Salinas Mussulo
Publicado em Junho 30, 2013

Viver em Luanda

África/ Angola [ Luanda ]

Natural do Porto (Portugal) André Ernesto trabalhou durante seis anos, como engenheiro civil em Luanda (Angola).

Este texto faz parte da rubrica “A cidade vista por dentro”. Mais do que sugestões de viagens, estas dicas são especiais porque são dadas por quem vive ou já viveu nas referidas cidades.

Luanda

Luanda © André Ernesto

– Qual foi a primeira impressão quando chegou a Luanda?

Assustadora. Mal cheguei ao aeroporto percebi que o caos e a tensão social eram o dia a dia neste país.

– Sugestões de Restaurantes 

Sinceramente prefiro reunir os amigos em jantaradas caseiras. Em Luanda não há restaurantes “baratos”.

Mas, se tivesse de escolher um, podia aconselhar o Petit Bistrot, um pequeno restaurante francês. Não é caro para os parâmetros angolanos (conseguimos comer por cerca de 40/50 euros) e a comida é interessante.

Barato não há, mas existe uma série de restaurantes a peso onde se consegue almoçar. Saliento também o La Vigia, um restaurante de peixe grelhado onde os preços são razoáveis mas o serviço é horrível.

O Kook em Luanda que tem como especialidades o sushi, mas também serve marisco, peixes e pratos gourmet.

Kook, Luanda

Kook, Luanda

Luanda© André Ernesto

Luanda© André Ernesto

– Comida típica: o que comer 

O Funge (de milho ou mandioca) é o acompanhamento por natureza e a muamba é o prato mais caraterístico. O Calulu e o Mufete também são pratos de referência.

– Sugestão de bares e cafés tradicionais 

Os Bares da “ilha” de Luanda são interessantes pois ficam na praia mas, quer a criminalidade, quer a qualidade duvidosa das bebidas, tem me afastado dessa noite.

Luanda

Luanda

– Hotéis aconselhados

O HCTA, o Hotel Bahia, o Alvalade e o Trópico.

– Qual é a melhor zona para ficar num hotel e que zonas devo evitar?

A melhor zona é perto. Dado que o trânsito é uma dor de cabeça enorme. Se pudermos evitar ao máximo as viagens de carro teremos a vantagem de ficar com muito mais tempo útil.

Luanda é uma cidade bastante insegura. É preciso ter cuidado para não mostrar as coisas de valor. À noite os trajetos a pé devem ser de todo evitados.

Luanda

Luanda

– O que visitar?

Dos locais a visitar perto, sugiro o Miradouro da Lua (cerca de 60km a sul) e Massangano, a praça de escravos de onde os barcos partiam para o Brasil (cerca de 100km a este, 25 dos quais em picada).

Mais longe, podem visitar as Quedas de Kalandula (província de Malange), as Pedras Negras (Malange) a Serra da Leba ou a Fenda de Tundavala (fenda com cerca de 1200m, na Serra da Leba, a 18 km do Lubango, na província da Huíla, em Angola).

Tribunal de Massangano

Tribunal de Massangano

– Qual é o melhor meio para andar na cidade? De carro alugado, mota, bicicleta, transportes públicos…?

Já existem táxis, mas o seu serviço é muito limitado e, muitas vezes, não estão disponíveis (das duas vezes que precisei deles no aeroporto não conseguiram servir-me), pelo que alugar um carro, de preferência com motorista, será a melhor opção se precisar de ter alguma mobilidade.

Luanda

Luanda

– Sugestões de souvenirs/lembranças 

A cerca de 20km a sul da cidade de Luanda, há uma feira de artesanato que, para quem não esteve noutros pontos de África, pode ser interessante pois não deixa de ser exótica. No entanto, os produtos são caros.

– Que outras cidades perto sugeres para visitar?

Não é perto mas, para quem vier cá com algum tempo, sugiro vivamente que vá à Namíbia, ao Cabo ou às Quedas Vitória (situam-se no Rio Zambeze, na fronteira entre a Zâmbia e o Zimbabwe).

Fotos: Direitos Reservados André Ernesto

Salinas Mussulo

Salinas Mussulo © André Ernesto

Cabo Ledo

Cabo Ledo © André Ernesto

Comentários

Poderá também gostar de

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Regressar ao topo