Ouarzazate, Bairro de Taourirt_DR
Publicado em Junho 6, 2013

Viver em Ouarzazate, Marrocos, por João Leitão

A cidade vista por dentro/ Marrocos [ Ouarzazate ]

João Leitão vive em Marrocos há vários anos mas grande parte do seu tempo é passado a viajar e a conhecer o mundo. Este viajante tem um fraquinho por países pouco visitados e pode conhecer muitas das suas histórias no site.

Tem ainda um outro site de Marrocos onde encontra toda a informação sobre o que visitar em Marrocos. Está lá mesmo toda a informação!

Aqui fala-nos um pouco da cidade onde vive: Ouarzazate, em Marrocos. E dá-nos dicas e sugestões do que visitar, onde comer e onde ficar a dormir. Para mais pormenores podem contactá-lo através dos sites que indiquei acima ou no Facebook.

Este texto faz parte da rubrica “A cidade vista por dentro”. Mais do que sugestões de viagens, estas dicas são especiais porque são dadas por quem vive ou já viveu nas referidas cidades.

João Leitão e o pai em Ait Benhaddou_DR

João Leitão e o pai em Ait Benhaddou_DR

Nome, idade, profissão

João Leitão, 32, Artista Visual

Qual foi a primeira impressão que teve quando chegou ao sítio onde vive atualmente?

Uma cidade maravilhosa, rodeada de um lado por montanhas de 4000 metros, brancas cheias de neve, e oásis e palmeirais com montanha desértica do outro. Ouarzazate fica na montanha a 1160 metros acima do nível do Mar. É muito sossegado viver aqui.

Como é o povo dessa cidade/país?

Os marroquinos em geral são pessoas muito sociáveis, que dão grande ênfase à família, amizade e à comunicação entre indivíduos. Em Ouarzazate, são poucos os habitantes que não são berberes (o grupo étnico em maioria em Marrocos). Ou seja, a presença árabe é realmente muito pequena. O povo berbere é altamente simpático.

Restaurantes aconselhados

Sem dúvida, o Restaurante La Halte que tem uma variedade de comida marroquina tradicional e pratos internacionais como pizza no forno, por exemplo. O dono do restaurante é árabe, da zona de Oualidia, na costa de Marrocos.

Há ainda o Restaurant Kasbah des Sables, que fica dentro de um enorme kasbah de arquitetura tradicional marroquina. A decoração é fabulosa, mas os preços um pouco mais altos do que o normal do dia-a-dia marroquino.

Um bar ou cafés tradicionais

Há vários locais onde compro vários doces, ou vou beber sumos naturais espalhados um pouco por Ouarzazate. Tenho uma seleção de dois ou três que são normais e banais, mas que têm um ambiente único do que é “ser marroquino”.

Onde ficar alojado

Ouarzazate é uma cidade turística e que fica entre Marraquexe e o Deserto do Saara. Dito isto, e sendo local de passagem para as dunas, há imensos hotéis.

Boas soluções de alojamento em Ouarzazate são o Riad Dar Rita em Tassoumaat, o Dar Chamaa em Tabounte e o Dar Kamar em Taourirt.

Para procurar e reservar alojamentos em Ouarzazate, clique aqui.

Ouarzazate, Bairro de Taourirt_DR

Ouarzazate, Bairro de Taourirt_DR

Qual é a melhor zona para ficar num hotel e que zonas devo evitar?

Todas as zonas de Ouarzazate são boas mas realmente ficar num bairro típico marroquino como Tassoumaat e Taourirt é um extra. Outros hotéis estão em zonas comerciais e não em zonas residenciais.

Há alguma zona mais insegura (à noite, por exemplo)?

Nada. Ouarzazate é 100% seguro.

O que comer

Gosto muito de beber um panaché (sumo de fruta) com um crepe marroquino chamado de msemen. Há ainda a sopa harira e a sopa bissará que gosto muito. Uma boa tagine de legumes é sempre bem-vinda.

Museus que temos mesmo que visitar

Em Ouarzazate, a não perder é o Museu do Cinema, local que outrora foi utilizado para gravar imensos filmes bíblicos. Este museu fica no centro da cidade e não deve ser confundido com os dois estúdios de cinema que também existem. Há também o Kasbah Museu de Taourirt, que é um museu arquitectónico onde temos a oportunidade de explorar um autêntico palácio do Pacha Glaoui.

Monumentos para visitar

Kasbah Taourirt, Kasbah des Cignones, Kasbah Tifoultoute. Há ainda imensos sets de filmes espalhados pela montanha que são muito interessantes. Pode visitar também o Oásis de Fint e o Ksar Ait Benhaddou UNESCO a 28 km do centro da cidade.

Qual é o melhor meio para andar na cidade?

Realmente para explorar Ouarzazate e os seus arredores é preciso um transporte próprio. O melhor é pagar a um taxista para o levar um dia inteiro a conhecer vários locais. Há possibilidade de alugar carro, alugar bicicletas BTT e ainda moto4 para os mais aventureiros. Caminhar também é uma possibilidade para aqueles que estejam habituados a caminhadas de mais de 2 ou 3 horas.

Souvenirs – o que temos mesmo de comprar?

Há o mercado de domingo com especiarias e tâmaras. A melhor loja de Ouarzazate – e sinceramente de todo Marrocos –  chama-se Rabah e está no centro da cidade. Tudo a preços muito baratos e preço fixo! Não é preciso regatear e não somos enganados. Basta escolher e comprar.

Ainda não decidiu onde vai ficar alojado em Ouarzazate? Pesquise aqui.

Comentários

Poderá também gostar de

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Regressar ao topo

Partilhe esta página