Salar de Uyuni, Bolívia
Publicado em Janeiro 24, 2014

10 maravilhas da natureza a visitar

China/ Escócia/ Holanda/ Japão/ Maldivas/ México

São 10 maravilhas da natureza espalhadas pelo mundo, mas também podia ser uma daquelas lista de “locais a visitar antes de morrer”.

Certamente, não serão só 10 os sítios a ver antes de morrer! Haverão muitos mais ,espalhados pelo mundo inteiro e provavelmente nem tão conhecidos como estes. São surpreendentes estas maravilhas da natureza.

Encontrámos, na internet, a frase perfeita para acompanhar estas imagens: a vida é curta demais para ver tantos locais de cortar a respiração.

Como já dissemos, haverão muitos mais que se podiam juntar a  esta lista… Nós escolhemos estes… para já! Qual o seu preferido?

1. Campos de Tulipas, na Holanda

Quando arranca a primavera, os campos perto de Alkmaae transformam-se em filas de cores com o despontar das flores típicas holandesas: as tulipas.

Campos de Tulipas, na Holanda

Campos de Tulipas, na Holanda – DR

2. A Floresta de Bambus, no Japão

Para ir ver esta espetacular floresta de bambus tem de ir até à zona rural de Arashiyama, perto de Quioto. Foto de Yuya Horicawa

Floresta de bambus, no Japão_DR

Floresta de bambus, no Japão_DR

3. Salar de Uyuni, na Bolívia

É o maior deserto de sal do mundo, com mais de 10 mil Km2. Está situado em Potosi, Oruro, no sudoeste da Bolívia.

Mais do que mostrar a transformação de vários lagos pré-históricos, este local oferece o reflexo do céu no chão salgado, tornando-se num verdadeiro espelho do que vemos.

Salar de Uyuni, Bolívia

Salar de Uyuni, Bolívia – Direitos Reservados

4. Fairy Pools, na Ilha de Skye, na Escócia

Por alguma razão lhes chamam as “piscinas de fadas”. É como se fosse, de verdade, um mundo encantado, na ilha de Skye, na Escócia.

Águas límpidas e frias, que transformaram as pedras por onde passaram, terminam em bonitas cachoeiras.

Ilha Skye, Escócia

Ilha Skye, Escócia – DR

5. Praia escondida, Puerto Vallarta, no México

É um sítio do outro mundo esta praia. E se lhe disser que foi criada por testes militares, que aqui eram realizados? Foram as explosões que criaram estas cavidades, que são visitadas por milhares de turistas todos os anos.

As ilhas Marietas, de origem vulcânica, são desabitadas e ficam a algumas milhas (a cerca de uma hora de barco) da costa de Puerto Vallarta, no México.

A pressão para acabar com os testes militares nas ilhas foi grande, envolvendo o cientista Jacques Cousteau, nos anos 60. Só aí o Governo mexicano decidiu tornar as ilhas num parque nacional e protegendo o ecossistema contra a pesca e caça.

Praia Puerto Vallarta, México

Praia Puerto Vallarta, México – Direitos Reservados

6. Parque Geológico Zhangye Danxia, na China

Parece um quadro mas é, na verdade… uma maravilha da natureza.

O Parque Geológico Zhangye Danxia – fica na província de Gansu, na China – tem estas cores devido aos depósitos de minerais de diferentes tons, que se foram acumulando ao longo dos anos… séculos. Tudo obra da natureza.

Parque Geológico Zhangye Danxia, na China

Parque Geológico Zhangye Danxia, na China – Direitos Reservados

7. Rio Caño Cristales, na Colômbia

Este rio cheio de cores, fica num parque natural peto da cidade de La Macarena. Só tem esta coloração durante os meses de setembro a novembro. Então como é que, de um momento para o outro, fica colorido o apelidado de “rio mais belo do mundo”?

É na mudança das estação que a magia acontece. Na época húmida, há mais água e maior crescimento das algas vermelhas que, ao se juntarem com ervas daninhas verdes e a areia amarela, vai criando várias cores que contrastam com o azul da água.

Existem passeios organizados por agências de turismo em passeios a pé ou a cavalo.

Rio Caño Cristales, na Colômbia

Rio Caño Cristales, na Colômbia – DR

8. Campos de flor de canola na China

O Viaje Comigo já destacou esta maravilha da natureza, que pode ser vista na China, na região de Luoping.

São campos de perder a vista, cheios de flores amarelas que florescem na primavera – feitos de flor de canola (de onde sai o óleo de canola) – e proporcionam esta visão.

Para saber mais sobre estas plantações, basta clicar aqui.

Luoping, na China

Luoping, na China – Direitos Reservados

9. Lago cor de rosa na Austrália

O Lago Hillier fica no arquipélago de Recherche e é impossível não ficar deliciado a olhar para um lago rosa, rodeado de vegetação verde, com muitos eucaliptos. O lago tem cerca de 600 metros de comprimento e é rodeado por uma borda de sal branco.

Gostaria muito de explicar porque é o que o lago é rosa, mas mesmo os biólogos ainda não chegaram a uma conclusão definitiva. Especula-se que tenha a ver com a baixa concentração de nutrientes e o crescimento de algas, como a Dunaliella salina e a Halobacterium.

E o lago não é único: existem mais cinco outros lagos rosa na Austrália. São eles o Hutt Lagoon, o Pink Lake, o Quairading Pink Lake e o Field of Pink Lakes, todos na província da Austrália Ocidental.

Lago Hillier, Austrália

Lago Hillier, Austrália – Direitos Reservados

10. Luzes no mar? Em Vaadhoo, ilhas Raa Atoll, nas Maldivas

Numa das ilhas Raa Atoll, nas Maldivas, há um fenómeno que transforma o mar, deixando-o brilhante.

Deriva o fenómeno, denominado de bioluminescência, da altura em que um microrganismo na água – o fitoplâncton (phytoplanktons bioluminescentes) – entra em contato com o oxigénio.

Pode saber mais sobre esse fenómeno e ver videos no Viaje Comigo – clique aqui.

Vaadhoo, nas MaldivasQuer saber todas as novidades e sugestões do Viaje Comigo? Acompanhe-nos também no Facebook.

Comentários

Poderá também gostar de

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Regressar ao topo

Partilhe esta página