Bar Peso Neto - Bilbau © Viaje Comigo Bar Peso Neto - Bilbau © Viaje Comigo
Publicado em Março 27, 2018

Onde comer em Bilbau, País Basco

Espanha/ Europa/ Gastronomia/ Notícias [ Bilbau/ País Basco/ Restaurantes ]

Estive em Bilbau, no País Basco. por três dias e deu para perceber que existe uma tradição, bem enraízada, para ir conviver, tomar uns copos e provar uns pintxos. Tal como as tapas, são pequenos pedaços de comida, pousados numa fatia de pão, que acompanham as bebidas. Mas, em Bilbau, acabam por ser um pouco mais do que isso e há até em quem os transforme em petiscos gourmet.

Estive em Bilbau a convite do Festival Bilbao BBK Live, que se vai realizar em julho, e aproveitei para ficar a conhecer a cidade. E, como cheguei a Bilbau pelo fim da tarde, a primeira saída foi mesmo para comer e beber. A poucos minutos a pé do hotel, parámos no El Mugi. Sexta-feira à noite, cheio de gente, de pé, a conversar e de copo na mão e a provar alguns dos pintxos que estavam em cima do balcão.

Revueltos no El Mugi - Bilbau © Viaje Comigo

Revueltos no El Mugi – Bilbau © Viaje Comigo

Morcela no El Mugi - Bilbau © Viaje Comigo

Morcela no El Mugi – Bilbau © Viaje Comigo

Polvo no El Mugi - Bilbau © Viaje Comigo

Polvo no El Mugi – Bilbau © Viaje Comigo

Bolachas Moscovitas - El Mugi - Bilbau © Viaje Comigo

Bolachas Moscovitas – El Mugi – Bilbau © Viaje Comigo

Como estava acompanhada, preferimos ficar sentadas. “Se ficarem na mesa têm de pedir pratos, para os pintxos é de pé”, avisa-nos a empregada. Avisadas que estávamos, decidimos ficar na mesa e provar alguns dos pratos, para partilhar. Vieram uns revueltos (ovos mexidos) com pequenos pedaços de bacon, um outro prato com pernas de polvo grelhadas (e com algumas batatinhas, mas poucas) e uma morcela grelhada com pimentos – tudo sempre com pão – e vinho da casa a acompanhar.

Nota importante: em muitos locais de Espanha, as tapas ou pintxos são oferta na compra de uma bebida. Em Bilbau, não. Paga-se tanto a bebida como o pintxo e, cada um, andará à volta do 1€, 1,20€ ou 1,50€, dependendo dos sítios.

A comida do El Mugi estava ótima e partilhamos os três pratos por quatro pessoas. Fomos ter com mais gente e começámos a seguir a tradição de Bilbau, de andar de bar em bar, e fomos dar ao Nashville Bar. Nome e decoração ao estilo americano, mas que é um sítio conhecido por ter a “melhor tortilha batata” de Bilbau – opinião que se torna dividida, quando perguntámos aos locais. À noite, mesmo com muito frio, o ambiente é muito animado pelas ruas, às portas dos bares e restaurantes onde se petisca.

Nashville Bar - Bilbau © Viaje Comigo

Tortilha do Nashville Bar – Bilbau © Viaje Comigo

Dentro do Nashville Bar - Bilbau © Viaje Comigo

Dentro do Nashville Bar – Bilbau © Viaje Comigo

Também me aconselharam o Gaztandegi, que é considerado um especialista em pintxos de queijo. E há mais recomendados, aqui perto, como o El Pintxito. Quase em todas as portas há um bar e restaurante com algo para comer e beber e também há restaurantes “normais”, onde nos sentamos e temos vários pratos à escolha. A noite prosseguiu numa festa dentro do Museu Guggenheim, onde provámos uma das bebidas mais tradicionais: o “Kalimotxo”, já ouviram falar? Diz a lenda que houve uma altura que, para dar vida a um vinho que era mau, lhe juntaram coca-cola. E pronto, assim nasceu o Kalimotxo. As opiniões também não são pacíficas: há quem ame e quem odeie. Eu provei e não fiquei com opinião formada… mas bebi só metade do copo.

Crepes no Gaztandegi - Bilbau © Viaje Comigo

Crepes no Gaztandegi – Bilbau © Viaje Comigo

El Pintxito - Bilbau © Viaje Comigo.

El Pintxito – Bilbau © Viaje Comigo.

No dia seguinte, fui passear pela costa do País Basco, a cerca de uma hora de Bilbau, e acabei por ir almoçar num restaurante típico, no interior. Em Muxika (Barrio de Montecalvo, Vizcaya), fui à Casa Rural y Restaurante Astei. O teto de madeira, numa casa rodeada por campos e montes, dá-lhe um ar familiar e a comida é a tradicional basca. Para começar vieram paté, presunto e fritos como croquetas, calamares e língua de vaca panada. Para prato principal há muitas sugestões de carne e de peixe, mas decidi experimentar para o bacalhau com o molho de tomate e pimentos. E para a sobremesa, como éramos muitos e já estávamos sem fome, veio um prato com um bocadinho de cada doce disponível. Estava tudo tão bom!

Casa Rural y Restaurante Astei - Muxika, Vizcaya © Viaje Comigo

Casa Rural y Restaurante Astei – Muxika, Vizcaya © Viaje Comigo

Casa Rural y Restaurante Astei - Muxika, Vizcaya © Viaje Comigo

Casa Rural y Restaurante Astei – Muxika, Vizcaya © Viaje Comigo

Casa Rural y Restaurante Astei - Muxika, Vizcaya © Viaje Comigo

Casa Rural y Restaurante Astei – Muxika, Vizcaya © Viaje Comigo

Casa Rural y Restaurante Astei - Muxika, Vizcaya © Viaje Comigo

Casa Rural y Restaurante Astei – Muxika, Vizcaya © Viaje Comigo

Casa Rural y Restaurante Astei - Muxika, Vizcaya © Viaje Comigo

Casa Rural y Restaurante Astei – Muxika, Vizcaya © Viaje Comigo

Casa Rural y Restaurante Astei - Muxika, Vizcaya © Viaje Comigo

Casa Rural y Restaurante Astei – Muxika, Vizcaya © Viaje Comigo

Casa Rural y Restaurante Astei - Muxika, Vizcaya © Viaje Comigo

Casa Rural y Restaurante Astei – Muxika, Vizcaya © Viaje Comigo

Na noite de sábado, fomos até ao centro histórico de Bilbau para ficarmos a conhecer uma galeria de arte que é também um restaurante. O jantar na Epelde & Mardaras foi uma experiência inesquecível por diversas razões, desde a qualidade da comida, à privacidade do local e por nos sentirmos em casa – leia mais aqui.

Epelde & Mardaras Arte Galeria - Bilbau © Viaje Comigo

Galeria de arte e restaurante – Epelde & Mardaras Arte Galeria – Bilbau © Viaje Comigo

Galeria de arte e restaurante - Epelde & Mardaras Arte Galeria - Bilbau © Viaje Comigo

Prato de carne – Galeria de arte e restaurante – Epelde & Mardaras Arte Galeria – Bilbau © Viaje Comigo

Galeria de arte e restaurante - Epelde & Mardaras Arte Galeria - Bilbau © Viaje Comigo

Sopa de pescado – Galeria de arte e restaurante – Epelde & Mardaras Arte Galeria – Bilbau © Viaje Comigo

Galeria de arte e restaurante - Epelde & Mardaras Arte Galeria - Bilbau © Viaje Comigo

Galeria de arte e restaurante – Epelde & Mardaras Arte Galeria – Bilbau © Viaje Comigo

No domingo, continuaram os passeios a pé pelo centro histórico de Bilbau. E, ao chegar a hora de almoço,  fizemos como os locais, ou seja, os passeios vão tendo várias paragens, em bares onde se vai bebendo e petiscando uns pintxos. A primeira paragem foi no Peso Neto, que tem um baloiço no meio da sala, junto do bar. Há famílias inteiras no interior, incluindo crianças, a petiscarem e, os mais velhos, a beberem um Marianito (com vermute) que vai bem com os pintxos. No balcão, estão dispostos os vários pintxos e todos com bom aspeto. Os meus olhos foram para o que reluzia: tinha sobre a fatia de pão, queijo, marmelada, tomate seco e um fio de vinagre balsâmico. Que combinação maravilhosa!

Bar Peso Neto - Bilbau © Viaje Comigo

Pintxo com queijo, marmelada e tomate sexo – Bar Peso Neto – Bilbau © Viaje Comigo

Bar Peso Neto - Bilbau © Viaje Comigo

Bar Peso Neto – Bilbau © Viaje Comigo

Bar Peso Neto - Bilbau © Viaje Comigo

Bar Peso Neto – Bilbau © Viaje Comigo

Bar Peso Neto - Bilbau © Viaje Comigo

Bar Peso Neto – Bilbau © Viaje Comigo

Bar Peso Neto - Bilbau © Viaje Comigo

Bar Peso Neto – Bilbau © Viaje Comigo

Bar Peso Neto - Bilbau © Viaje Comigo

Bar Peso Neto – Bilbau © Viaje Comigo

Bar Peso Neto - Bilbau © Viaje Comigo

Marianito no Bar Peso Neto – Bilbau © Viaje Comigo

Seguimos caminho para encontrarmos um dos mais típicos locais de Bilbau: o Bar Nervión – na morada Calle Dos de Mayo, Bilbao – tem o nome do rio e está virado para ele. Tem azulejos na parede e aspeto de tasca tradicional, limpo, com bom ambiente e também com gente de várias idades. No balcão, estão expostas as várias propostas de comida, com pintxos variados, sanduíches e as tradicionais azeitonas acompanhadas de anchovas (eu dispenso sempre as anchovas).

Bar Nervión - Bilbau © Viaje Comigo

Bar Nervión – Bilbau © Viaje Comigo

Bar Nervión - Bilbau © Viaje Comigo

Bar Nervión – Bilbau © Viaje Comigo

Bar Nervión - Bilbau © Viaje Comigo

Bar Nervión – Bilbau © Viaje Comigo

Bar Nervión - Bilbau © Viaje Comigo

Bar Nervión – Bilbau © Viaje Comigo

Bar Nervión - Bilbau © Viaje Comigo

Bar Nervión – Bilbau © Viaje Comigo

Bar Nervión - Bilbau © Viaje Comigo

Bar Nervión – Bilbau © Viaje Comigo

Bar Nervión - Bilbau © Viaje Comigo

Bar Nervión – Bilbau © Viaje Comigo

Bar Nervión - Bilbau © Viaje Comigo

Bar Nervión – Bilbau © Viaje Comigo

Acham que íamos parar no segundo bar? Naaaa… num domingo normal em Bilbau passamos por três bares. Neste último, o Zurekin, de decoração mais moderna, estão muitas famílias, velhos e novos, com crianças ao colo… e não se sentam! Estão de pé, apoiados nos balcões, onde estão os petiscos e as bebidas, e ficam assim durante muito tempo, a pôr a conversa em dia.

Já passava das três da tarde e continuava cheio (e estão muitos à espera que comece o jogo entre o Barcelona e o Atletico de Bilbau… que, para tristeza dos presentes, perdeu). Quando entrei, eram tantos os clientes que nem conseguia chegar ao balcão para ver que pintxos havia. Passados uns 10 minutos ficou quase vazio e cinco minutos depois encheu de novo. É o tal saltar de bar em bar…

Pintxos no Zurekin - Bilbau © Viaje Comigo

Pintxos no Zurekin – Bilbau © Viaje Comigo

Como eu estava a dizer, no balcão há pintxos em todo o seu comprimento. Começam com presunto, os de tortilha, com pimentos e depois há uns outros, com uma apresentação muito delicada com framboesas, amoras e mirtilos e muito coloridas. São os pintxos mais bonitos que já vi! E assim se passa um domingo à tarde em Bilbau. “Daqui a pouco, vão todos para casa e as ruas ficam quase desertas”, diz-nos o guia. Acabei por sair mais tarde e de facto as ruas estavam quase desertas, apenas encontrei mais gente junto do museu e só aí algumas lojas estavam abertas. Um domingo perfeito!

Pintxos no Zurekin - Bilbau © Viaje Comigo

Pintxos no Zurekin – Bilbau © Viaje Comigo

Pintxos no Zurekin - Bilbau © Viaje Comigo

Pintxos no Zurekin – Bilbau © Viaje Comigo

Pintxos no Zurekin - Bilbau © Viaje Comigo

Pintxos no Zurekin – Bilbau © Viaje Comigo

Pintxos no Zurekin - Bilbau © Viaje Comigo

Pintxos no Zurekin – Bilbau © Viaje Comigo

Pintxos no Zurekin - Bilbau © Viaje Comigo

Pintxos no Zurekin – Bilbau © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo

Partilhe esta página