transmontanos!). A sua paixão pela cidade do Porto fê-la criar o blog O Porto Encanta e, hoje em dia, dinamiza a atividade “Passear & Azulejar” para dar a conhecer (ainda mais!) a cidade que lhe arrebata o coração. Esta atividade é sobretudo dedicada aos turistas, mas acho uma iniciativa excelente mesmo para os habitantes do Porto e arredores, para ficarem a conhecer o património de azulejos da cidade. Até porque… quantos de nós, portuenses, conhece mesmo bem a sua cidade?

Passear & Azulejar - Porto © Viaje Comigo

Passear & Azulejar – Porto © Viaje Comigo

Passear & Azulejar - Porto © Viaje Comigo

Passear & Azulejar – Porto © Viaje Comigo

Mas, comecemos pelo início do “Passear & Azulejar” Ora, pelo nome, já perceberam que gira em torno dos azulejos que proliferam por muitas paredes (e não só!) da cidade do Porto. E, depois de ficarmos a conhecer a história de algumas fachadas, arregaçámos as mangas e pintamos o nosso próprio azulejo. E é destas atividades que mais gosto: de pôr as mãos à obra. São três horas divertidas, de conhecimento, história, passeio e depois dedicadas à aprendizagem e arte da azulejaria. Todo o processo tem o ensinamento e o saber da ceramista Ninoska Trillo, que nos conta histórias e depois nos ensina a pintar os azulejos.

Igreja de Santo Ildefonso no Porto © Viaje Comigo

Igreja de Santo Ildefonso no Porto © Viaje Comigo

A atividade passa junto da fachada da bonita Igreja de Santo Ildefonso e a razão é óbvia: são 11 mil azulejos que se exibem e contam História – tal como muitas outras igrejas da cidade. Aliás, por falar em História, diz-se que os azulejos terão aparecido em Portugal, por influência dos árabes, durante o século XV, no reinado de D. Manuel I e daí ficaram até aos dias de hoje.

Passear & Azulejar - Porto © Viaje Comigo

Passear & Azulejar – Porto © Viaje Comigo

A partir daí, começamos a descer a Rua 31 de Janeiro, em direção a São Bento, e é só levantar a cabeça para perceber quanta riqueza de azulejos temos ali todos os dias. E cada estilo e cor terá um significado diferente, principalmente os que decoravam casas senhoriais ou palácios. Alguns deles foram recuperados e consegue ver-se a diferença entre os antigos e os mais recentes. Ou melhor, a Ninoska consegue ver as diferenças e vai apontado curiosidades sobre as mesmas:

– sabiam que os azulejos amarelos indicavam riqueza e alguns, seriam os mais caros, mostram relevo com apontamentos da natureza como flores ou plantas? Interessante, não é?

Passear & Azulejar - Porto © Viaje Comigo

Passear & Azulejar – Porto © Viaje Comigo

Chegámos à Estação de São Bento onde os seus painéis de azulejos contam uma parte da história de Portugal. E sabia que é o local onde está concentrado o maior número de azulejos por metro quadrado no mundo inteiro? Pois, eu também não sabia! E é destas e outras curiosidades que vamos ficando a saber no “Passear & Azulejar”.

Estação de São Bento, Porto © Viaje Comigo

Estação de São Bento, Porto © Viaje Comigo

Passamos Sá da Bandeira e subimos Passos Manuel e continue a olhar para cima. Já tinha reparado que há edifícios com telhas de azulejo? É só abrir os olhos… ou participar do “Passear & Azulejar” para saber tudo.

Um dos locais que mais gostei de visitar, foi dentro da antiga Biblioteca Municipal. Tantas vezes… tantos anos(!!!) passei lá a estudar e nunca tinha dado valor aos seus azulejos. Na verdade, alguns deles foram colocados só há algum tempo, se calhar por isso eu nunca os tinha visto… ou está provado que não damos tanto valor ao que nos está próximo… E o melhor mesmo é, com este passeio, fazer a leitura desses azulejos de diferentes séculos.

Passear & Azulejar - Porto © Viaje Comigo

Passear & Azulejar – Porto © Viaje Comigo

Passear & Azulejar - Porto © Viaje Comigo

Passear & Azulejar – Porto © Viaje Comigo

Paramos perto da Praça dos Poveiros, onde se desvendam algumas histórias dos brasileiros de torna-viagem. Na verdade, eram portugueses que foram fazer fortuna para o Brasil e depois, quando voltaram a Portugal, ficaram conhecidos pela riqueza que demonstravam nas fachadas das suas habitações. E há muito mais para saber pelo passeio mas não quero desvendar aqui tudo… o melhor mesmo é inscrever-se e participar.

Passear & Azulejar - Porto © Viaje Comigo

Passear & Azulejar – Porto © Viaje Comigo

Passear & Azulejar - Porto © Viaje Comigo

Vinho do Porto (e chocolate) para se sentir mais inspirada para o workshop 😀
Passear & Azulejar – Porto © Viaje Comigo

E depois do passear, vem a parte mais esperada… o vinho do Porto! Estou a brincar (ou não…)! Pronto, vem o vinho do Porto e vamos pintar o azulejo, claro!! 😀 😀 Primeiro é-nos dado um exemplo e eu só pensava o quanto seria difícil, mas com o apoio da Ninoska tudo se torna mais fácil.

Passear & Azulejar - Porto © Viaje Comigo

Exemplo de azulejo no workshop Passear & Azulejar – Porto © Viaje Comigo

O meu ficou espetacular (modéstia à parte)… mas não quero enganar ninguém! Sempre fui péssima nestas artes e, se não fosse a ajuda e o talento da Ninoska, tinha saído uma bela borrada!
O meu azulejo é o das sardinhas e o mais simples, porque não queria arriscar tudo num mais difícil… Afinal estava rodeada de gente com mão para isto! Ora vejam os azulejos pintados 😀

Passear & Azulejar - Porto © Viaje Comigo

Workshop do Passear & Azulejar – Porto © Viaje Comigo

Os azulejos dos meus companheiros do workshop e qual é o meu? 😀
Passear & Azulejar – Porto © Viaje Comigo

Mas, no final, saiu uma bela obra de arte, não foi?

Passear & Azulejar - Porto © Viaje Comigo

Azulejo antes de ir para o forno – Passear & Azulejar – Porto © Viaje Comigo

Produto Final - o meu azulejo depois de ir ao forno e secar - Passear & Azulejar - Porto © Viaje Comigo

Produto Final – o meu azulejo depois de ir ao forno e secar – Passear & Azulejar – Porto © Viaje Comigo

Veja também o vídeo desta atividade “Passear & Azulejar”, em que participei e… adorei! Foram três horas que passaram a correr. E é assim quando estamos a gostar de algo, não é? Para mais informações tem os contacto aqui abaixo.

INFORMAÇÕES

“Passear & Azulejar” decorre na cidade do Porto – Portugal
Duração: 3 horas
Como se inscrever:
Por e-mail: oportoencanta@gmail.com
Por telefone: +351 964 062 130
Preço sob consulta (inclui o tour, o workshop e a prova de vinho do Porto) – envie e-mail ou ligue para o número acima para saber o valor
Nota: marque esta atividade para o início da sua viagem no Porto. Depois de pintar o azulejo o mesmo tem de ir ao forno e, por isso, só ficará pronto, passado um dia.

Passear & Azulejar - Porto © Viaje Comigo

Passear & Azulejar – Porto © Viaje Comigo

Passear & Azulejar - Porto © Viaje Comigo

Passear & Azulejar – Porto © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo