Piscinas Naturais - Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo Piscinas Naturais - Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo
Publicado em Dezembro 23, 2017

Piscinas naturais de Porto de Galinhas, Brasil

Américas/ Brasil/ Notícias [ Pernambuco/ Porto de Galinhas/ Uma fotografia por dia... ]

No Brasil, no estado de Pernambuco, em Porto de Galinhas, as piscinas naturais são daqueles locais que nos é sugerido quando pensámos em algo paradisíaco. Sem dúvida, que é um dos passeios imprescindíveis a fazer, para poder desfrutar de águas transparentes e quentes. Tão bom que quase nem precisa de material de snorkeling, porque os peixes vêm nadar à sua volta.

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Piscinas Naturais - Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Piscinas Naturais – Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Antes de ir, ou antes de marcar, confirme se vai estar maré baixa quando visitar as piscinas naturais. É que só com maré baixa é que as jangadas conseguem deixá-los nas piscinas formadas por recifes naturais. Rochas escavadas, cheias de água, onde muitos peixes ficam presos quando a maré fica mais baixa e depois partem para o alto mar, quando a maré enche.

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Se for assim mesmo, sem marcação, e estiver maré cheia, não deixe de fazer o passeio na mesma. Os passeios são comprados nas agências na praça principal de Porto de Galinhas. A Associação de Jangadeiros de Porto de Galinhas, é a oficial.

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Jangadas nas Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Jangadeiro – Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

O que achei muito importante: é que as jangadas são movidas sem motor, por isso não são poluentes. São os jangadeiros que as fazem mexer, com a sua força e isso é uma forma muito importante de não poluir e proteger a natureza. Já estive em vários locais onde a visita aos recifes era feita em barcos com combustível…. logo, muito poluentes. Estes, de Porto de Galinhas, são um bom exemplo!

Jangadas nas Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Jangadas nas Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Jangadas nas Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Jangadas nas Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Jangadas nas Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Jangadas nas Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Se for com o seu jangadeiro a caminhar nos recifes, ele vai mostrar os locais onde estão mais peixes e até levá-lo à piscina natural que se assemelha ao mapa do Brasil (ver na fotografia abaixo. Consegue ver  mapa do Brasil?). Em cima dos recifes, vai ver umas cordas a ladear o caminho. Não pise os recifes além dessas cordas, é proibido e perigoso.

Caminho nas Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Caminho nas Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Caminho nas Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Caminho nas Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Conseguem ver o mapa do Brasil? – Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

A praia de Porto de Galinhas já foi eleita como a mais bonita do Brasil e isso vê-se sobretudo na época alta porque fica completamente cheia. Há vendedores, no areal, de tudo um pouco: comida, bebidas, roupas, souvenirs, água de côco, selfiestick, protetor de telemóvel, etc.

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Praia de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Piscinas naturais de Praia de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Piscinas naturais de Praia de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

DICAS PARA O PASSEIO:

– Leve máquinas e telemóveis/celulares bem protegidos da água;
– leve chinelos para caminhar em cima das rochas (magoam muito) e há ouriços do mar escondidos;
– leve o fato de banho, se vai mergulhar;
– equipamento de snorkeling se tiver (se for com maré baixa os peixes vêm nadar para junto de si e nem precisa de equipamento; na maré alta já poderá precisar para os poder ver de perto)

Nota: Porto de Galinhas ficou conhecido com este nome porque era aqui que chegavam os escravos vindos de África. Vinham escondidos nos navios e como código dizia-se “Tem galinha no porto”, que significava que havia escravos, para serem vendidos, a chegar ao porto.

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Recife nas Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Praia de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Praia de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Desafio 2017 – #357 Uma fotografia por dia…
Em 2017 tenho este desafio… colocar uma fotografia por dia, aqui no Viaje Comigo, relatando a história que está por detrás da mesma. Veja aqui outras imagens e outras histórias da rubrica “Uma fotografia por dia…”. Boas viagens!

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas - Brasil © Viaje Comigo

Piscinas Naturais de Porto de Galinhas – Brasil © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo

Partilhe esta página