Publicado em Agosto 23, 2018

Coisas que nunca deveria usar num avião

Preparar a viagem

Existem os itens proibidos no aeroporto e a bordo dos aviões e existem aquelas coisas que vocês até podem levar (não são proibidas) mas que convém que não o façam…. para o bem de todos! As próximas sugestões foram especialmente pensadas para quem vai embarcar em voos longos. E servem para que possamos todos passar um bom bocado dentro dos aviões. Se quiser também deixar a sua dica, pode fazê-lo na caixa de comentários.

Como todas as dicas neste site, as mesmas não se adaptarão nem toda a gente, nem a todas as circunstâncias. Ou seja, se vai numa viagem entre Porto e Lisboa, para uma reunião de negócios, como o voo é curto e, por isso, poderá levar roupas mais profissionais e menos largas, etc. Tenha isso em conta quando ler as dicas que se seguem e que foram pensadas para voos com a duração de duas ou mais horas. São pequenos pormenores que vão fazer com que os voos longos sejam mais agradáveis… para todos.

Alexas_Fotos Pixabay

O que não deve levar no avião. Foto: Alexas_Fotos Pixabay

Mas, antes de vos apresentar o que nunca deviam levar para um avião, vou apresentar-vos aquilo que NÃO PODEM MESMO levar, por questões de segurança, ou seja, artigos que ficam logo retidos na segurança do aeroporto. São os itens perigosos e proibidos:

1 – Condições dos líquidos

O transporte de líquidos a bordo apenas está autorizado em recipientes com capacidade até 100 mililitros e sem exceder no total 1 litro por passageiro. Estes deverão estar acondicionados num saco de plástico transparente com sistema de fecho e abertura fácil, com dimensão de 19 cm x 20 cm (em Portugal oferecem esses sacos, mas existem países onde têm de os pagar).

Bolsas de viagem para voos longos © Viaje Comigo

Produtos de higiene – Bolsas de viagem para voos longos © Viaje Comigo

2 – E o que é considerado líquido?
Só até 100 ml cada embalagem e um total de 1L na bagagem de mão. Na bagagem de porão poderá levar maiores quantidades.

Os líquidos incluem todos os artigos líquidos, aerossóis e géis (LAG), ou seja, todos estes produtos ou os de consistência semelhante a:
– águas e outras bebidas,
– pasta de dentes,
– loções,
– perfumes,
– gel de cabelo,
– espumas de cabelo e de barbear,
– cremes,
– pastas e patês,
– compotas e marmelada,
– queijos moles,
– sopas,
– latas de conserva,
– xaropes.

Compotas com mais de 100 ml não podem ir na cabina do avião. Foto: zalazaksunca - Pixabay

Compotas com mais de 100 ml não podem ir na cabina do avião. Foto: zalazaksunca – Pixabay

3 – Armas

– Pistolas, armas de fogo e outros dispositivos que disparem projéteis: dispositivos que podem ou aparentam poder ser utilizados para causar ferimentos graves através do disparo de um projétil;
– Dispositivos neutralizantes: dispositivos destinados especificamente a atordoar ou a imobilizar;
– Objetos pontiagudos ou cortantes: objetos que, devido à sua ponta afiada ou às suas arestas cortantes, podem ser utilizados para causar ferimentos graves;
– Ferramentas de trabalho: ferramentas que podem ser utilizadas para causar ferimentos graves ou para ameaçar a segurança da aeronave;
– Instrumentos contundentes: objetos que podem causar ferimentos graves se utilizados para agredir alguém fisicamente;
– Explosivos, substâncias e dispositivos incendiários: materiais e dispositivos explosivos e incendiários que podem ou aparentam poder ser utilizados para causar ferimentos graves ou para ameaçar a segurança da aeronave;

4 – Estes Dispositivos Eletrónicos (não podem ser usados na cabina)

Poderá utilizar os seus dispositivos eletrónicos durante o voo, desde que estes se encontrem em modo de voo, com todas as comunicações desligadas. Não o poderá utilizar durante a descolagem, aterragem e sempre que solicitado pela tripulação.

– Cigarros eletrónicos;
– Walkie-talkies / rádios portáteis;
– Brinquedos com controlo remoto;
– Equipamento para computador “wireless”;
– Equipamentos stereo, incluindo rádios de bolso (AM/FM);
– Recetores portáteis de TV;
– Dispositivos Bluetooth;
– Dispositivos transmissores de rádio frequências e equipamentos similares.

Cigarro Eletrónico. Foto: mohamed_hassan Pixabay

Cigarro Eletrónico. Foto: mohamed_hassan Pixabay

5 – Materiais Perigosos

Corrosivos – (mercúrio, ácidos e baterias eletrolíticas);
Explosivos e Munições – (artigos pirotécnicos, foguetes e munições);
Tóxicos – (inseticidas ou pesticidas);
Oxidantes e Peróxidos Orgânicos – (lixívias, fibra de vidro e fertilizantes);
Gases sob Pressão – (butano, propano, oxigénio e botijas de mergulho);
Líquidos e Sólidos Inflamáveis – (isqueiros ou produtos combustíveis, tintas, fósforos, componentes de veículos que tenham contido combustível);
Material Radioativo – (certos instrumentos de medição e isótopos médicos);
Infeciosos – (bactérias, vírus ou material de análises);
Magnéticos – (interferem com os equipamentos do avião).

NOTA:
Para os voos de e para os Estados Unidos da América é completamente proibido o transporte de isqueiros, tanto na bagagem de mão, como na bagagem de porão. Quando fazem o controlo de bagagem retiram-nos.

6 – Tabaco e Álcool

Muitos viajantes aproveitam a passagem pelos aeroportos para comprarem tabaco e álcool, um pouco mais barato, nas lojas Duty Free. A questão é: quantos volumes de tabaco pode levar numa viagem? E quantas garrafas de álcool? Leia mais aqui.

Álcool - Foto: Meditations Pixabay

Álcool – Foto: Meditations Pixabay

COISAS QUE NUNCA DEVERIA USAR NUM AVIÃO

1 – Não use muito perfume

Se há coisa que incomoda os outros, deverá evitar fazê-lo. E o perfume que pode ser bom para mim poderá ser enjoativo para os outros. Principalmente num voo longo, apanhar com um perfume forte… ufff! E lembre-se que está dentro de um ambiente fechado e será pior.

Não use muito perfume. Foto: 955169 - Pixabay

Não use muito perfume. Foto: 955169 – Pixabay

2 – Manicure não!

Não faça a manicure no avião. Estou mesmo a imaginar o vosso pensamento: “Tanto tempo metida no avião, vou aproveitar o tempo para pintar as unhas…”. Mas, não! Num ambiente normal, o cheiro a verniz já será forte… num ambiente fechado será insuportável!

E aquelas pessoas que vão limar as unhas e vê-se as partículas das unhas a voarem e a meterem-se nas narinas (e bocas) dos outros viajantes… que imagem agradável, não é? Uma coisa é levar a lima para se uma unha partir, etc. Uma emergência, tudo bem. Fazer a manicure num espaço como um avião, está fora de questão.

Manicura no avião... não! Foto: Engin_Akyurt Pixabay

Manicure no avião… não! Foto: Engin_Akyurt Pixabay

3 – Não às roupas justas

Não convém usar roupas justas em voos com mais de três horas. Lembre-se que vai estar (quase) sempre sentado e isso pode fazer com que tenha inchaço ou trombose (venosa). Se tiver problemas de circulação, a questão é ainda mais importante. Pergunte ao seu médico se poderá tomar algo ou o que fazer. Cada caso é um caso.

E nem só as calças justas são más para a circulação. Uns calções que sejam muito apertados na barriga são igualmente maus para a sua saúde, até porque todos inchamos um pouco… e com a comida que servem a bordo um pouco mais.
Certo é que as roupas mais largas são o melhor para viajar de forma mais confortável. Pijama também poderá ser demais… mas uma calça larga de algodão é bastante aceitável.

4 – Soutien

Vai fazer um voo longo, de noite, e vai estar sentada umas sete a 10 horas… ou mais. O soutien está obviamente incluído nas peças que são justas. O meu conselho é levar uma blusa, top ou tshirt confortável e tirar o soutien durante a viagem.

Leia aqui sobre os “Objetos Imprescindíveis para voos longos”

5 – Calças compridas

Levar um macacão ou calças muito compridas são peças que, sobretudo na casa de banho, não são aconselháveis. O macacão porque se fica quase nua para o tirar e ir ao WC, e as calças compridas porque vão bater no chão e este, por vezes, está molhado (molhado e sabe-se lá do quê! Esperamos sempre que seja só água!).

Calças justas não são aconselhadas; mas, sim ao calçado confortável. Foto: kaboompics Pixabay

Calças justas não são aconselhadas; mas, sim ao calçado confortável. Foto: kaboompics Pixabay

6 – Levar sapatos sem meias

Vamos chamar as coisas pelos nomes: chulé. Se acha que vai cheirar mal dos pés, no final de um dia, e levar chinelos… tenha pena dos outros passageiros. Pode sempre passar umas toalhitas ou levar calçado fechado e meias lavadas.

7 – O seu melhor outfit

Vai levar o seu melhor outfit na viagem? Comer e beber com aviso de turbulência e longe da mesinha pode ser arriscado com a roupa que mais gosta ou algo que lhe custou os olhos da cara. Já fiquei com sapatos com óleo, dentro do avião, e não me perguntem como aconteceu. Apenas acabei a viagem com os sapatos sujos. Limpei e saiu a maior parte mas nunca consegui retirar tudo…

8 – Roupa para sítios quentes

Nunca é demais dizer isto: no avião fica frio! E mesmo que saia e vá para um destino quente, não vá logo de chinelos porque no avião vai ficar frio, mal levante voo. O melhor é levar camadas de roupa. No início e no fim poderá estar quente mas leve sempre algo para vestir (casaco ou camisola) e uma écharpe, por exemplo. Principalmente se for um voo longo, para se manter quente e confortável e até conseguir dormir – apesar de nos darem manta e almofada. Pode levar um casaco de capuz… o jeito que já me deu ter um capuz para pôr na cabeça e dormir como um bebé.

Escova e pasta dos dentes. Foto: martaposemuckel Pixabay

Escova e pasta dos dentes. Foto: martaposemuckel Pixabay

9 – Troca de roupa e toalhitas

Se as dicas anteriores eram do que não levar, esta diz que deve levar uma troca de roupa, pelo menos de roupa interior para se mudar depois de voos de 10 ou mais horas. Mudar de roupa e refrescar-se antes do avião aterrar é uma boa forma de ficar desperta quando chegar ao destino. Também deverá levar: a escova e pasta dos dentes e escova de cabelo e, muito importante… o desodorizante!

10 – Objetos de metal

As jóias não são proibidas a bordo, mas é um facto que impedem ue passe rapidamente na segurança do aeroporto. Antes de passar a segurança tire logo os colares pulseiras, brincos e relógios. Assim, será mais fácil e mais rápido!

Colar Mapa Mundo

Mais vale tirar os objetos de metal antes de passar na segurança, para não apitar e ter de voltar atrás.

11 – Lentes de contacto

Não são proibidas mas o conselho é que as tire durante o voo. O ambiente dentro do avião fica muito seco e as lentes ficarão nuamente secas. Retire-as e leve o kit para as guardar durante o voo, principalmente se vai dormir.

12- Sapato de salto alto

Se quer mesmo levar sapatos de salto alto calçados, leve uns outros mais confortáveis para o voo. Além de viajar com os pés mais à vontade, na possibilidade de uma aterragem de emergência os sapatos de salto alto podem furar o insuflável que colocam de lado no avião, para saírem os passageiros. Se verificar nos avisos e procedimentos de aterragens de emergência, os papéis desaconselham sempre o uso de calçado de salto alto.

Foto: betsisman Pixabay

Salto alto não é aconselhado. Foto: betsisman Pixabay

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo

Partilhe esta página