MSC Seaview - Créditos: Ivan Sarfatti MSC Seaview - Créditos: Ivan Sarfatti
Publicado em Junho 8, 2018

Próxima viagem: inauguração do novo navio da MSC (Seaview) em Génova

Cruzeiros [ Génova ]

Nos próximos dias, vou regressar a Génova, Itália, porque fui convidada para estar presente na Cerimónia de Baptismo do *MSC SEAVIEW, o novo navio da MSC, companhia com a qual viajei o ano passado no MSC Magnifica.
Além de poder estar presente na inauguração oficial – onde o batismo será feito por Sophia Loren, que é madrinha do navio – vou estar três dias a bordo do navio para o poder conhecer melhor e vou mostrar tudo no Facebook e Instagram do Viaje Comigo.

O MSC Seaview é o segundo navio da inovadora geração “Seaside” da MSC Cruzeiros e o Viaje Comigo foi convidado para fazer a cobertura desta inauguração, sendo que vai estar ao lado de meios de comunicação do mundo inteiro.

Construído no estaleiro da Fincantieri em Monfalcone, em Itália, a MSC Cruzeiros recebeu oficialmente o seu novo navio emblemático, o MSC Seaview: o maior navio alguma vez construído em Itália.

Pouco tempo depois da recente inauguração do MSC Seaside, no final de 2017, o MSC Seaview está pronto para começar a navegar a sua temporada inaugural no Mediterrâneo. O navio está em destaque, uma vez que será a novidade da MSC Cruzeiros, o segundo a ser construído pela Fincantieri, o terceiro navio a ser entregue em apenas 12 meses e o 15º navio a juntar-se à frota global da MSC Cruzeiros.

MSC Seaview - Créditos: Ivan Sarfatti

MSC Seaview – Créditos: Ivan Sarfatti

Com o seu design inovador e repleto de espaços públicos ao ar livre, o navio será uma novidade para os hóspedes que pretendem aproveitar ao máximo o sol e o exterior, enquanto desfrutam do mar durante a sua experiência de cruzeiro. Vai realizar cruzeiros no Mediterrâneo na sua temporada inaugural de verão e na América do Sul na temporada de inverno.

“O MSC Seaview disponibilizará mais um novo e inovador produto MSC Cruzeiros ao mercado, caracterizado por um design de última geração e pela mais recente tecnologia marítima e ambiental. É um exemplo do nosso compromisso para trazer a melhor e mais inovadora tonelagem ao mercado, e da nossa ambição em definir um novo padrão na indústria. A classe Seaside é mais um novo e altamente inovador protótipo que introduzimos – o 5º até hoje, desde que entramos na indústria de cruzeiros há apenas 15 anos. Para além disso, tenho o orgulho de afirmar que, juntamente com o seu navio irmão MSC Seaside, é o maior navio já construído em Itália”, refere Pierfrancesco Vago, Executive Chairman da MSC Cruises.

E acrescentou: “Estamos a aumentar a nossa capacidade numa velocidade record. O MSC Seaview é o terceiro navio a ser inaugurado em apenas 12 meses. São tempos bastante emocionantes para nós e estamos apenas a nove meses da conclusão do nosso próximo navio, o MSC Bellissima – o primeiro de dois navios da classe Meraviglia que entrarão ao serviço durante um período de seis meses no próximo ano”.

O MSC Seaview é o segundo navio da Classe Seaside e, tal como o seu navio-irmão MSC Seaside, inova na construção e no design de navios. O MSC Seaview será um dos mais inovadores navios no mar, também no que respeita à tecnologia ambiental que o carateriza.

Na verdade, o navio receberá a distinção “Green Star 3 Design” como reconhecimento da importância que foi atribuída aos aspetos ambientais durante a sua conceção e construção. A Green Star 3 da RINA – a mais recente e mais abrangente adição das distinções da classe adicional da Green STAR da RINA – reconhece “que o MSC Seaview atinge os maiores níveis de compatibilidade ecológica graças à relevância das várias medidas inovadoras implementadas que ajudam a reduzir o impacto ambiental durante as suas operações”.

Estes incluem, entre outros, o sistema de limpeza de gases de exaustão, o avançado tratamento de águas residuais, sistemas para a prevenção da descarga de óleo dos espaços de máquinas, o sistema de tratamento de água do lastro e o Plano de Gestão Ambiental do navio (ler mais abaixo).

O MSC Seaview é o terceiro navio a ser construído no âmbito do plano de investimento de €10.5 mil milhões a dez anos da MSC Cruzeiros, do qual já foram inaugurados dois navios dos 12 de próxima geração: o MSC Seaside e o MSC Meraviglia em novembro e maio de 2017, respetivamente. O navio saiu do estaleiro, realizando um cruzeiro de três dias com destino a Génova, Itália, o seu home port, onde chegou no dia 7 de junho. A nova adição à frota da MSC Cruzeiros será oficialmente inaugurado nesse porto numa cerimónia oficial, no dia 9 de junho, e começará o seu cruzeiro inaugural no dia 10 de junho. Onde o Viaje Comigo estará presente.

Director Roberto Olivari dá a ampola com água onde o MSC Seaview flutuou na primeira vez ao Capitão Pier Paolo Scala - Créditos: Ivan Sarfatti

Director Roberto Olivari dá a garrafa, com água onde o MSC Seaview flutuou a primeira vez, ao Capitão Pier Paolo Scala – Créditos: Ivan Sarfatti

Mais informações sobre o MSC Seaview:

– Comprimento/boca/altura: 323.3m/41m/72m

– Arqueação Bruta: 153,516 GRT

– Passageiros: 5,331

– Tripulantes: 1,413

– Velocidade Máxima: 21.3 nós

– Navio mais recente da frota MSC Cruzeiros

– 15º navio a juntar-se à frota MSC Cruzeiros desde o seu início em 2003

– Segundo navio da Classe Seaside

– Navio Irmão: MSC Seaside

– Data da Entrega: 4 de junho de 2018

– Cerimónia Inaugural: Génova, Itália, 9 de junho de 2018

– Área onde opera: Mediterrâneo (verão 2018) e América do Sul (inverno 2018-19)

– Horas de mão-de-obra necessárias para a construção do navio: 10 milhões

– Número de colaboradores da Fincantieri envolvidos: 4,000

Tecnologia ambiental e outras inovações em destaque no MSC Seaview:

1 – Casco eficiente em termos energéticos e design geral

Para a Classe Seaside, da qual o MSC Seaview é o segundo navio a entrar ao serviço, a MSC Cruzeiros redefiniu totalmente o projecto do casco e repensou a distribuição geral do espaço de convés do navio e a distribuição de peso. O design geral do navio, o casco, o leme e a proa de bolbo estão configurados para alcançar a hidrodinâmica, a aerodinâmica e maximizar a eficiência energética e de combustível.

2 – Sistema de Limpeza de Gás de Exaustão (EGCS) para minimizar o enxofre e as emissões de partículas específicas

Um EGCS remove até 97,1% do dióxido de enxofre e reduz bastante as emissões de partículas. Para atender ou superar os padrões ambientais cada vez mais altos e para apoiar os objetivos ambientais da companhia, todos os navios da próxima geração da MSC Cruzeiros entram em operação já equipados com um EGCS. Além disso, os navios existentes da frota estão a ser adaptados com a tecnologia EGCS. Até o final de 2020, 13 dos 18 navios da frota da MSC Cruzeiros serão equipados com um EGCS. O sistema no MSC Seaview, em particular, foi desenvolvido pela Wartsilä.

3 – Energia Shore-to-ship

O MSC Seaview, bem como todos os navios da MSC Cruzeiros que entraram em serviço desde 2017, já estão equipados para receber energia de terra (também denominado de “cold ironing” – um meio de conectar os navios de cruzeiro nos portos à rede elétrica local). Além disso, os navios da MSC Cruzeiros entregues desde 2006 (Classe Fantasia e Classe Musica) são equipados com um cubículo adequado para receber disjuntores dedicados à ligação a terra. A MSC Cruzeiros já está a equipar os seus navios com esta tecnologia que pode ajudar a reduzir potencialmente as emissões atmosféricas nas áreas portuárias, enquanto as autoridades portuárias em todo o mundo estão cada vez a adaptar e a começar a investir no “cold ironing”.

4 – Sistema de tratamento das água do lastro

Para proteger o ecossistema marinho no qual o navio navega, o MSC Seaview está equipado com um sistema de tratamento de águas do lastro que vai de encontro aos padrões estabelecidos pelo órgão internacional para Gerenciamento de Água do Lastro, a Organização Marítima Internacional (IMO).

5 – Gestão Ambiental a Bordo

Todos os navio da frota MSC Cruzeiros possuem um plano de gestão ambiental e cada navio tem um Oficial do Ambiente dedicado de modo a garantir que este plano seja constantemente monitorizado e cumprido correctamente. Este oficial também tem o dever de instruir e treinar os membros da tripulação a bordo sobre gestão ambiental e de lixo.

6 – Tratamento avançado de águas residuais

O MSC Seaview está equipado com um avançado sistema de tratamento de águas residuais que vai muito além dos padrões regulamentares e vai de encontro aos altos padrões do sector. O sistema Wartsilä/Hamworthy trata as águas residuais com uma qualidade muito elevada e, em seguida, processa-as ainda mais através de processos de selecção muito adequados. O produto final é um efluente de alta qualidade, um padrão melhor do que a maioria dos padrões de resíduos municipais em terra em todo o mundo. O navio também está equipado com uma ferramenta eletrónica que ajuda a cumprir integralmente vários outros regulamentos ambientais locais e regionais.

7 – Otimização do Consumo

O MSC Seaview está equipado com uma aplicação de software para monitorar e optimizar o consumo em tempo real. Esta tecnologia ajuda os oficiais de navios a manterem as guarnições do navio otimizadas para reduzir o consumo de combustível e optimizar o desempenho.
Iluminação LED de poupança de energia: O MSC Seaview e outros navios da MSC Cruzeiros utilizam apenas a energia eficiente LED e iluminação fluorescente.

8 – Sistema inteligente de aquecimento, ventilação e ar condicionado (HVAC)

Este é um dos maiores consumidores de energia num navio de cruzeiro, mas o sistema a bordo do MSC Seaview foi criado de maneira inteligente para reduzir o consumo de energia. Dsitribui de forma inteligente o calor e o frio e é configurado para recuperar calor, por exemplo, da lavandaria, que pode ser usado para aquecer as piscinas ou outras partes do navio.

Acompanhem o batismo e o evento no Facebook e Instagram do Viaje Comigo – onde também vou mostrar o interior da nova embarcação.

*A MSC Cruzeiros é maior companhia privada de cruzeiros do mundo e a companhia número um na Europa.

MSC Seaview - Créditos: Ivan Sarfatti

MSC Seaview – Créditos: Ivan Sarfatti

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo

Partilhe esta página