Butelo Restaurante Oficina © Viaje Comigo
Publicado em Janeiro 26, 2018

Provar Butelo e Casulas, em Bragança – 2 a 13 fevereiro 2018

Eventos

De 2 a 13 de fevereiro, em Bragança, tudo se desenvolve em redor do Butelo e das Casulas. Primeiro um festival e depois continua com a Semana Gastronómica que dá a provar as mesmas iguarias. O evento foi apresentado, no dia 25 de janeiro, no restaurante Oficina, no Porto, com um menu criado pelo chef Marco Gomes.

De 2 a 4 de fevereiro, decorre o Festival do Butelo e das Casulas, um certame que atrai, todos os anos, milhares de pessoas a Bragança. A cidade vai acolher também o Encontro Nacional de Confrarias (3 de fevereiro) e a Semana Gastronómica do Butelo e das Casulas, que acontece de 2 a 13 de fevereiro, em 27 restaurantes locais.

Butelo Restaurante Oficina © Viaje Comigo

Butelo com casulas no Restaurante Oficina © Viaje Comigo

O Festival do Butelo e das Casulas vai decorrer no Centro Histórico de Bragança e contar com inúmeras atividades. Na Praça Camões, entre os dias 2 e 4 de fevereiro, os visitantes vão poder visitar os cerca de 19 produtores de butelo, casulas, fumeiro, pão, artesanato e outros produtos locais.

Além daquele espaço, o Festival do Butelo e das Casulas conta com múltiplas iniciativas. No dia 3 de fevereiro, pelas 11h00, no Auditório Paulo Quintela, decorre a apresentação “Elogio à Cozinha Transmontana”, uma iniciativa que vai contar com a presença da chef Justa Nobre, que vai abordar o tema “Cozinhar as Origens”, e de Armando Fernandes, investigador e historiador que regressa à sua região natal com a nova obra sobre a gastronomia de Bragança – a “Carta Gastronómica de Bragança-matérias primas, produtos e práticas alimentares”.

Apresentação do evento foi no Restaurante Oficina © Viaje Comigo

Apresentação do evento foi no Restaurante Oficina, no Porto © Viaje Comigo

Apresentação do evento foi no Restaurante Oficina, no Porto © Viaje Comigo

Apresentação do evento foi no Restaurante Oficina, no Porto © Viaje Comigo

Ao início da tarde, nos dias 3 e 4 de fevereiro, a partir das 15h00, na Praça Camões, acontece uma demonstração de produção artesanal de butelo e, depois, a sua confeção em pote de ferro (a partir das 16h00).

A par do Festival do Butelo e das Casulas, de 2 a 13 de fevereiro, decorre a Semana Gastronómica subordinada a esta especialidade típica da região, em 27 restaurantes aderentes, que o convidam a experimentar este prato tradicional confecionado com os ensinamentos de várias gerações.

Também no programa do evento, está marcado, no dia 3 de fevereiro, na cidade de Bragança, o Encontro Nacional de Confrarias, sendo anfitriã a Confraria do Butelo e das Casulas.

Texturas de Butelo - Restaurante Oficina © Viaje Comigo

Texturas de Butelo e Casulas – Restaurante Oficina © Viaje Comigo

– Apresentação do evento no Porto

Fui à apresentação do Festival do Butelo e das Casulas, no restaurante Oficina, no Porto, onde o chef Marco Gomes fez uma recriação de um prato com Butelo e um outro de forma tradicional, onde o butelo é servido com as casulas e batata cozida.

No 1º Momento, a recriação é apelidada de Texturas de Butelo e Casulas – com um puré de casulas, feito com a água com que se cozeram as casulas.

O 2º Momento trazia o taco de bacalhau, arroz do mesmo, esmagada de batata doce e puré de tinta de choco com azeite em pó.

No 3º Momento chegou à mesa o Tradicional Butelo com Casulas.

O 4º Momento, de sobremesa, trouxe um delicioso pão de ló húmido com gelado de queijo e frutos secos.

Bacalhau no Restaurante Oficina © Viaje Comigo

Bacalhau no Restaurante Oficina © Viaje Comigo

Pão-de-ló e gelado de queijo - Restaurante Oficina © Viaje Comigo

Pão-de-ló e gelado de queijo – Restaurante Oficina © Viaje Comigo

O que é o Butelo?

O butelo é um enchido que contém um recheio de “ossinhos” tenros do porco com a carne agarrada, ficando a fumar durante duas a três semanas. Tradicionalmente, o processo é feito nas lareiras das casas transmontanas, durante o inverno, para depois ser comido no Sábado de Carnaval, acompanhado de casulas, um feijão seco com a casca que, uma vez demolhado durante umas horas, é cozido com o enchido, normalmente na água da segunda cozedura deste.

Vinho Ninho da PIta © Viaje Comigo

Vinho Ninho da PIta © Viaje Comigo

Apresentação do evento foi no Restaurante Oficina © Viaje Comigo

Apresentação do evento foi no Restaurante Oficina © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo

Partilhe esta página