Jardim de Luxemburgo, Paris © Viaje Comigo
Publicado em Outubro 26, 2015

17 coisas grátis para fazer em Paris

Europa/ França [ Paris ]

Paris é uma cidade encantadora, no entanto, pode não ser propriamente barata… Para que não perca a magia da cidade, o Viaje Comigo listou algumas atividades gratuitas para que conheça o que de melhor a cidade tem para oferecer, sem lhe fazer mossa no orçamento. Aqui, comprova-se a máxima de que “as melhores coisas na vida, são grátis”!!Boa viagem!

Conhece o City Pass de Paris? – tem entradas em monumentos sem filas, descontos em vários locais e transportes gratuitos para alguns aeroportos. Tudo no mesmo cartão Saiba mais aqui.

Vista da Torre Eiffel, Paris

Vista da Torre Eiffel, Paris

1. Terraços Printemps e Lafayette

Para uma vista de 360 graus sobre a cidade, basta subir ao terraço destas conhecidas lojas de departamentos: Printemps e Galerias Lafayette. Como as duas lojas se encontram perto uma da outra, pode aventurar-se nas duas e ainda assim não perder muito tempo para tirar umas excelentes fotos.

2. Passear pelos Parques

Paris tem parques incríveis para passear, ler um livro, apanhar sol (quando o tempo o permitir) e namorar… ou não fosse esta a cidade do Amor!
Alguns dos mais bonitos são: Jardin du Luxembourg, um dos mais conhecidos e onde pode observar o Palais du Luxembourg – a sede do senado francês; o Jardin des Tuleries, em frente ao Louvre; o Parc du Champ de Mars,entre a Escola Militar e a Torre Eiffel; Jardins du Trocadéro, em frente à Torre Eiffel; entre muitos outros…

Jardim de Luxemburgo, Paris

Jardim de Luxemburgo, Paris

3. La Promenade Plantée

A Promenade Plantée era uma antiga linha férrea mas, atualmente, é uma via pedonal elevada, de 4,5kms que atravessa todo o 12º arrondissement. Ao fazer a travessia, vai deparar-se com o Viaduto das Artes, locais de comércio, vistas belíssimas e claro, muita natureza.

4. Cemitério Père-Lachaise

Pode parecer um pouco (ou muito) bizarro ter um cemitério na rota turística mas, a verdade, é que conta com mais de dois milhões de visitantes por ano! Algumas das campas mais conhecidas são as de Jim Morrison, Oscar Wilde, Edith Piaf, Marcel Proust, e muitos outros. Fica desde já o aviso: pode não ser fácil encontrar aquilo que procura, uma vez que, o cemitério é constituído por 44 hectares e dividido em 97 divisões.

 

Paris © Rafaela Santiago © Viaje Comigo

Paris © Rafaela Santiago © Viaje Comigo

5. Andar a pé

Sim, esta informação parece um pouco redundante, mas para conhecer esta cidade maravilhosa ao pormenor é a melhor forma! Aventure-se pelos bairros mais castiços como Montmartre, o Quartier Latin (Bairro Latino), o St Germain e o divertido Le Marais, conhecido como o bairro gay de Paris.
Outro motivo, é o facto de poder assim captar os monumentos mais célebres como a Ópera Nacional de Paris, a igreja do Sacré Couer, e claro a Torre Eiffel, entre muitos (mesmo muitos) outros…
Se o tempo o permitir, aproveite para passear pela beira-rio do Sena. Um local muito escolhido pelos locais para passeios ao fim de semana e principalmente qual o sol faz companhia.

Beira-rio do Sena, Paris © Viaje Comigo

Beira-rio do Sena, Paris © Viaje Comigo

6. Patinagem no gelo
Em dezembro, pode patinar no gelo, em frente ao formidável Hôtel de Ville, sem pagar nada. São duas pistas, uma para adultos e outra para crianças, e é necessário levar os seus patins. Se não os tiver, terá de alugar, e isso sim tem um custo (rondam os 6€), e ainda tem que apresentar um documento com foto. Por questões de segurança, tem que usar luvas.

7. A Noite Branca (La Nuit Blanche)

No primeiro domingo de outubro, toda a cidade, já de si um pináculo cultural permanente, transforma-se numa galeria de arte! Obras de artistas contemporâneos são expostas em locais pouco habituais como igrejas, nas margens do rio Sena, no canal Saint Martin, etc…

8. A Noite dos Museus (La Nuit des Musées)

Em maio, pode visitar diversos museus e espaços culturais, de forma gratuita, e durante a noite! Instalações artísticas e performances são criadas e exibidas especialmente para a ocasião, por toda a cidade.

Museu do Louvre

Museu do Louvre

9. Paris Cinéma

No início de julho, os cinéfilos têm uma excelente oportunidade de ver, gratuitamente, inúmeros filmes ao ar livre, nas margens do Sena – no porto de Solférino e de Gros Caillou. Aos aficionados por cinema podem juntar-se os cantores amadores, pois também fazem cinema-karaoke.

10. Igrejas

Paris tem basílicas de arquitetura imponente e interiores impressionantes, por isso, não se coíba de entrar, porque é gratuito e vale mesmo a pena! Os interiores são adornados de pormenores dourados e vitrais admiráveis, como, por exemplo, na Catedral de Notre Dame, na de Madeleine ou na Basílica do Coração Sagrado (Sacré Couer), no topo de Montmartre – aqui paga-se apenas para subir à cúpula.

Paris

Paris

11. Mercados

Claro está, que tudo o que quiser comprar no mercado, não é grátis, ainda assim vale a pena visitar a azáfama parisiense nos típicos mercados de domingo, que representam um ritual da cidade. Um dos mais conhecidos é o Mercado Aligre, que expõe a riqueza gastronómica francesa através de produtos nacionais. Outra ótima hipotése é o Mercado de Saint-Ouen (Marché aux Puces) – que, no fundo, é uma aglomeração de pequenos mercados. Aqui encontra de tudo um pouco, antiguidades, móveis, peças de roupa vintage, arte, etc…

Paris © Rafaela Santiago © Viaje Comigo

Paris © Rafaela Santiago © Viaje Comigo

12. Museus gratuitos no 1º domingo de cada mês

Aproveite para explorar (sem nada pagar), alguns dos locais mais marcantes de Paris, como o Centro Pompidou, o Museu Rodin, o Museu Orangerie, o Museu d’Orsay, entre outros. Marque na agenda: grátis no primeiro domingo do mês!

13. Museus gratuitos todo o ano

Existem inúmeros museus gratuitos todo o ano e para todos os visitantes, como o Museu Carnavalet, o Museu da Vida Romântica (Musée de la Vie Romantique) e o Museu de Arte Moderna de Paris (Musée d’Art Moderne de la Ville de Paris).

14. Museu do Louvre

Sim, o mais conhecido museu parisiense também é gratuito no primeiro domingo de cada mês, dando acesso livre a todos os visitantes e a todas as coleções permanentes, mas atenção: só de outubro a março!!

15. Entrada gratuita em museus para jovens dos 18 aos 25 anos, residentes na União Europeia

Paris dá uma ajuda aos jovens curiosos e permite a entrada gratuita aos jovens dos 18 aos 25 anos, residentes na União Europeia – basta mostrar o Cartão de Cidadão ou provar que reside num dos 28 países há algum tempo. A lista dos locais incluídos é infindável mas ficam alguns exemplos: Museu do Louvre, Museu nacional da Idade Média, Museu da Armada, Arco do Triunfo, etc… Verifique a lista detalhada

16. Visitar o Café de Amelie Poulain

O Viaje Comigo já lá esteve e para quem viu o filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain” é um ponto incontornável de uma viagem a Paris. Pode saber mais sobre o Café des Deux Moulins aqui.

Café des Deux Moulins, Montmartre, Paris © Viaje Comigo

Café des Deux Moulins, Montmartre, Paris © Viaje Comigo

17. Estátua(s) da Liberdade em Paris

Existem duas réplicas da famosa estátua da Liberdade em Paris. E pode visitar ambas gratuitamente. A maior (com 11,5 metros) fica na Île des Cygnes, junto da Ponte de Grenelle e está virada para Nova Iorque. Foi inaugurada em 1889, na presença do escultor, o francês Frédéric Auguste Bartholdi.
A segunda réplica está nos Jardins du Luxembourg, e foi uma oferta do artista ao Musée du Luxembourg em 1900.

Estátua da Liberdade, em Paris © Viaje Comigo

Estátua da Liberdade, em Paris © Viaje Comigo

Torre Eiffel, Paris

Torre Eiffel, Paris © Viaje Comigo

Paris © Rafaela Santiago © Viaje Comigo

Paris © Rafaela Santiago © Viaje Comigo

Comentários

Poderá também gostar de

Regressar ao topo

Partilhe esta página