Hôtel Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo Hôtel Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo
Publicado em Outubro 10, 2016

Hôtel National des Invalides, Paris, França

Europa/ França/ Notícias [ Paris ]

Em Paris, o Hôtel National des Invalides, ou Palácio dos Inválidos, foi mandado construir por Luís XIV. Foi, durante muito tempo, um lar e hospital para veteranos de guerra e, hoje em dia, é um museu que mostra a história militar de França.

Também aqui estão os túmulos de militares franceses, sendo que se destaca o de Napoleão Bonaparte e ainda Henri Giraud, o marechal francês Visconde de Turenne, assim como o de Rouget de Lisle, autor do hino “La Marseillaise”.

Catedral do Hôtel Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Catedral do Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Teto da Église du Dôme - Hotel National des Invalides © Viaje Comigo

Teto da Église du Dôme – Hotel National des Invalides © Viaje Comigo

Apesar de o edifício ocupar uma grande área, que parece separada dos típicos bairros parisienses, é precisamente o contrário que acontece. Aqui perto ficam algumas das ruas mais pitorescas – e a cerca de 15 minutos a pé da Torre Eiffel – como a Rue Cler no 7º Arrondissement. Estão jardins em seu redor, utilizados pelos habitantes, principalmente aos fins de semana, e muitas das lojas onde fazem as compras do dia-a-dia.

Mesmo que a história de guerras não seja um tema que lhe interesse, vai ver que todo o ambiente deste museu é muito interessante e, de certa forma, uma maneira de conhecer a história do país, ao longo dos séculos, sobretudo sobre as campanhas de Louis XIV e de Napoleão Bonaparte.

Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

O Hôtel National des Invalides começou a ser construído em 1670 para dar abrigo aos inválidos de guerra (chegou a albergar mais de quatro mil inválidos). Segundo a história, a 14 de julho de 1789, uma multidão entrou à força no edifício e levou mais de 32 mil espingardas, antes de tomar a Bastilha e dar início ao que foi a Revolução Francesa.

Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

O Museu das Forças Armadas (Musée de L’Armée) foi criado em 1905, quando as coleções de dois museus se juntaram: do Museu da Artilharia e do Museu Histórico do Exército. Assim, reuniram-se mais de 500 mil armas, armaduras, peças de artilharia, uniformes, emblemas, pinturas, fotografias, arquivo áudio e muito mais. É como fazer uma viagem à história armada francesa desde a Idade Média até depois da Segunda Guerra Mundial.

Entrada do Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Entrada do Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Pode ver as técnicas usadas, a evolução dos equipamentos e é uma outra forma de ficar a conhecer a história… através das guerras é certo… Se começar pela Idade Média vai poder ver armaduras desde o século XII, passando depois uns séculos à frente, até uniformes e notícias e relatos das Grandes Guerras.

Túmulo de Bertrand - Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Túmulo de Bertrand – Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Église du Dôme - Hotel National des Invalides © Viaje Comigo

Église du Dôme – Hotel National des Invalides © Viaje Comigo

Église du Dôme - Hôtel National des Invalides © Viaje Comigo

Église du Dôme – Hôtel National des Invalides © Viaje Comigo

Túmulo de Lyautey - Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Túmulo de
Lyautey – Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

O que pode ver no Musée de L’Armée:

– Artilharia no pátio a partir da entrada da Esplanade des Invalides: 70 canhões de bronze, dos séculos XVII, XVIII e XIX. Mostram 200 anos de artilharia francesa.

– Église du Dôme com o Túmulo de Napoleão I. Este era o espaço para as cerimónias mais solenes. No século XIX, foi construído o túmulo de Napoleão I. A parede de vidro acabou por separar as duas igrejas.

– Catedral de Sanit-Louis des Invalides: tem entrada virada para o pátio principal e está separada da Église du Dôme, por uma porta grande de vidro (que pode ver no fundo desta sala, na fotografia abaixo).

Catedral de Sanit-Louis des Invalides © Viaje Comigo

Catedral de Sanit-Louis des Invalides © Viaje Comigo

– Armas Antigas e Armaduras: desde a Idade Média até 1643. As peças estão expostas por ordem cronológica, mostrando as armaduras de cavaleiros e reis.

Museu das Armas - Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Museu das Armas – Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

– As Duas Guerras Mundiais (de 1871 a 1945): uniformes, objetos diários dos soldados, armas, documentos e fotografias da história colonial.

Outras exposições para ver: “De Louis XIV a Napoleão III” (de 1643 a 1871) e “Historial de Charles de Gaulle”, com arquivo audio e de vídeo.

Exposições das Guerras no Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Exposições das Guerras no Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Taxi Renault no Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Taxi Renault no Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

A catedral de Saint-Louis-des-Invalides tem uma cúpula vista ao longe, que se abrilhanta com o seu dourado no topo. Mal entre dentro da catedral – construída para receber os pensionistas dos Invalides – os seus olhos vão ficar pregados nos tetos, com os seus frescos, e também em todas as mármores diferentes que se encontram no interior da igreja.

Debaixo da cúpula está o túmulo de Napoleão Bonaparte desde 1840. Aqui perto estão os túmulos dos seus dois irmãos, Joseph e Jérome Bonaparte, e do seu filho, François Bonaparte, apelidado de o “Filhote de Águia”.

Joseph Napoleon - Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Joseph Napoleon – Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Para ver de perto o túmulo marmoreado, terá de descer umas escadas, onde está escrita a seguinte frase: “Je désire que mes cendres reposent sur les bords de la Seine, au milieu de ce peuple français que j’ai tant aimé.” O que significa esta frase atribuída a Napoleão (escrita em testamento do mesmo)?

Frase de Napoleão - Église du Dôme - Hôtel National des Invalides © Viaje Comigo

Frase de Napoleão – Église du Dôme – Hôtel National des Invalides © Viaje Comigo

Napoleão II - Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Napoleão II – Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

“Eu desejo que as minhas cinzas repousem nas margens do Sena, no meio do povo francês que eu tanto amei”.
Em redor do túmulo estão várias esculturas. São 12 mulheres, as Vitórias que representam as campanhas militares de Napoleão e no chão encontra as vitórias por ele lideradas.

Túmulo de Napoleão - Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Túmulo de Napoleão – Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Descida para o Túmulo de Napoleão - Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Descida para o Túmulo de Napoleão – Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Considerado o Panteão Militar, os Invalides acolhem os túmulos de vários homens de guerra franceses, como é o caso do marechal de Turenn, o coração do marechal de Vauban, o coração de La Tour d’Auvergne, herói das guerras da Revolução, o general Marceau e Rouget de Lisle, o autor de “La Marseillaise”, o hino nacional da França. Muitos outros (cerca de 30 militares) estão enterrados nos Invalides.

No exterior da parte sul, ao lado da catedral, tem um bonito jardim, de onde se consegue avistar ao longe a Torre Eiffel. Em frente está a Praça Vauban.

Jardins do Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Jardins do Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

A norte, também tem um jardim e uma enorme esplanada, que ficam frente a uma avenida, onde se passeiam vários coelhos em liberdade. Se caminhar por essa avenida vai dar à ponte Alexandre III e ao rio Sena.

Entrando por esta porta, vai dar ao pátio onde os vários canhões estão alinhados. No centro deste pátio, e de onde já consegue ver a cúpula dourada da catedral, está uma estátua de Napoleão Bonaparte.

Estátua de Napoleão no Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Estátua de Napoleão no Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Todos os anos, duas exposições temporárias são instaladas, assim como são realizadas atividades para diferentes públicos e ainda concertos (bilhetes à parte para estes eventos esporádicos). Pode ver a agenda no site.

Tem também um bar e restaurante (com esplanada) onde poderá fazer uma pausa na visita para comer ou beber algo, enquanto descansa.

Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

INFORMAÇÕES

Hôtel National des Invalides, Musée de l’Armée
Morada: Rue de Grenelle, 129, Paris (pela Esplanade des Invalides) ou pela Place de Vauban (a Norte)
Telefone: +33 1 44 42 38 77
Horários: 10h00 às 17h00, 1 outubro a 31 de março (17h30 ao domingo); 10h00 às 18h00, de 1 de abril a 30 de setembro (18h30, ao domingo)
Encerra na primeira segunda-feira de cada mês, exceto julho, agosto e setembro; no dia 1 de janeiro, 1º de maio e 25 de dezembro.
Preço: 11€ (para as coleções permanentes); gratuito até aos 12 anos; 9€ (tarifa reduzida. Alguns exemplos: para menores de 18 anos, jovens residentes na UE (18 a 25 anos), militares, etc.)

Como chegar
Metro: Linhas 8 e 13
Autocarros: linhas 28, 69, 82, 92, 63, 83 93 (Paragem Invalides)

Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Hôtel National des Invalides, Paris © Viaje Comigo

Turenne - Hôtel National des Invalides © Viaje Comigo

Turenne – Hôtel National des Invalides © Viaje Comigo

Hôtel National des Invalides © Viaje Comigo

A olhar para o túmulo de Napoleão – Hôtel National des Invalides © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Regressar ao topo