Plumas de porco preto, brás de farinheira e pêra bêbeda
Publicado em Novembro 13, 2013

Plumas de porco preto, brás de farinheira e pêra bêbeda, pelo chef António Amorim

Gastronomia [ Receitas ]

Só de olhar para a fotografia lhe cresce água na boca? Este prato com plumas de porco preto, brás de farinheira e pêra bêbeda é uma criação do chef António Amorim*.

Agora imagine que é você quem faz esta iguaria! Ou, pelo menos, tenta fazer com  que fique igual. Hoje o chef é… você! Bom apetite!

INGREDIENTES

350g Plumas de porco preto

2 pernas Tomilho

q.b. Sal, pimenta, louro

1/2 média Cebola

600g Batata palha

60g Farinheira

2 Ovos

1 dente Alho

100ml Azeite

q.b. Salsa fresca

50g Pasta de azeitona preta

1 Pêra rocha

200ml Vinho tinto

q.b. Casca de laranja, casca de limão, pau de canela, açúcar

Plumas de porco preto, brás de farinheira e pêra bêbeda

Plumas de porco preto, brás de farinheira e pêra bêbeda

PREPARAÇÃO  

1. Corte a cebola em meia lua fina, pique o alho e reserve.

2. Corte a batata em forma de palha fina e frite em oleo abundante até ficar estaladiça.

3. Coloque um tacho ao lume com o azeite reservando um pouco para a carne,  aqueça ligeiramente junte o alho e a cebola e deixe refogar até ficar maçia.

4. Tempere de sal e pimenta e incorpore a batata, envolver bem.

5. Coloque um tacho ao lume com o vinho com o açucar a canela e os citrinos, deixe ferver até avaporar o alcool, adicione métade de quantidade em agua e ferve em lume brando.

6. Descasque a pêra corte em metade e coloque na mistura do vinho e deixe cozinhar ligeiramente deixando ficar al`dente. Retire do lume e deixe arrefecer na calda.

7. Tempere a carne com sal e pimenta, numa frigideira coloque o restante azeite e cozinhe a carne em lume médio, acrescente o tomilho, retire a carne quando estiver cozinhada.

8. Retire a pêra da calda e corte em laminas finas.

9. Numa frigideira ou tacho, adicione um fio de azeite, junte a farinheira sem pele e deixe cozinhar bem até libertar os sucos e gordura, incorpore a mistura das batatas e envolva bem, incorpore os ovos batidos suavemente em lume brando sempre a mexer.

10. Tempere de sal e pimenta, decore com pasta de azeitona e salsa.

*CHEF ANTÓNIO AMORIM

Chef António Amorim

Chef António Amorim

Dedicou parte da vida ao serviço militar, mas sempre sempre a acompanhou com evolução da cozinha, realizando formações. Participou em missões militares em Timor Leste e na Bósnia, sempre preocupado em bem alimentar as tropas e em trazer novos conhecimentos gastronómicos para Portugal, assim como em ensinar a gastronomia portuguesa aos colegas de outros países.

Defende uma cozinha saudável, exigente e de qualidade. Gosta de um prato bem equilibrado, sempre acompanhado de um legume, seja ele cozinhado ou fresco. A nossa cozinha, as nossas origens, com confeções modernas e produtos de qualidade, são o seu objetivo. António já visitou vários países, sempre com o interesse em conhecer, provar e aprender o que de mais tradicional existe na gastronomia de cada lugar. No fundo, pretende sempre proporcionar não uma simples refeição mas torná-la num prazer de degustação.

Foi pára-quedista durante nove anos, gosta de viajar e é um apaixonado por carros antigos. Passou pelo Restaurante Redondo, no Porto, e pelo Hotel Casa Branca, em Vila Nova de Gaia. Em Lisboa, esteve no Altis Belém Hotel & Spa, em 2012, foi consultor do Restaurante Casa Lisboa, em Hong Kong, e foi chef no Restaurante Rota das Seda.

O chef António Amorim participou nas edições de 2008, 2009 e 2012 do Concurso Chefe Cozinheiro do Ano, tendo conquistado o 2º lugar em 2009. É agenciado pela Prochef Agency.

Comentários

Poderá também gostar de

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Regressar ao topo

Partilhe esta página