Receita de almôndegas de novilho - Chef Fabio Alves ©DR Receita de almôndegas de novilho - Chef Fabio Alves ©DR
Publicado em Março 24, 2020

Receita de almôndegas de novilho, pelo chef Fábio Alves

Gastronomia [ Receitas ]

Precisa de ideias para variar as ementas em casa? Fique com a receita das almôndegas de novilho, com feijão-verde, abóbora e acompanhado por esparguete. A sugestão é do chef Fábio Alves*, do restaurante Suba, no Verride Palácio Santa Catarina, em Lisboa. Hoje, o chef é… você! Bom apetite!

Receita de almôndegas de novilho - Chef Fabio Alves ©DR

Receita de almôndegas de novilho – Chef Fabio Alves ©DR

Receita de almôndegas de novilho - Chef Fabio Alves ©DR

Receita de almôndegas de novilho – Chef Fabio Alves ©DR

INGREDIENTES PARA ALMONDEGAS – PARA 4 PESSOAS

– 500gr de almôndegas de Novilho
– 300gr de feijao-verde
– 300gr de abobora
– 100gr de cebola
– 70gr de alho-francês
– 10gr de alho
– 5gr de salsa
– 20gr de polpa de tomate
– 5ml de vinho branco
– 2 folhas de louro
– 250gr de esparguete
– Q.B de azeite
– Q.B de pimenta preta
– Q.B de sal

Receita de almôndegas de novilho - Chef Fabio Alves ©DR

Receita de almôndegas de novilho – Chef Fabio Alves ©DR

Receita de almôndegas de novilho - Chef Fabio Alves ©DR

Receita de almôndegas de novilho – Chef Fabio Alves ©DR

PREPARAÇÃO PARA ALMONDEGAS

1 – Num tacho colocar a cebola e o alho previamente picado juntamente com um fio de azeite e 1 folha de louro.

2 – Deixar alourar tudo, adicionar as almôndegas e deixar alourar mais um pouco, refrescar com vinho branco.

3 – Adicionar polpa de tomate, envolver e por fim adicionar o feijão-verde laminado e abóbora cortada em cubos, temperar e tapar o tacho.

4 – Deixar cozinhar em lume brando aproximadamente 20 minutos, retificar de temperos e deixar repousar cerca de 5minutos.

5 – Num tacho à parte colocar água a ferver com um fio de azeite, sal, pimenta e louro

6 – Adicionar a esparguete e deixar cozinhar cerca de 7 minutos

7 – Esfriar a esparguete em água corrente.

8 – Num tacho à parte colocar alho e salsa picada, deixar alourar um pouco e juntar a esparguete, envolver e retificar de temperos.

9 – Empratar como sugestão da fotografia.

Receita de almôndegas de novilho - Chef Fabio Alves ©DR

Receita de almôndegas de novilho – Chef Fabio Alves ©DR

No coração de Lisboa, está o restaurante SUBA, no piso superior do hotel Verride Palácio Santa Catarina, na Rua de Santa Catarina, em Lisboa. Com a cozinha criativa do chef Fábio Alves este é restaurante premiado pelos Haute Grandeur Awards nas categorias de Best Luxury Boutique Hotel Restaurante in Portugal e Best Portuguese Cuisine in Portugal em 2019.

Sobre o chef Fábio Alves:

Aos 32 anos, Fábio Alves é chef executivo do Verride Palácio Santa Catarina, e conta já com uma carreira vasta na hotelaria. Traz para a cozinha do SUBA as suas origens e a importância que deposita na família e amigos, realçando o facto de que na sua relação profissional, todos aqueles que o rodeiam se tornam uma grande família, com quem faz questão de não perder o contacto apesar da distância ou percursos diferentes.

Nascido na aldeia de Vales, município de Valpaços, em Trás-os-Montes, trouxe consigo as mais importantes inspirações para a sua cozinha. Desde tenra idade ajudou os pais a tratar da terra, e o que em tempos considerava uma obrigação, tornou-se uma enorme paixão. Conhecer o produto desde a sua origem fez com que ganhasse mais respeito pelos ingredientes e trabalhasse diferentes formas de os confeccionar.

É com o mesmo respeito que afirma que “O segredo está na preparação de uma boa base e é desta forma que se consegue o verdadeiro sabor de um prato.” Nas suas criações, as guarnições são o que mais gosta de trabalhar, pensando em todos os detalhes.

De forma geral, o chef privilegia a utilização de ervas aromáticas, que diz “enriquecerem muito o sabor”. Aos 16 anos escolheu o seu percurso, decidindo entrar no curso de cozinha na escola profissional de Chaves (2003- 2006). Optou por esta área profissional com vista à sua formação, por considerar uma opção viável, e com futuro, mas foi só no seu primeiro estágio que se apercebeu da paixão pela cozinha. Para o chef do SUBA, toda a envolvência do meio, o stress da dinâmica diária, e o companheirismo que viveu com a equipa – e que acredita só na cozinha se conseguir encontrar – conquistaram-no.

Aquilo que pensava ser uma coincidência na escolha da profissão, foi na verdade uma paixão escondida. A sua família sempre teve negócios ligados à restauração, e desde cedo começou a ter contacto com a cozinha. É também na família que hoje encontra novas inspirações para os seus pratos.

A sua mulher, de origem ucraniana, deu-lhe a conhecer as técnicas de fermentação do Leste da Europa, o que acabou por estudar e introduzir nas suas criações. Nas diferentes cozinhas por onde passou, aprendeu muito e absorveu ao máximo o conhecimento que lhe foi transmitido. Hoje, pretende fixar-se para desenvolver a sua própria cozinha, trabalho que tem estado a desenvolver no restaurante do hotel Verride Palácio Santa Catarina.

Curioso por natureza, o chef criativo do SUBA pretende enriquecer a sua arte através de diferentes experiências profissionais e formações na área, a que continua muito atento. A moda que existe em volta da sua profissão preocupa-o, pois teme que as futuras gerações percam a noção do que é ser cozinheiro. “O chef tem que ser um cozinheiro.

A cozinha para o chef tem que ser uma prática”, acrescenta. E no cargo de chef executivo considera que não pode parar de cozinhar. Quando desenha uma nova carta, equaciona todas as combinações que encaixam para formar o prato, como também as cores que utiliza e conjuga, e experimenta ele próprio todas as suas ideias no fogão. Acima de tudo, quer continuar a manter o seu ADN.

Chef Fábio Alves ©DR

Chef Fábio Alves ©DR

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo