Ananases das Maurícias © Viaje Comigo Ananases das Maurícias © Viaje Comigo
Publicado em Abril 17, 2017

Desafio 2017 – #107 Uma fotografia por dia… os ananases das Maurícias

África/ Maurícias [ Uma fotografia por dia... ]

O ananás é um fruto muito típico nas Ilhas Maurícias e onde existem grandes plantações. Encontrámo-lo em diversos locais, desde barracas de rua, com venda do fruto ou em sumo, como sobremesa ou como acompanhamento de comida em restaurantes, por exemplo.

Sendo um fruto da América do Sul, do norte do Brasil, América Central e Caraíbas, o ananás é muito conhecido na língua Tupi-Guarani (que engloba várias línguas indígenas) e diz-se “nana nana”, que significa “fragrância de perfumes”.

Durante escavações em Pompeia, um mural foi descoberto onde estava representado algo parecido com um ananás. Um trabalho que está atualmente exposto no Museu Arqueológico de Nápoles. O que significará que o fruto seria já conhecido no tempo dos romanos.

Certo é, diz-se, que Cristóvão Colombo descobriu este fruto quando chegou a Guadalupe (nas Caraíbas), em 1493. Na verdade, uma fatia de ananás era oferecido como um presente de boas-vindas para os marinheiros, que chegavam depois de longos tempos no mar.

Entre os muitos benefícios para a saúde, o ananás melhora a circulação sanguínea e previne doenças cardiovasculares.

Nas Maurícias, a variedade mais conhecida é a Victoria, de cor amarelada, e de sabor muito doce, com um aroma bastante intenso.

Nos pratos maurícios combina bem com marisco, peixes e carnes brancas. Também é ótimo para fazer sumos, cocktails, compotas e sorvetes frescos.

Durante o ano de 2017 vou estar aqui, no Viaje Comigo, com este desafio de “Uma fotografia por dia”. A cada dia vão encontrar uma fotografia de viagem e a história que está por detrás da mesma.

Veja aqui outras imagens e outras histórias da rubrica “Uma fotografia por dia…”. Boas viagens!

Ananases das Maurícias © Viaje Comigo

Ananases das Maurícias © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Regressar ao topo

Partilhe esta página